Search
Friday 6 December 2019
  • :
  • :

Circuito Brasileiro: Ana Patrícia/Rebecca e Fernanda/Bárbara disputam o ouro em Cuiabá (MT)

Foto: Rebecca (esq) celebra ponto com Ana Patrícia na semifinal. (Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV)

A decisão do torneio feminino pela etapa de Cuiabá (MT) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 19/20 foi definida na noite deste sábado (26.10) e terá Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) enfrentando Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ). A disputa da medalha de ouro da segunda etapa da temporada ocorre neste domingo (27.10), às 11h30 (de Brasília), na arena montada no estacionamento do ginásio Aecim Tocantins, ao lado da Arena Pantanal.

A entrada ao público é franca e a partida terá transmissão ao vivo no SporTV 2. A disputa do bronze será entre Carolina Horta/Ângela (CE/DF) e Tainá/Victoria (SE/MS), a partir das 10h (de Brasília), com transmissão ao vivo e gratuita pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br.

A disputa colocará frente a frente as futuras representantes brasileiras nos Jogos de Tóquio-2020, Ana e Rebecca, com as atuais campeãs brasileiras, equipe formada pela medalhista olímpica Bárbara Seixas e a parceira Fernanda Berti. Os times se enfrentam pela sétima vez, com seis vitórias de Ana/Rebecca no retrospecto.

Ana Patrícia e Rebecca avançaram à final após superarem três rodadas neste sábado, de oitavas, quartas e semifinais. Na semi, superaram as medalhistas pan-americanas Carol Horta e Ângela (CE/DF) de virada, por 2 sets a 1 (16/21, 21/15, 15/9), em 47 minutos. A parceria chega invicta para a decisão, com cinco triunfos. Ana comentou a possibilidade de encerrar um ano especial com mais um título – o sétimo do ano, somando também etapas internacionais.

“Estamos muito felizes com a classificação, ainda mais que esta será nossa última etapa na temporada, vamos entrar de férias depois de Cuiabá. Estar em mais uma final é motivo de muito orgulho, em saber que nosso trabalho está dando certo. Estamos bem desgastadas fisicamente e mentalmente, a temporada foi bem longa. Outro obstáculo que tivemos nesta partida foi o fato de a Carol (Horta) treinar no mesmo Centro de Treinamento que a gente, então foi praticamente um jogo caseiro, todo mundo conhece todo mundo. Vamos dar o último gás nessa final para quem sabe sairmos daqui com o título”, disse Ana.

Fernanda e Bárbara também avançaram com uma campanha excelente, tendo vencido os cinco jogos que disputaram, sem perder nenhum set. Três foram neste sábado, por oitavas, quartas e semifinais. No último, superaram representantes da nova geração, as campeãs do Circuito Challenger 2018, Tainá e Victoria (SE/MS), por 2 sets a 0 (21/16, 21/18), em 38 minutos. Bárbara analisou a campanha do time na capital cuiabana.

“Chegar em uma final sem ter perdido nenhum set é muito bom, ainda mais com o calor que está fazendo aqui é importante ter o mínimo de desgaste. Estamos nos sentindo cada vez melhor dentro de quadra, apesar do cansaço, do ano puxado que tivemos, com corrida olímpica. Nosso foco é viver o presente, e isso tem dado muito certo, estamos conseguindo nos divertir bastante em quadra e muito felizes com a classificação para a final”, disse.

O Circuito Brasileiro 19/20 conta com sete etapas, três realizadas no segundo semestre deste ano, e quatro que acontecem no primeiro semestre de 2020. A estreia do tour aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Após Cuiabá, o torneio segue para Ribeirão Preto (SP), em novembro. Já as etapas de 2020 passarão por João Pessoa (PB), Maceió (AL), Aracaju (SE) e Rio de Janeiro (RJ).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. Cada etapa do Circuito Brasileiro distribui R$ 46 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 500 mil por etapa.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »