Search
Thursday 21 November 2019
  • :
  • :

Duelo entre Rexona-Sesc e Dínamo Moscou teve show de Drussyla e diferença mínima de pontos em todos os sets

Crédito: Divulgação/FIVB

 

A partida valia uma vaga na semifinal do Mundial de Clubes Feminino disputado em Kobe, no Japão. Entre Rexona-Sesc (atual pentacampeão consecutivo da Superliga) e Dínamo Moscou (convidado pela FIVB), somente um passaria para a próxima fase da competição. Diante deste cenário e em um jogo repleto de rallys e viradas, a equipe carioca, comandada por Bernardinho, levou a melhor por 3 sets a 1, com parciais de 25-23, 23-25, 25-23 e 25-23).

 

Como de costume, a oposto Natalyia Goncharova foi a maior pontuadora do confronto, com 22 bolas no chão (21 em ataques e 1 em saque). No entanto mais uma jogadora teve a mesma pontuação e foi a jovem Drussyla, que aos seus 20 anos teve uma atuação de veterana, não se intimidou perante o poderoso bloqueio russo e marcou importantes 22 pontos (18 em ataques, 3 em bloqueios e 1 em saque). Outros destaques da equipe brasileira foram Juciely, com 17 pontos (14 em ataques e 3 em bloqueios) e Monique, com 15 (14 em ataques e 1 em bloqueio).

 

Com o triunfo carioca, o Rexona-Sesc ocupa o segundo lugar do Grupo A e se classifica automaticamente para a semifinal do torneio. O turco VafikBank, que joga contra o Hisamitsu Springs na madrugada desta sexta-feira (12/05), já está com o primeiro lugar da chave assegurado, independente do resultado de seu compromisso contra as nipônicas.

 

Daniel Rodrigues

 

 




13
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
6 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
Terezinha pretaDianaballENTENDEDORRafaela S CardosoKimerov Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Terezinha preta
Visitante
Terezinha preta

Estamos nas semi, bora guerreiras , vencer as girafas do volero!

Rafaela S Cardoso
Visitante
Rafaela S Cardoso

Que fase da Drussyla!! Q seja pra ficar! Seleçao está precisando muito e pra ela a rodagem d seleçao só vai acrescentar Que fase da Monique! Uma verdadeira oposta-líbero, duvido q hj exista outra jogando neste nível. Pior pra helô, q foi pro clube exatamente na melhor fase da vida da Monique, em 2015/2016 Helô vinha tao bem, se tivesse ido pro Bauru ou Brasília poderia ter mantido a crescente ao invés d mergulhar nessa decrescente, tadinha, com 1,89 e jogando bem seria destaque certo Juciele continua bebendo da fonte da eterna juventude, apesar da idade e estatura, continua sendo… Ler mais »

Dianaball
Visitante
Dianaball

Repito: vcs são fantásticos no discernimento. Parabéns pois vcs entendem realmente de vôlei. Deixam a torcida de lado e são imparciais. Adoro ler esses comentários desse estilo: alto.

ENTENDEDOR
Visitante
ENTENDEDOR

O Rexona ontem me surpreendeu. Destaque absoluto para duas jogadoras: Juciely – a melhor central do Brasil atualmente, sempre ótima, pena que já tem uma idade avançada, e Drussyla – viradora de bola, joga com raça e mesmo apesar de alguns erros de recepção, compensa e muito no ataque. Hoje Drussyla é melhor que Gabi. Espero que na seleção ela tenha oportunidade de ser titular juntamente com Natália nas pontas, aí sim o Brasil irá demonstrar agressividade e poderio de ataque pra competir com chinesas, americanas e sérvias. O Time ideal da seleção pra essa temporada deveria ser: LEVANTADORA –… Ler mais »

Kimerov
Visitante
Kimerov

A Atuação da Goncharova foi satisfatória. Sozinha não iria resolver tudo. Ela não irá para o Granprix. Nem a Kosheleva. O GP será prova e tira tema para as Americanas e Chinesas. No Mundial de clubs a Turquia deverá vencer. A ZHU esta com eles. Minha torcida é para o Volero. A cubana Carcases esta excelente:virou o set no final, com saques e ataques no momento em que o club brasileiro estava na frente e prestes a fechar o set. A cubana estar bem melhor do que quando atuou no BRA: mais envolvida,mais feliz, com um bem estar melhor. Os… Ler mais »

Kimerov
Visitante
Kimerov

Foi grotesco , a Yanna Shcherban tenha saído apenas no 4º set – depois de uma serie de erros. Ela praticamente entregou o set ao errar recepções e saque – nas horas importantes do jogo. A Bethania De La Cruz teve que falar para ela usar o toque na recepção. Não tem nível de seleção. A derrota do Moscow deve ser creditado ao técnico que não sabe nada de estrategias de jogo e não alterna as jogadoras titulares com o banco. Técnico ultrapassado e medíocre. O novo técnico russo tinha elogiado uma jovem jogadora por apresentar características das jogadoras Sokolova… Ler mais »

Albuquerque
Visitante
Albuquerque

Me pergunto se a Kosianenko é jogadora profissional, como é possível alguém tão terrível ser titular de um time ou de uma seleção como ela, chega a doer na vista suas jogadas repetidas para a pobre Goncharova, que corre o risco de desenvolver LER no braço de direito. Ela quando tem a oportunidade de um contra-ataque rápido com alguma central prefere lançar um balão para a oposta russa. Shcherban não passa, não defende e não ataca, mas o velhote só vai tirá-la quando a merda está pronta. Ok que a nossa seleção atual dificilmente baterá sérvias, chinesas e americanas, mas… Ler mais »

Alessandro
Visitante
Alessandro

Kosianenko não integra mais a seleção russa, pelo menos não enquanto o treinador Kuzyutkin for o comandante. Ele disse em uma entrevista que ela não apresentou evoluções reais nem na seleção nem no clube, dando a entender que ela não faz parte dos seus planos. O mesmo vale para Malykh e Voronkova. Para levantadoras ele convocou: Evgeniya Startseva (Kazan) Vera Vetrova (Moscou) Irina Filishtinskaya (Kazan) Tatiana Romanova (Odintsovo) Goncharova e Kosheleva com uma boa levantadora, como Startseva por exemplo, ainda podem destoar. Há também Ilchenko, uma jovem talento que possui características de Artamonova e Sokolova, pois passa muito bem, saca… Ler mais »

Paulo Dantas
Visitante
Paulo Dantas

Temos que agradecer pela Russia ter tantas levantadoras medíocres. A única que se salvou ao longo das últimas décadas foi a Irina. Mesmo a Gretcheva e Startseva nunca foram lá grandes coisas, apesar de um pouco melhoradas.
Que bom que é assim! Imagina se com as atacantes que tem e que teve na história a Russia ainda tivesse levantadoras como a Fernanda e a Fofão. Seria covardia com os outros times.

L. Mesquita
Visitante
L. Mesquita

O SESC RJ teve mais preparo FISICO e PSICOLOGICO pra vencer essa dura BATALHA LONGUISSIMA,demorada mesmo!!!Quem acompanhou o aquecimento dos times,deveria estar esperando um verdadeiro MASSACRE das gigantes do DINAMO sobre as baixinhas brasileiras…Ledo engano,em quadra DAVI derrubou Golias e muito bem derrubado!MONIQUE, pra mim, foi a melhor em quadra, com 14 pontos de ataque e um de bloqueio,ela defendeu corajosamente os potentes ataques das gigantes e teve um desempenho superior a todas as liberos presentes em quadra,ANA MALOVA e FABI.MONIQUE fez incriveis 27 defesas, com apenas 2 errinhos nesse fundamento,um aproveitamento espetacular de defesas.Em segundo lugar veio FABI que… Ler mais »

Paulo
Visitante
Paulo

Análise perfeita! Carol anda muito insegura no ataque.

Rafaela S Cardoso
Visitante
Rafaela S Cardoso

Ezcelente análise! Traz mto mais informaçao do q a matéria em si..atualmenge nas notícias daqui vou direto aos comentários, q dao 1 banho no q publicam por aqui

Bem q poderiam pegar umas pessoas assim pra agregar conteúdo às matérias, q poderiam ter mto mais qualidade

Dianaball
Visitante
Dianaball

De acordo com a Rafaela. Vou direto pros comentários. Nós torcedores sabemos mais da matéria do que esses jornalistas (?) e comentaristas ( né capitão Carlão? – o homem das estatísticas. Kkkkk.
O único que salva pra mim é o Marco Freitas.

Translate »