Search
Tuesday 16 July 2019
  • :
  • :

Bia é enfática em relação ao segundo duelo contra o Bauru: “Será a nossa primeira final”

Bia: “Mais do que nunca, precisamos da vitória” (Foto: Divulgação/Sesc RJ)

 

A sexta-feira (22) promete ser de muita emoção para os torcedores do Sesc RJ. A equipe comandada pelo técnico Bernardinho receberá o Sesi Vôlei Bauru, às 21h30, com transmissão do Sportv 2, no Tijuca Tênis Clube, em confronto válido pela segunda rodada das quartas de final da Superliga Feminina 18/19, e precisa sair com um resultado positivo para se manter viva na competição. Após um revés no primeiro duelo entre as equipes, na última terça, não resta outra alternativa ao maior campeão da história do vôlei brasileiro, que precisa vencer nesta sexta e na próxima terça, data do possível terceiro confronto da chave.

 

Em sua primeira temporada defendendo a camisa do Sesc RJ, a central Bia sabe que ela e suas companheiras precisam fazer uma partida melhor, ter atitudes diferentes dentro de quadra para obterem um resultado diferente ao do primeiro confronto das quartas. Isto é, precisam jogar melhor para vencer.

 

“Jogamos muito abaixo na última terça, jogamos mal, sem tirar o mérito do Sesi Bauru pela vitória. Não conseguimos seguir o que planejamos, fomos mal taticamente e passamos longe de imprimir nosso ritmo. Agora, precisamos usar o fator casa. Sabemos que elas virão para vencer a qualquer custo, para encerrar a série. A gente tem que buscar ditar o ritmo do jogo e ser eficientes no saque desde o início. Na casa delas, sacamos muito mal e temos que melhorar isso aqui. Além disso, temos que ser melhores no passe e em nosso sistema de bloqueio. Nesses pontos fomos muito abaixo”, analisou Bia.

 

Mas para chegar ao objetivo, não bastará ao Sesc RJ se preocupar apenas em melhorar suas falhas. As jogadoras da equipe carioca estudaram muito os pontos fortes do Sesi Bauru para anulá-los quando a bola entrar em jogo.

 

“Elas vieram com um jogo muito acelerado no primeiro jogo. Estávamos preparadas para tudo, mas não conseguimos segurar isso no bloqueio e na defesa. Para hoje, precisamos de muita concentração para diminuir a eficiência delas nesse aspecto”, explicou Bia.

 

E se todos os aspectos táticos estão na cabeça das jogadoras do Sesc RJ, o psicológico também precisa estar pronto. Se depender de Bia, está.

 

“Será a nossa primeira final. O playoff já traz essa característica diferente, mas sabemos que nesta sexta, mais do que nunca, precisamos da vitória”, encerrou.

 

Ingressos

O ingresso para a partida entre Sesc RJ e Sesi Bauru será a troca de 2 kg (dois quilos) de alimentos não perecíveis, realizada no Tijuca Tênis Clube, a partir de 19h30. Os donativos serão revertidos para instituições de assistência social previamente cadastradas no Mesa Brasil Sesc no estado do Rio de Janeiro.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »