Search
Wednesday 21 June 2017
  • :
  • :

Em busca de dinamismo no vôlei, técnicos de todo mundo e a FIVB propõem novas regras

Créditos: Washington Alves/Inovafoto/CBV

 
Técnicos do mundo todo se reuniram na Suíça, na sede da Federação Internacional de Vôlei, para discutirem possíveis mudanças nas regras de vôlei, entre eles, estava José Roberto Guimarães, técnico da seleção feminina.

 

Uma das pautas mais inovadoras será testada nos Mundiais sub-23 deste ano, onde as partidas terão sete sets de 15 pontos cada.

 

A ideia da proposta é deixar os jogos mais ágeis e atrativos, já que vai diminuir o número total de pontos da partida.

 

Além de outras propostas em discussão, nas próximas disputas oficiais, será eliminada a linha que limita o espaço onde os treinadores ficam durante os jogos.

 

Os técnicos e a FIVB estão confiantes que as novas regras e mudanças vão tornar o vôlei mais atrativo e dinâmico para o público e apostam que a inovação seja um dos caminhos.

 

Tem cupom de desconto exclusivo pra você na FutFanatics. Use o código: MV10FUT

6




Deixe um comentário

11 Comentários em "Em busca de dinamismo no vôlei, técnicos de todo mundo e a FIVB propõem novas regras"

Auto Notificar:
avatar
Ordenar por:   o mais novo | mais velho | mais votado
Andre
Visitante

15 pontos???? Vc vai pagar um ingresso caro pra ver 30 min de jogo. O que teriam que fazer eh acabar com tempos técnicos como no futebol e implantar a substituição de atletas como eh no handball. Aí sim … ficaria dinâmico mas sem acabar com o jogo.

TITANIC 100 ANOS
Visitante

sets de 15 pontos? não dá. Já não basta o fiasco que foi aquela implantação de sets de 21 pontos imposto por uma certa emissora. Deveria acabar esses tempos técnicos no oitavo e décimo sexto ponto. As substituições deveriam ser ilimitadas, o tempo de saque deve ser de no máximo 5 segundos e no voley feminino deveriam aumentar a rede pra 2,35 pq essa rede de 2,24 é baixissima. No masculino poderia deixar como está.

Andre
Visitante

A rede nunca vai aumentar pq o Japão eh quem tem o dinheiro e as japonesas não atacariam. Sao muito baixas e sem impulsao. Eles nao tem nenhum interesse. Obs. Vai ter muita brasileira virando libero, ou tentando.

Alessandro
Visitante

A maioria das nossas atacantes não conseguiriam atacar. Além de não termos um plantel servido de jogadoras altas, elas não tem poder expressivo de salto.

Janil
Visitante

Discordo parcialmente de vc TITANIC. Apostaria mais em elevar a rede no feminino para 2,30m e no masculino para 2,50m. Tempo para sacar de 5 segundos, cada time teria direito a somente 1 consulta para conferir o rodízio, eliminar os tempos técnicos e substituição igualzinha a do handball.

Mineiro
Visitante

Esporte que jamais para e não se contentam em continuam a mudar as regras do VOLEI…. Cansa isso. Diminuir os pontos não concordo.

Luis Raimundo
Visitante

Acho totalemte ridicula a ideia de 7 sets com 15 pontos. Querem inovar e trazer dinamismo então acabem definitivamente com as paragens definitivas aos 8 e 16 pontos, deixando apenas os tempos tecnicos, isso melhorou muita a superliga, melhoraria a nivel internacional também com certeza

Titanic 100 anos
Visitante
Percebo q o vôlei esta ganhando grande notoriedade mundo a fora, principalmente o vôlei brasileiro e isso ameaça essa hegemonia pífia e mafiosa do futebol. Sendo assim, a cada temporada tentam criar regras pra depreciar esse esporte q tem sido a alegria do nosso esporte como 21 pontos por set, monopolizando o esporte numa única emissora, estabelecendo um ranking que torna um time brasileiro incapaz de nos representar lá fora diante de times estrelares. Na década de 90 me lembro muito bem q nossa seleção era massacrada pela seleção cubana e isso sempre era noticia de primeira pagina. Hoje como… Ler mais »
alan
Visitante

TAEEEEEEEEEEEEEE. DISSE TUDO! É O MONOPÓLIO DO FUTEBOL E A PRESSÃO DA TV. COMO A GLOBO VAI APRESENTAR TODO A VIDA DE CADA JOGADOR DE FUTEBOL NA EUROPA NO ESPORTE ESPETACULAR??? NÃO VAI DAR TEMPO…..

Stênio
Visitante

“Massacrada pela seleção cubana na década de 90”??? Cuba era a melhor seleção, mas não éramos massacrados não! Tanto que ganhávamos vários jogos delas, mesmo com Mireya, Regla Torres, Carvajal, etc. O problema é que elas ganharam os principais torneios (Olimpíadas, Mundial…) e o Brasil ganhava Grand Prix…

José
Visitante

Esse pessoal da FIVB vai acabar estragando o esporte.

wpDiscuz
Translate »