Search
Monday 18 November 2019
  • :
  • :

Com quatro campeãs olímpicas, Sollys/Nestlé derrota Pinheiros e segue invicto (Fotos)

Fotos: Fabio Rubinato/AGF/Divulgação

O Sollys/Nestlé enfrentou o Pinheiros, neste sábado, no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco, e venceu por 3 sets a 1, com parciais de 22-25, 27-25, 25-17 e 25-14, pela quarta rodada do Campeonato Paulista 2012. Ainda sem Luizomar de Moura, o técnico interino Jefferson Arosti relacionou quatro das cinco campeãs olímpicas em Londres. As centrais Adenízia e Thaisa começaram a partida e Fernanda Garay entrou durante o jogo. A oposto Sheilla esteve entre as 12, porém, não participou do confronto. A única que ficou de fora e apenas assistiu à partida foi a ponteira Jaqueline

 

“Estou um pouco lenta ainda e a perna esta pesada porque fiquei parada duas semanas e é normal dar uma caída. Porém, com a sequência de treinos vou adquirindo ritmo e voltando ao normal. Acho que aos poucos o time vai melhorando e mesmo sem o entrosamento adequado fizemos uma boa partida”, disse Thaisa, que fez 14 pontos na partida e contou com a presença de Adenízia, sua companheira de posição. “Acho que ainda falta muito para chegar ao ideal. As duas semanas paradas me prejudicaram um pouco, mas agora é correr atrás porque sei o que preciso melhorar e tenho total apoio da nossa qualificada comissão técnica. Quanto ao jogo acredito que faltou um pouco de tranquilidade no primeiro set e foi isso que melhorou do segundo set em diante”, analisou Adenízia, que anotou 13 pontos.

 

 

Este duelo diante do Pinheiros marcou a estreia de Fernanda Garay com a camisa do Sollys/Nestlé. A jogadora chegou a ser relacionada na vitória contra o São Bernardo, no entanto, não foi colocada em quadra. “Já estive em São Bernardo, mas essa realmente foi a minha estreia jogando. Estou muito feliz pelo carinho da torcida que durante o jogo pediu minha entrada e me deu todo apoio. Estou muito contente e satisfeita por ter saído com a vitória. No jogo, tivemos um pouquinho de ansiedade, elas vieram defendendo bastante e a nossa defesa não estava tão boa. A partir do momento que melhoramos a relação defesa e contra-ataque igualamos o jogo e em seguida pudemos superar”, explicou Garay. 

 

 

As dificuldades nos dois primeiros sets contrastam com a tranquilidade das últimas duas parciais. O técnico Jefferson Arosti destaca os pontos que fizeram com que o Sollys/Nestlé vencesse com mais facilidade após perder o primeiro set. “O time estava jogando muito bem no primeiro set e chegou a abrir 16 a 10. Depois tivemos erros em duas passagens e tomamos cinco pontos seguidos em uma rede e quatro na outra. No segundo set o time ficou um pouco mais organizado em quadra e ficamos mais tranquilos, mas seguia dando tudo certo para elas, que estavam defendendo e fazendo bons contra-ataques, mérito total do Pinheiros. Do terceiro set em diante o nosso sistema defensivo começou a funcionar melhor, o nosso saque forçado começou a quebrar a recepção delas, o nosso bloqueio passou a amortecer mais as bolas e nossas ponteiras começaram a pontuar”, analisou. 

 

 

Arosti aproveitou também para comentar sobre a estreia de três das cinco olímpicas do Sollys/Nestlé. “A Thaisa e a Adenizia era esperado que jogassem porque elas precisam se entrosar com a Fabiola o mais rápido possível. A entrada da Fernanda ainda não estava nos planos, mas ela mostrou que já esta a disposição, pois estava no banco torcendo e quando precisou entrar foi muito bem. Ela foi importante porque consertou uma situação que estávamos com dificuldade que era o nosso bloqueio na ponta. Em resumo, só tenho elogios para a participação das três nesta partida”, finalizou. 

 

 

Em quatro jogos, o Sollys/Nestlé tem quatro vitórias e segue com 100% de aproveitamento na competição estadual. Agora, o time laranja da uma pausa no Paulista e disputa a partir da próxima terça-feira o XX Campeonato Sul-Americano de Clubes, que será realizado de 04 a 06 de setembro, em Osasco, no Ginásio Municipal José Liberatti. O Sollys/Nestlé estreia no dia 04 diante do Club Deportivo Venezuela, do Paraguai. No dia seguinte (05), o confronto será diante do Universidad Católica Boliviana, da Bolívia. No último dia de disputa (06), as brasileiras terão pela frente o Boca Juniors, da Argentina. Todos os jogos do Sollys serão às 19h.

 



Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »