Search
Friday 15 November 2019
  • :
  • :

Dia 100% do Brasil teve 21 a 0 para Juliana e Maria Elisa e, até, vitória do Qatar

Crédito: Divulgação/FIVB

Crédito: Divulgação/FIVB

 

As duplas brasileiras passaram incólumes pelo segundo dia de competições do Mundial de Vôlei de Praia da Holanda. Não só os sete times brasileiros que entram em quadra neste sábado venceram, como também a dupla qatari em que joga o carioca Jefferson Santos Pereira. A última dupla brasileira a estrear no mundial será Taiana/Fernanda Berti, no domingo.

 

Larissa/Talita vacilou no segundo set, chegou a estar perdendo o tie break por 6 a 9, mas conseguiu bater a dupla holandesa Van Gestel/Van der Vlist por 2 a 1 (21-15, 18-21 15-10). Em seguida, Alison e Bruno Schmidt impuseram vitória por 2 sets a 0 sobre os australianos Court e Schumann (21-17, 21-18). A manhã das duplas brasileiras terminou Ágatha/Bárbara Seixas vencendo o time cubano de Lianma/Leila por 2 a 0 (21-17, 23-21). De quebra, Jefferson Santos, jogando ao lado de Cherif Younousse, venceu a boa dupla austríaca Doppler/Horst no tie break (21-14, 15-21, 15-13).

 

À tarde, pelo horário de Brasília, os quatro jogos das duplas brasileiras terminaram em 2 sets a 0 a favor dos times verde-amarelos.

 

Ricardo/Emanuel não teve muito trabalho para superar Ajanako/Scott, de Gana (21-10, 21-16). Álvaro/Vítor Felipe também não perderam set contra os argentinos Bianchi/Azaad (21-16, 21-18). E Evandro/Pedro Solberg também não demoraram muito para superar os tunisianos Behlaj e Naceur (21-11, 21-9).

 

Mas o resultados mais impactante da rodada foi a vitória de Juliana e Maria Elisa sobre as argelinas Meriem Boucheta e Louiza Bayou. Se a parcial de 21 a 7 no primeiro set dá até impressão de que houve luta das africanas do norte, o 21 a 0 do segundo set não deixa dúvida não só da diferença técnica entre as duas duplas, como também do vôlei de praia africano em relação ao resto do mundo.

 

A parcial em que as argelinas não conseguiram tirar Maria Elisa do saque foi apenas mais um placar impensável que os times africanos sofreram na rodada. Isso porque as marroquinas Ikram Ettayfi e Mahessine Siad perderam o segundo set para as tchecas Kolocova e Slukova por 21-2, mesmo placar sofrido pelos egípcios Ayman Shoukry e Usama Eltranisy no primeiro set para os poloneses Fijalek e Prudel.

 

Para não dizer que só duplas africanas sofreram placares elásticos, as paraguaias Michelle e Fillipo tiveram uma estreia inusitada. Depois de vencerem as australianas Bawden e Clancy por 21 a 17 no primeiro set, perderam a segunda parcial por 21 a 8 e o tie break por 15 a 1.

 

Os jogos de duplas brasileiras no domingo são:

 

11h – Amsterdã – RICARDO/EMANUEL x Stoyanoskiy/Yarzutkin (Rússia)
13h – Amsterdã – LARISSA/TALITA x Radarong/Udomchavee (Tailândia)
14h – Apeldoorn – ÁGATHA/BÁRBARA SEIXAS x Candelas/Ríos (México)
15h – Amsterdã – JULIANA/MARIA ELISA x Pata/Matauatu (Vanuatu)
15h45 – Haia – TAIANA/FERNANDA BERTI x Williams/Sekhonyana (África do Sul)
16h – Appeldoorn – ALISON/BRUNO SCHMIDT x Jefferson/Cherif (Qatar).




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »