Search
Tuesday 20 August 2019
  • :
  • :

Camila Brait, sobre o próximo compromisso do Vôlei Osasco-Audax: “Precisamos de uma mudança de postura”

O Vôlei Osasco vem de dois resultados negativos e promete garra (Foto: João Pires/Fotojump)

 

O Vôlei Osasco-Audax encara o Hinode Barueri nesta sexta-feira (30/11), a partir das 21h30, no ginásio José Correa, com transmissão do Sportv 2. Walewska, Mari Paraíba, Claudinha, Hooker, Camila Brait e cia. partem em busca da reabilitação na casa do adversário, em partida válida pela quinta rodada da Superliga 2018/19. O time vem de dois resultados negativos e promete garra, união e luta para retomar o caminho das vitórias.

Com os dois tropeços, as atletas pregam união e reflexão. “Precisamos de uma mudança de postura. E isso começa no treino, com cada uma de nós, para, depois, nos unirmos para voltar a jogar com consistência e ganhar as partidas. Após o jogo contra o Fluminense (derrota por 3 a 0 na terça-feira) ficou claro que precisamos colocar na cabeça a necessidade de melhorar nossa postura”, avalia a líbero Camila Brait.

Osasco e Barueri colocam em quadra uma rivalidade estadual. Nesta temporada, lutaram por uma vaga na decisão do Campeonato Paulista, com vitória em dois jogos a favor das comandadas do técnico Luizomar. Ano passado, com o José Liberatti completamente lotado no dia 13 de agosto, a equipe osasquense venceu o Golden Set e levantou o hexacampeonato diante do mesmo adversário. Osasco bateu o Hinode em mais quatro oportunidades na Superliga 2017/18, sempre pelo placar de 3 sets a 1. Foram dois resultados positivos na fase de classificação e mais dois nas quartas de final.




1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Hermes Correia Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Hermes Correia
Visitante
Hermes Correia

A mudança de postura começa na comissão técnica, que parece incapaz de mudar os rumos da partida – quanto o time está pressionado ou acomodado e parece aceitar a derrota.
Trocas são necessárias durante o jogo, independente de nome ou titularidade!! É melhor perder tentando melhorar do que manter as jogadoras e perder da mesma forma.
Parece que o Osasco/Audax não soube escolher/contratar as jogadoras para a atual temporada, pois joga com um time só, não tem banco!!
Hoje, contra o Hinode/Barueri, fora de casa, já entra em quadra pressionado – necessitando da vitória a qualquer custo, após duas derrotas seguidas em casa!!

Translate »