Search
Sunday 22 September 2019
  • :
  • :

Cimed/SKY se impõe em jogo difícil e mantém liderança da Superliga Masculina

 04/02/12 – A Cimed/SKY (SC) se manteve na liderança isolada da Superliga masculina de vôlei 11/12. Neste sábado (04.02), com o apoio de 3.000 torcedores, os catarinenses passaram pelo BMG/Montes Claros (MG) por 3 sets a 1, parciais de 25-23, 16-25, 25-10 e 25-22, em 1h53 de jogo, na Arena Multiuso, em São José (SC). A partida foi válida pela terceira rodada do returno.


Com o resultado do confronto, que foi uma reedição da final da Superliga 09/10, a Cimed/SKY chegou aos 31 pontos (11 vitorias e três derrotas) e assegurou a liderança da competição até o final da terceira rodada. O BMG/Montes Claros está em nono lugar, com 15 pontos (seis resultados positivos e sete negativos).

O central Renato Felizardo, da Cimed/SKY, foi eleito o melhor jogador da partida e levou para casa o troféu VivaVôlei. O atleta fez questão de elogiar o time catarinense.

“Foi um jogo difícil. Hoje a Superliga está muito equilibrada. Jogamos melhor como grupo e a nossa experiência também acabou ajudando. Fico feliz de ganhar o prêmio em um jogo como esse. Sei que não sou mais um garoto e procuro passar minha experiência para os jogadores mais novos. O time está de parabéns e conseguimos nos manter na liderança”, afirmou Renato, que marcou 10 pontos na partida (sete de ataque e três de bloqueio).

Outro destaque da equipe de Santa Catarina foi o oposto Rivaldo. O jogador cresceu de produção no terceiro e no quarto sets e foi fundamental para a vitória da Cimed/SKY. Rivaldo marcou 13 dos seus 15 pontos (12 de ataque e três de bloqueio) nos dois últimos sets do jogo.

“A Superliga está muito embolada. Nós estamos numa boa fase e foi importante vencer esse jogo que teve uma grande exposição. O grupo está unido e temos que continuar jogando desta forma com alegria e aplicação tática”, explicou Rivaldo.

O maior pontuador da partida foi o ponteiro João Paulo, da Cimed/SKY, com 16 acertos. O oposto Pereyra, do BMG/Montes Claros, marcou 15 vezes.

Pelo lado do BMG/Montes Claros, o levantador Rafinha estava triste pelo resultado, mas não pela atuação do grupo mineiro. “Apesar de perdemos jogamos bem em alguns momentos. A Superliga está muito equilibrada. Temos que esquecer essa partida e já pensar no nosso próximo jogo contra o Vivo/Minas. Queremos a classificação para os playoffs e não podemos mais perder”, disse o levantador.

O próximo desafio da Cimed/SKY será o RJX (RJ), às 20h, desta quarta-feira (08.02), no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ). O Sportv transmitirá ao vivo. Já o BMG/Montes Claros (MG) buscará a reabilitação contra o Vivo/Minas, também na quarta-feira, às 19h30, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG).

O JOGO

O primeiro ponto da partida foi do BMG/Montes Claros, num contra-ataque do oposto argentino Pereyra. A equipe mineira começou melhor e foi para a primeira parada técnica com dois pontos de vantagem (8/6). O tempo técnico fez bem ao time da casa. Com um bloqueio do oposto Rivaldo, a Cimed/Sky virou o placar: 9/8. O ponteiro João Paulo Tavares, do time catarinense, conseguiu dois aces seguidos e a diferença subiu para quatro (14/10). O BMG/Montes Claros se aproveitou dos erros da Cimed/SKY e virou o marcador (16/15). Os donos da casa voltaram a jogar melhor e o final do set foi disputado ponto a ponto. Melhor para a Cimed/SKY, que marcou 25/23.

O BMG/Montes Claros voltou para o segundo set disposto a mudar a história da partida. Com um bom bloqueio, os mineiros abriram quatro pontos (7/3). O volume de jogo da equipe de Montes Claros dificultava a vida dos catarinenses. No segundo tempo técnico, os visitantes tinham nove pontos de vantagem (16/7). Os mineiros continuaram dominando a parcial, e fecharam por 25/16.

No terceiro set, foi a vez da Cimed/SKY começar melhor. O ponteiro João Paulo Tavares se destacava no ataque e os catarinenses abriram sete pontos (12/5). Os donos da casa seguiram sem dar chances para mineiros ao longo da parcial e venceram o terceiro set por 25/10. O oposto Rivaldo, da equipe catarinense, foi o maior pontuador da parcial, com oito acertos.

O quarto set começou equilibrado. Depois de um erro de ataque do argentino Pereyra, a Cimed/Sky abriu dois pontos (11/9) e o técnico da BMG/Montes Claros, Jorge Shimidt, pediu tempo. O tempo fez bem aos mineiros, que igualaram o marcador. O jogo seguiu disputado ponto a ponto. No entanto, no final, o time da casa fez valer a maior experiência do seu elenco e fechou o set por 25/22 e o jogo por 3 sets a 1.

Cimed/Sky – Bruninho, Rivaldo, João Paulo Tavares, Renato, Éder e Felizardo. Líbero – Thales. Entraram – Badá, Kaio, Murilo, Gustavo e Léo. 
Técnico – Douglas Chiarotti

BMG/Montes Claros – Rafinha, Pereyra, Serafim, William, Alberto e Silêncio. Líbero – Fábio. Entraram – Tuba, Rivoli e Paulo. Técnico – Jorge Schmidt



Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »