Search
Saturday 7 December 2019
  • :
  • :

Elize Maia/Fernanda Berti e Thiago/Oscar participam da etapa Open de Anapa

Foto: Divulgação/CSV

Uma das novidades da temporada 2013 do Circuito Mundial é a realização de duas etapas na mesma semana. Enquanto nos Estados Unidos acontece o Grand Slam de Long Beach, que tem início nesta segunda-feira (22/07), na Rússia entra em cena nesta terça-feira (23/07) o Open de Anapa, no qual o Brasil será representado por duas duplas: Elize Maia/Fernanda Berti, no feminino, e Thiago/Oscar, no masculino, que já largam do torneio principal.

É a segunda etapa Open da atual edição do Circuito Mundial. A primeira, inclusive, realizada em Fuzhou, na China, abriu a competição. Foi a única, aliás, que não contou com duplas brasileiras no pódio. A grande diferença do Open para o Grand Slam é que conta menos pontos para o ranking e a premiação é menor. Como as principais duplas estão nas areias californianas, os técnicos Marcos Miranda e Letícia Pessoa escalaram Elize/Fernanda e Thiago/Oscar, respectivamente, para defenderem o país.

Dos quatro atletas, Thiago é o único que disputou etapas este ano – formou dupla com Hevaldo em Fuzhou e Xangai, quando Alison estava com uma lesão no dedo mínimo da mão esquerda, ainda sem condições de jogo com seu parceiro Emanuel. Oscar também não é um novato, pois jogou em anos anteriores. Já a dupla feminina fará sua grande estreia em um Circuito Mundial, apesar de a capixaba Elize Maia ter jogado as etapas do Brasil em 2008, 2009, 2011 e 2012.

“Mas agora é totalmente diferente, pois será minha primeira vez lá fora no Circuito Mundial, o que sempre foi meu objetivo, desde que comecei a jogar. Talvez esse seja o primeiro passo de uma grande realização profissional. E ir para a Europa com uma parceira com a qual tenho uma enorme sintonia, a confiança passa a ser ainda maior”, comentou Elize, que formou dupla com Fernanda Berti em oito das nove etapas do Circuito Sul-Americano 2012/2013, sendo campeãs em quatro e vice em outras três.

“Crescemos muito como equipe e ajudamos a conquistar esse título sul-americano para o Brasil. Foi um torneio fundamental para nos conhecermos melhor. Até porque sempre joguei na entrada e, com a Fernanda, passei a jogar na saída. Ela é mais alta e tive que me especializar na defesa. E com o bloqueio alto, ela me ajuda muito. Tenho gostado dessa nova função. Jogar essa etapa do Circuito Mundial será uma grande oportunidade para nós duas. E vamos tranquilas, pelo bom trabalho que temos feito”, afirmou.

No mês passado, elas tiveram a chance de debutar na Europa. Apesar de não ser uma competição oficial da FIVB, o FxPro Monte Carlo Beach Volleyball Tournament, em Monaco, deu a oportunidade de Elize e Fernanda jogarem contra boas duplas de Alemanha, Estados Unidos, Canadá, Rússia, Áustria, Espanha e Japão, e saberem em que nível estão. Resultado: voltaram para o Brasil com o título, batendo na final as alemãs Julia Sude e Chantal Plowman por 2 a 1, parciais de 21-16, 18-21 e 15-13.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »