Search
Monday 18 November 2019
  • :
  • :

Em duelo pela liderança, Sollys/Nestlé faz clássico laranja com Vôlei Amil pelo Paulista

Foto: Divulgação

Clássico dos

A partida desta quarta-feira entre Sollys/Nestlé e Vôlei Amil vale a liderança do Campeonato Paulista 2012. Os dois times fizeram quatro jogos e ainda não foram derrotados na competição estadual. Após o tetracampeonato Sul-Americano e a vaga garantida para o Campeonato Mundial de Clubes, o Sollys/Nestlé está totalmente voltado para este duelo contra o clube campineiro, que será realizado no Ginásio José Liberatti, às 21h, em Osasco, com transmissão do SporTV2. Para manter a invencibilidade, a equipe laranja conta com a força do trabalho coletivo, já que manteve a base que conquistou a Superliga.
 
 As campeãs olímpicas Sheilla, Thaisa, Adenízia, Fernanda Garay e Jaqueline já estrearam no Sul-Americano. Para a capitã Jaqueline, o Sollys/Nestlé terá no Vôlei Amil o primeiro grande desafio da temporada. “Acredito que fisicamente elas estão um pouco melhor que a nossa equipe. Nós ficamos três semanas paradas e tivemos mais desfalques, já que a equipe delas está jogando junta desde o início da temporada. Isso é um fator que pode nos prejudicar, mas não serve como desculpa”, disse. “Enfrentar a equipe do Amil é sempre um jogo importante. Será assim tanto no Paulista quanto na Superliga. É uma equipe que veio para brigar e tentar ganhar, por isso, o Sollys/Nestlé está bem focado e preparado para esse jogo que, teoricamente, é o primeiro jogo de maior relevância desde que voltamos”, completou Jaque.

“O Sollys é o time mais forte do Brasil hoje e tem uma boa base, que já joga junto e está entrosado, apenas agregando algumas peças. Vai ser um importante teste para avaliar em que estágio estamos nesse início de trabalho”, afirma o técnico da Amil, José Roberto Guimarães. Para ele, em função da qualidade do adversário, a Amil terá que fazer um jogo impecável tática e tecnicamente para voltar para Campinas com a vitória.

Destaque na defesa da Amil, a líbero Suelen não se assusta com a potência do ataque adversário e só pensa na vitória. “Vai ser um jogo difícil, contra um adversário direto, mas estamos em um crescente muito bom. Dá, sim, para fazer o nosso melhor e tentar sair de Osasco com uma vitória”, garante.

Para a meio de rede Natasha o confronto entre os únicos invictos do Campeonato Paulista será eletrizante. “Vai ser um jogo bem pegado, pois as duas equipes têm atletas de muita qualidade. Acredito que eles têm um bloqueio muito bom e nosso passe terá de sair com qualidade para podermos enfrentá-lo. E a mesma coisa de lá para cá. Nosso time vem bloqueando muito bem e com um ritmo de jogo muito positivo”, completa.

A capitã Walewska aponta a necessidade de sacar bem para quebrar o passe do Sollys e, consequentemente, dificultar o ataque do adversário. “Nosso time já saca bem, e é claro que podemos e vamos melhorar, mas precisaremos muito do nosso serviço para a Fabiola não jogar com a bola na mão. Mas estamos mostrando evolução a cada jogo e vamos lutar muito pela vitória”, disse.

O auxiliar técnico Paulo Cocco concorda com a capitã do Vôlei Amil. “Teremos que jogar muito bem taticamente e sacar forçado para tirar um pouco o poderio ofensivo do Sollys. Elas têm duas meios pesadas (Thaisa e Adenizia), que abrem muito espaço, e recebem muitas bolas. A gente precisará de uma boa ajuda do bloqueio para jogar bem na defesa.”, avalia.

 



Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »