Search
Friday 18 October 2019
  • :
  • :

Deja McClendon se apresenta ao Itambé/Minas e fala das expectativas para a temporada

Jogadora se apresentou ao Minas e está feliz com a oportunidade de atuar no vôlei brasileiro. (Foto: Divulgação/MTC)

O último reforço da equipe Itambé/Minas, a norte-americana Deja McClendon, já está no Minas. A ponteira, de 27 anos e 1,85m, desembarcou em Belo Horizonte, nessa quarta-feira, e, hoje, pela manhã, esteve no Minas para conhecer as colegas de equipe e iniciar a preparação para a temporada 2019/20 com o Itambé/Minas. A jogadora, que defendeu o Trentino Rosa, da série A2 da Itália, na temporada passada, está feliz com a oportunidade de defender o atual campeão da Superliga e quer ajudar a equipe a conquistar títulos.

Deja McClendon foi um dos destaques da equipe italiana, que era treinada por Nicola Negro, atual técnico do Itambé/Minas. “Eu estou muito animada para trabalhar novamente com o Nicola, gosto muito da energia dele. Ele é muito positivo, e as garotas que joguei na última temporada conseguiram sentir essa energia e fomos um time forte. Espero que a gente consiga fazer isso aqui nesta temporada. Eu ouvi falar muito das meninas e acredito que faremos grandes jogos. Sobre o vôlei do Brasil, eu não conheço muito, mas sei que aqui tem os maiores fãs do mundo e os melhores técnicos. Então, jogar no Brasil é uma grande honra para mim, estou muito grata e animada”, comentou a atleta.

A jogadora disse que as expectativas para representar o Minas são grandes e o carinho da torcida minastenista já foi percebido por ela nas redes sociais. “A minha expectativa é de contribuir muito com o Itambé/Minas com o que for necessário para conquistar títulos. Espero crescer e melhorar a cada dia. Já recebi algumas mensagens de torcedores nas redes sociais e fiquei muito feliz com as palavras. Antes mesmo de chegar aqui, pude entender o quão grande e importante é o Minas Tênis Clube”, finalizou McClendon.

Deja iniciou a carreira profissional em 2010, na equipe universitária Penn State, na divisão principal da NCAA (Associação Atlética Universitária Nacional – tradução em português). Depois de se destacar nos Estados Unidos, ela teve breve passagem pelo vôlei do Azerbaijão e se transferiu para a Polônia, onde permaneceu por quatro temporadas, antes de chegar ao Trentino Rosa, da Itália.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »