Search
Monday 21 January 2019
  • :
  • :

Dentil/Praia Clube supera desfalques e vence Sesc RJ de virada

Time de Uberlândia conseguiu importante resultado no Rio de Janeiro. (Foto: Arquivo/FIVB)

Um bom público compareceu à Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, para acompanhar a reedição da final da Superliga 2017/2018. Disposto a devolver a derrota sofrida, o Sesc RJ entrou em quadra diante do Dentil/Praia Clube e começou na frente, mas viu o time de Uberlândia-MG superar desfalques para virar e vencer por 3 sets a 1 (20/25, 25/16, 25/23 e 26/24). Por votação popular, a oposto norte-americana Nicole Fawcett recebeu o troféu VivaVôlei.

Enquanto o Sesc RJ atuou sem Drussyla, o Praia passou por dificuldades com outras atletas. A capitã Fabiana entrou algumas vezes no decorrer da partida, enquanto Ananda atuou partes do jogo por conta de desconfortos da levantadora Carli Lloyd.

O jogo

Apesar de ter começado o primeiro set com ligeira vantagem, o Praia Clube viu o Sesc RJ crescer e reagir. Antes mesmo da metade da parcial, a central Fabiana foi chamada para entrar no lugar da jovem Gabriella, mas Kosheleva e cia. dominaram para fazer 25 a 20 (1 a 0).O segundo set marcou uma mudança de postura do time de Uberlândia. Dominando desde o início e forte em todos os fundamentos, as praianas não tiveram dificuldades para empatar em 16 a 25 (1 a 1), com uma jogada rápida de Lloyd com Fabiana.

O técnico Paulo Coco optou em iniciar o terceiro set com Fabiana no banco e promoveu o retorno de Gabriella e as cariocas, no bloqueio, fizeram 4 a 1. Pelas mãos de Fawcett, o Praia diminuiu, mas Kosheleva cresceu na partida (5 a 3). No saque, o Praia virou e o técnico Bernardinho pediu tempo (7 a 8). Na volta, Garay parou Juciely no simples e o 7 a 10 veio com Carol fechando a porta para Kosheleva, já com Ananda em quadra depois de Lloyd sentir desconforto e sair para receber atendimento. Com 7 a 13, novo pedido de tempo do Sesc. Vendo as anfitriãs reagirem (10 a 14), Michelle entrou no lugar de Rosamaria e Paulo Coco parou quando o placar apontou 11 a 14. Na sequência, Fabiana – de volta, fez 15 a 20 com um ace. O Praia chegou a fazer 24 a 20 e viu o Sesc encostar, mas Fawcett virou para fechar em 23 a 25 (1 a 2).

O Sesc RJ veio para o tudo ou nada com Carol Leite, Mayhara e Kasiely nos lugares de Roberta, Juciely e Peña. Pelo Praia, Gabriella e Ananda vieram para os lugares de Fabiana e Lloyd mais uma vez. O início da parcial foi protagonizado por Kosheleva (5 a 3). Com um erro de Fawcett, o Sesc abriu e Paulo Coco pediu tempo. Na volta, a russa ainda parou Rosamaria. Michelle foi chamado no lugar dela e desempacou a rede (7 a 4), mas Mayhara manteve vantagem. Com a norte-americana reagindo, o Praia diminuiu (10 a 8) e Bernardinho parou o jogo e deu resultado. Mais consistente, as anfitriãs fizeram 13 a 9 com Kasiely. O empate veio após Kosheleva errar ataques seguidos (13 a 13). Nervoso, Bernardinho gastou o segundo tempo quando o Praia virou (13 a 14). Após o Praia abrir, novamente Kosheleva buscou empate (18 a 18). Em um ataque para fora de Garay, o Sesc fez 20 a 19 e Paulo Coco pediu tempo. A ponteira respondeu com um bloqueio sobre Kosheleva e um belo ataque (20 a 21). Em seguida, Michelle virou (20 a 22), mas a russa anotou mais 2 pontos. Virada do time carioca com um erro de Fawcett (23 a 22) e o set point com Kasiely. Para aumentar a emoção, Carol marcou no bloqueio (24 a 24) até que, no bloqueio de Fabiana, o Praia fechou em 24 a 26 (1 a 3).




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »