Search
Friday 13 December 2019
  • :
  • :

Com 28 de Casanova, Osasco-Audax vence Pinheiros no tie-break

Foto: Ricardo Bufolin / Panamerica Press / ECP

O Vôlei Osasco-Audax abriu a semifinal do Campeonato Paulista Feminino de Vôlei da Divisão Especial com vitória. Na noite desta quarta-feira (30), no ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo, bateu o Pinheiros por 3 sets a 2, parciais de 25/22, 21/25, 25/17, 21/25 e 16/14 em 2h10min. Com o resultado, fez 1 a 0 no playoff e está a uma vitória de carimbar o passaporte para a decisão. Para isso, precisa voltar a vencer na partida de domingo (3), a partir das 14h, no José Liberatti. Todos os detalhes e bastidores do confronto podem ser conferidos no canal oficial do clube, a Osasco Vôlei TV (https://osascovoleitv.tvnsports.com.br/).

A central Bia destacou a vontade do time em buscar a vitória. “Conseguimos fazer um jogo tático melhor a maior parte do tempo. Esse foi o primeiro jogo que o Luizomar conseguiu ter as 14 opções em quadra e ainda estamos desentrosadas. Mas estamos conseguindo mais regularidade a cada dia e agora vamos buscar a vaga na final em casa”, afirmou a central, que mandou um beijo para a avó, dona Vera, que completou 85 anos nesta quarta-feira.

Rouca em função de uma virose, que atrapalhou os treinos durante a semana, Jaque também comentou a partida e seu desempenho. “Tenho muito que melhorar. Hoje vi a dificuldade que ainda tenho, mas estou dando o meu máximo para ajudar o melhor que posso. Temos grandes atacantes, mas sabíamos que ia ser difícil, pois o Pinheiros está treinando junto desde julho e nós estamos nos entrosando só agora. O importante é que soubemos superar as dificuldades e a desestabilização após um erro da arbitragem no final do quinto set”, explicou.

O técnico Luizomar também ressaltou a disposição de seu time. “Foi uma vitória importante. Fizemos dois bons sets, dentro daquilo que esperamos, e nos dois que perdemos, faltou o sistema defensivo funcionar melhor e morder um pouco mais no bloqueio e defesa. Soubemos jogar nas dificuldades, especialmente no quinto set, após o erro da arbitragem. Agora é virar a chave rapidamente e focar no jogo de domingo, que também não será fácil. Mas agora será em casa, onde vamos contar com o apoio de nossa apaixonada torcida”, completa o treinador.

O jogo – O jogo começou equilibrado em São Paulo. Com o decorrer da primeira parcial, prevaleceu o maior volume de jogo do Vôlei Osasco-Audax, que abriu cinco pontos no 17/12. Com um ataque da sérvia Bjelica, chegou ao 20/17. Apesar da tentativa de reação do Pinheiros, a equipe do técnico Luizomar manteve o domínio e, com dois ataque de Casanova pela saída de rede, fechou em 25/22.

O Vôlei Osasco voltou ligado para o segundo set e abriu 6/2, obrigando o Pinheiros a pedir tempo. O Pinheiros reagiu, encostou e Luizomar parou o jogo quando a diferença caiu para um ponto (9/8). A partir daí, o confronto ficou equilibrado. As donas da casa melhoraram e abriram três pontos (14/11) e Luizomar fez a inversão no 5-1, colocando Pri Heldes e Fernanda Tomé em quadra. Roberta e Casanova voltaram quando o placar apontava 19/14 para as donas da casa. Bia salvou uma bola com o pé, Casanova marcou e Osasco encostou (18/20). Mas, apesar do esforço, o Pinheiros se manteve à frente e fechou em 25/21.

Mara pegou o ataque do Pinheiros e fez 5/2 para Osasco no terceiro set. Com Casanova, abriu 7/2. Com mais um paredão, desta vez de Bia, o Audax chegou a 11/5. Na sequência, Casanova arrancou dois aces (13/5). Bjelica, em outro bloqueio, garantiu a vantagem de dez pontos (17/7). Ellen entrou em quadra no lugar da sérvia e marcou logo no primeiro ataque (19/9). O Pinheiros esboçou uma reação e chegou a marcar três pontos seguidos. Mas as comandadas de Luizomar retomaram o controle da partida. Fernanda Tomé garantiu o set point no 24/16 e atacou em seguida na saída de rede para dar números finais: 25/17.

Osasco começou bem o quarto set, porém, cometeu uma série de erros e permitiu que o Pinheiros chegasse ao empate no 9/9. Quando as donas da casa viraram e abriram dois pontos (11/9), Luizomar fez a inversão no 5-1 e colocou Pri Heldes e Bjelica. Com problemas no passe, o Audax não consegui encostar no placar e o time de capital fez 16/12. Mesmo cinco pontos atrás (15/20), as jogadoras de Osasco seguiram lutando. Casanova conseguiu um ace no 18/22. Ellen fez no 20/23. Porém, as osasquenses não conseguiram reagir e as donas da casa fecharam em 25/21 e empataram a partida em 2 sets a 2.

O Pinheiros saiu na frente no tie break: 2/0. Casanova marcou o primeiro ponto de Osasco no quinto set. Com o bloqueio de Jaque, o Audax virou no 3/2. Em uma parcial nervosa, os dois times abusaram dos erros, especialmente de saque. Com isso, as donas da casa chegaram a 8/7 e viraram de quadra na frente. Luizomar pediu tempo quando o adversário abriu dois pontos (9/7). O empate veio no 10/10. Quando o placar apontava 11/10 para o Pinheiros, a arbitragem errou ao não marcar o toque no bloqueio em um ataque de Bjelica. Mas Osasco mostrou força e salvou três match points, sendo dois com Casanova. Na raça e contando com um erro do time paulistano na última bola, as osasquenses viraram para 16/14 e fecharam a partida por 3 a 2.

Vôlei Osasco-Audax jogou com Roberta (5), Bjelica (10), Casanova (28), Jaque (8), Bia (7), Mara (9) e a líbero Camila Brait. Técnico Luizomar de Moura. Entraram: Pri Heldes, Fernanda Tomé (2), Kika, Ellen (4).

Pinheiros jogou com Lyara (2), Clarissa (8), Edinara (23), Camila Paracatu (13), Paquiardi (13), Lorena (1) e a líbero Letícia. Técnico: Sérgio Negrão. Entraram: Saraelem (11), Erica, Lorrayna (1), Karina (3), Juliana, Priscila.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »