Search
Wednesday 17 July 2019
  • :
  • :

De virada, Brasil Kirin bate Minas e vai à final da Copa Brasil

Brasil Kirin fez um duelo de alto nível contra o Minas (Foto: Divulgação/Brasil Kirin)

Brasil Kirin fez um duelo de alto nível contra o Minas (Foto: Divulgação/CBV)

Sede da fase final da Copa Brasil, o Brasil Kirin não decepcionou a torcida que lotou o ginásio do Taquaral, em Campinas, na noite dessa quinta (22). Encarando o Minas na semifinal da competição, o time do interior paulista conseguiu a classificação ao obter uma vitória de virada por 3 sets 1, parciais de 21-25, 25-21, 25-18 e 25-20.

Depois de levar um susto na etapa inicial, o Brasil Kirin construiu o caminho para o resultado positivo ao encaixar saques que destabilizaram a linha de passe de Campinas. Sofrendo muito, Bruno Canuto e Lucianinho não entregavam boas bolas para o levantador Everaldo, que frequentemente recorreu ao cubano Escobar para dar sobrevida à sua equipe.

A tática deu certo até que os donos da casa acertaram a marcação para cima do estrangeiro, que, na tentativa de fugir do paredão, passou a abusar da força para fazer pontos, tática que não foi tão bem sucedida. Do outro lado da quadra, João Paulo Tavares foi o matador, enquanto a entrada de Vini, central improvisado na saída, no lugar de Baiano deu mais confiança para as ações ofensivas dos campineiros.

A força do grupo mesmo sem a presença de seus dois opostos, os lesionados Wallace e Michael, foi destacada por Tavares em entrevista ao “SporTV”. “Eles fazem muita falta, mas estamos conseguindo ir bem com o pessoal que está inteiro. O Vini está segurando bem a onda, e eu e o João Paulo Bravo também damos segurança. O Minas jogou bem, mas soubemos segurar a empolgação com que eles vieram, principalmente no saque. Hoje, foi conjunto pra caramba”, analisou.

Para o levantador do Minas, Everaldo, o ponto que desequilibrou o jogo aconteceu no fim do segundo set. “A gente estava bem, mas uma sequência de saques do Luizinho complicou. Perdemos o foco do jogo, isso deu uma balançada e, contra uma equipe tão forte, é difícil buscar o placar o tempo inteiro. Melhoramos no quarto set, equilibramos, mas eles marcaram bem o Escobar”, afirmou.

Agora, o Brasil Kirin espera o vencedor do duelo entre Sada Cruzeiro e Funvic/Taubaté para saber quem encara na grande decisão, programada para 22 horas (horário de Brasília) de sábado (24).




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »