Search
Tuesday 20 August 2019
  • :
  • :

Arena Vivo será sede e Minas participará do Sulamericano de Clubes masculino

Foto: Skylo Vôlei

 

Foi confirmado oficialmente na tarde desta quarta-feira (10/04) que a Arena Vivo, em Belo Horizonte, vai ser a sede do Campeonato Sul-Americano de Clubes Masculino, que será disputado de 6 a 12 de maio. Além de receber a competição, o Vivo/Minas, quarto colocado na Superliga 2012/13, participará da disputa como anfitrião.

Além de Vivo/Minas, outros sete clubes disputarão a competição continental: O campeão da Superliga 2012/13 (RJX ou Sada/Cruzeiro); UPCN e Buenos Aires Unidos, finalistas do campeonato argentino; Club Vikingos de Miranda, da Venezuela; Peerless Volleyball Club, do Peru; Carmelo Rowing Club, do Uruguai e Club Univalle, da Bolívia. A forma de disputa e o regulamento da competição ainda estão em definição.

A escolha do país-sede foi feita pela Confederação Sul-Americana de Vôlei (CSAV). Já a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) indicou o Minas Tênis Clube como sede da competição.

Para o diretor de Vôlei Masculino do Minas, Ricardo Santiago Vieira, a escolha do Clube para receber a competição de alto nível reforça, mais uma vez, a tradição do Minas Tênis Clube no cenário esportivo internacional. “Ser sede desta competição de altíssimo nível é um orgulho muito grande para nós. A escolha do Minas em receber este campeonato, que reunirá grandes nomes do voleibol, mostra, mais uma vez, a força, a tradição e a história que temos no vôlei nacional e internacional”, comentou o diretor minastenista.

A equipe minastenista é detentora de três títulos Sul-americanos. Em 1984, jogando em Lima, no Peru, o time dirigido pelo então técnico coreano Young Sohn derrotou fortes times daquela época, como Universidade Católica, do Chile, Náutico, do Uruguai, e o Sul-brasileiro, de Porto Alegre. Na equipe, nomes consagrados do voleibol brasileiro, como Cacau, Helder, Pelé, Zé Eduardo e outros.

O bi-campeonato veio no ano seguinte, de forma invicta, no Paraguai. O treinador da época ainda era Young Sohn que teve praticamente o mesmo da conquista de 1984. O tri-campeonato quase chegou em 1986, em Santiago, no Chile, mas o time minastenista parou na final, quando foi derrotado pela também equipe brasileira do Bradesco e ficou com o vice.

Em 1999, o time minastenista se consagrou campeão sul-americano pela terceira vez, com o comando pelo técnico Cebola. Despontava ali a geração do levantador Rafael, o meio de rede Henrique, o oposto André Nascimento, dentre vários outros campeões, como Anderson, Paulo Anchieta e etc.

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »