Search
Friday 15 November 2019
  • :
  • :

De volta à seleção, Gabi Cândido comemora: “Me sinto mais preparada”

Foto: Priscila Nóbrega

A ponteira do Sesi Vôlei Bauru, Gabi Cândido, foi convocada para a seleção brasileira feminina que disputará o Campeonato Sul-Americano e a Copa do Mundo. A apresentação será nesta segunda-feira, 12, no CDV, em Saquarema, no Rio de Janeiro, para o início dos treinos. Ela está em sua terceira temporada consecutiva no clube e já atuou anteriormente em dois mundiais, um pela seleção brasileira infanto, quando conquistou o bronze, e o outro pela seleção juvenil, quando foi vice.

Aos 23 anos, a jovem atleta celebra mais uma oportunidade de defender o time brasileiro, e dessa vez, irá aceitar porque se sente preparada para o desafio. Já que quando foi convocada em abril e pediu dispensa, pois estava com problemas de saúde. “Dessa vez eu decidir ir, pois me sinto mais preparada para esse momento. É motivo de muita alegria e de grande importância na vida de uma atleta. Eles me deixaram muito tranquila para que seja um momento leve e até um “recomeço” pra mim”, salientou.

Para o treinador do Sesi Vôlei Bauru, Anderson Rodrigues, a atleta teve um ótimo desempenho durante a última temporada, o que colaborou para sua convocação para a seleção brasileira. “Vejo que o seu desempenho na última temporada e o trabalho que desenvolvemos durante esse último ano tenham colaborado para sua convocação”, ressalta.

Carreira

Natural de Tamboara (PR), Gabriela Candido da Silva tem 1,81m de altura, 23 anos e já atuou por Maringá, Cascavel, Rexona-Sesc e Sesi-SP, além de ter convocações para as seleções brasileiras de base, tendo conquistado um Sul-Americano e um vice-campeonato mundial.

A ponteira logo despontou nas seleções infanto-juvenil após suas atuações pelas escolas de base de Maringá (PR). Posteriormente se transferiu ao Cascavel e, na temporada 2015/2016, esteve presente no elenco do Rexona-Sesc campeão da Superliga.

Já atuando pelo Sesi-SP em 2016, quando a equipe treinava em Santo André, ficou no top 30 de eficiência no ataque da Superliga 2016/2017 com apenas 20 anos, além de ser presença constante nas convocações da Seleção Brasileira Sub-23. Na temporada 2017/2018, ajudou o Vôlei Bauru a classificar-se pela segunda vez consecutiva às quartas de final e, na de 2018/2019, foi um dos destaques das campanhas vitoriosas do Sesi Vôlei Bauru no Estadual, que culminou com o título paulista, na Copa Brasil e na Superliga, competições em que o time chegou às semifinais.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »