Search
Monday 14 October 2019
  • :
  • :

Circuito Mundial Masculino: Estreantes brilham e Brasil tem dia 100% na capital federal

Ricaro/Pedro Solberg foi uma das duplas vencedoras na estrei

20/04/2012 – O peso da estreia não atrapalhou e, liderado pelos jovens Evandro e Vitor Felipe, o Brasil obteve 100% de aproveitamento nesta quinta-feira (19/04), primeiro dia da fase principal da etapa de Brasília do Circuito Mundial de Vôlei de Praia 2012 Masculino, que abre a temporada internacional. Com os resultados positivos, o Brasil classificou suas cinco duplas às oitavas de final da competição, que está sendo realizada na Esplanada dos Ministérios. O torneio prossegue nesta sexta-feira (20.04), a partir das 9h.


Jogando em casa, Harley ajudou o parceiro Evandro a superar a pressão da estreia. Em partidas muito equilibradas, a dupla brasileira superou os chineses Xu e Wu por 2 a 1 (21/19, 15/21 e 15/9) e repetiu o placar diante dos espanhóis Mesa e Lario, com parciais de 21/23, 21/14 e 15/11.

“Este primeiro dia foi muito bom para nós. Fizemos dois jogos e conseguimos duas vitórias. Foram dois jogos bons. Agora é descansar e ver os vídeos dos nossos próximos adversários. A ansiedade bateu no primeiro jogo, sim, mas o Harley me deu muita tranquilidade e o meu técnico, o Ed, também. Essa tranquilidade foi suficiente para eu conseguir jogar bem e ajudar o Harley a sairmos com a vitória”, comenta Evandro.

Os próximos adversários de Harley e Evandro formam a dupla que conseguiu o resultado mais surpreendente do dia, os também brasileiros Moisés e Vitor Felipe. A dupla, que iniciou as disputas no country-cota, estreou no torneio principal superando os suíços Laciga e Weingart por 2 sets a 0, parciais de 21/17 e 21/16. Na segunda partida, a dupla brasileira desbancou os norte-americanos Rogers e Dalhausser, atuais campeões olímpicos, vencendo por 2 sets a 1, parciais de 18/21, 21/18 e 15/9. Para Vitor, que disputa sua primeira etapa no Circuito Mundial, o resultado é fruto da confiança da dupla.

“Ainda não estou acreditando que realmente conseguimos vencer. Mas sempre penso positivo, por mais difícil que o jogo possa parecer e com certeza isso atrai coisas boas. Foi o melhor jogo das nossas vidas. Estamos em uma crescente, com um ritmo bom, e eles estão disputando o primeiro torneio do ano. Isso também pode ter pesado. Este resultado nos dá confiança e vamos seguir pensando grande, pois nosso time é capaz de conseguir bons resultados”, diz o paraibano.

A etapa de Brasília também é especial para o cearense Márcio, que disputa a primeira competição internacional ao lado de Pedro Solberg. Com as vitórias sobre Keenan/Mayer, dos Estados Unidos, por 2 a 0, com duplo 21/14, e Kadziola/Szalankiewicz, da Polônia, por 2 a 1 (19/21, 21/16 e 15/12), o medalhista olímpico alcançou a marca de 1.500 vitórias na carreira. O cearense tem 841 vitórias no Circuito Banco do Brasil, 652 no Circuito Mundial e sete nos Jogos Olímpicos.

“Estou muito feliz por ter chegado a esta marca. Foi um caminho muito longo para chegar até aqui. Só quatro atletas do mais alto nível, que são o Ricardo, o Emanuel, o Kiraly e o Smith (norte-americanos) conseguiram e fico feliz por me juntar a este grupo. Começamos a etapa muito bem e vamos tentar manter o ritmo no segundo dia para que possamos chegar à final, que é o nosso objetivo”, vibra.

Nas oitavas de final, Márcio e Pedro Solberg jogarão contra Ricardo e Pedro Cunha, que também passaram invictos pelo início das disputas na capital federal. A dupla formada pelo baiano e pelo carioca superou Mercer/Slack, da Austrália, por 2 sets a 0 (21/19 e 21/14) na estreia e precisou de três sets diante dos holandeses Boersma e Spijkers, com parciais de 18/21, 26/24 e 15/10.

“A dupla da Holanda estava engasgada desde o Grand Slam da Áustria, no ano passado, quando perdemos para eles antes de conquistarmos o título. Eles começaram o jogo nos incomodando bastante com saque flutuante, mas nos organizamos melhor, o saque e a defesa funcionaram e isso nos ajudou a vencer. É importante começar bem, pois é um torneio especial, por ser em casa e queremos ir bem”, diz Ricardo.

Atuais campeões do Circuito Mundial, Alison e Emanuel também estrearam com força total na etapa de Brasília. A dupla, que foi vice-campeã nas duas últimas edições da competição, estreou ganhando dos dinamarqueses Soderbeg e Hoyer por 2 a 0 (21/17 e 24/22). Na segunda rodada, os brasileiros passaram pelos irmãos franceses Andy e Kevin Ces, vencendo por 2 a 0, com duplo 21/19. Seus adversários nas oitavas serão os alemães Erdmann e Matysik.

“Tivemos dois jogos difíceis hoje, nos quais foi preciso nos superar. Cada jogo é um jogo e fico feliz pelas vitórias. Todas as duplas estão preparadas e em alto nível. O importante, independentemente de título, é que o Brasil sai ganhando ao classificar suas cinco duplas entre as oito melhores da etapa”, comemora Alison.
 
Fotos: Divulgação/FIVB
 
 

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »