Search
Sunday 21 July 2019
  • :
  • :

Em jogo eletrizante, Sesi-SP supera Brasil Kirin e é finalista do Paulista

Foto: Lucas Dantas/Sesi-SP/Divulgação.

Depois de perder o jogo normal por 3 sets a 0, com parciais de 22-25, 21-25 e 24-26, o time do Sesi-SP levou a melhor sobre o Brasil Kirin na noite da última quinta-feira (16/10) no golden set e é finalista do Campeonato Paulista 2014. A parcial extra foi necessária porque o Sesi-SP havia vencido o primeiro jogo em São Paulo por 3 sets a 1. O set decisivo foi equilibrado até o vigésimo ponto, mas o time campineiro errou nos momentos decisivos e a formação de Marcos Pacheco foi melhor e bateu os donos da casa por 25-20.

Para Pacheco, no jogo normal, prevaleceu a força de conjunto do Brasil Kirin. Ele disse que, ciente da possibilidade de “golden set”, procurou escalar os garotos no segundo e terceiro set. “Foi um quebra-cabeça e tivemos competência para ser eficientes”.

Na análise do líbero Serginho, foi um jogo de superação. “A gente perdeu o jogo por 3 sets a 0 e jogando mal. É muito difícil superar isso, mas tivemos calma e aproveitamos as oportunidades, principalmente na hora de sacar”. O adversário sairá do duelo entre São José e Taubaté.

Já o técnico do time campineiro, Alexandre Stanzioni, lamentou a derrota. ”Fomos muito bem durante o jogo, mas infelizmente perdemos no Golden Set. Agora é virar a chave e pensar na Superliga”.

A equipe do Sesi atuou com Marcelinho, Théo, Rogério, Lucão, Douglas e Lucarelli, além do líbero Serginho. Também atuaram Rafael, Aracaju e Thiaguinho, Thales e Mão. Já o Brasil Kirin entrou em quadra com Sandro, Wallace, Vini, Luizinho, João Paulo Bravo e João Paulo Tavares, além do líbero Alan. Entram também, Jotinha, Michael, Baiano e Gustavão

O JOGO

Intenso. Talvez essa seja a melhor definição do primeiro set. O jogo começou quente e o time da casa buscou força nas arquibancadas lotadas do Taquaral para ir pra cima do adversário e impor o seu ritmo de jogo. O Sesi-SP, que também contava com o apoio de um grupo de torcedores que compareceu para apoiar a equipe, tratou de manter o equilíbrio da partida. Durante a maior parte do tempo, a vantagem dos campineiros era de dois a três pontos e assim se manteve até o final, quando o Vôlei Brasil Kirin fechou o primeiro set em 25-22.

O segundo set começou equilibrado, mas uma sequência de bloqueios do Vôlei Brasil Kirin abriu boa vantagem no placar e obrigou o treinador adversário a pedir parada técnica quando estava 10-6. Com o levantador Sandro desequilibrando e o ponteiro João Paulo Bravo virando boas bolas, a vantagem chegou a ser ainda maior: 17-12. Mantendo a regularidade, os campineiros buscaram a vitória da segunda etapa e fecharam o placar em 25-21.

Para definir. O Vôlei Brasil Kirin precisava fechar o terceiro set para vencer o jogo e forçar o Golden Set. E assim o fez: com a entrada do meio de rede Gustavão e o ponteiro João Paulo Tavares aparecendo nas principais jogadas de ataque da equipe, o time de Campinas manteve o equilíbrio e vantagem de dois pontos até o Sesi-SP empatar em 22-22. A partir daí, as equipes disputaram ponto a ponto – melhor para os campineiros, que fecharam em 26-24 e venceram o jogo por 3 sets a 0.

Mas não acabou por aí. Depois da derrota na última sexta-feira (10) fora de casa, o Vôlei Brasil Kirin precisava ganhar a partida no Taquaral para levar a decisão para o set desempate – o chamado Golden Set. O Sesi começou melhor e chegou a abrir três pontos de vantagem em 8-5, mas os campineiros viraram na mesma medida: 13-10. O oposto Wallace chamou a responsabilidade e o jogo continuou pegado. Ao final, o Sesi acabou fechando por 25-20 e está na final do Campeonato Paulista.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »