Search
Saturday 20 July 2019
  • :
  • :

Em noite de líberos machucadas, Rexona bate Brasília; Minas também vence

Divulgação/CBV

Rexona tem motivos pra comemorar, mas situação de Fabi preocupa

Maior campeão da história da Superliga feminina de vôlei, o Rexona-AdeS confirmou o favoritismo diante do Brasília Vôlei na noite desta sexta-feira (5). Jogando em casa, o time do técnico Bernardinho aplicou 3 sets a 0 sobre as rivais do Distrito Federal, com parciais de 25-19, 25-17 e 25-19.

Apesar do resultado, o que mais chamou a atenção no duelo foi o fato de as duas líberos em quadra terem se lesionado. Ainda no primeiro set, Fabi precisou ser substituída por Amanda por sentir fortes dores nas costas. Já na segunda parcial, foi a vez de Verê sair quando Gabi acertou uma bolada em cheio no seu rosto. Michelle entrou no lugar dela.

O caso da ex-jogadora da seleção brasileira é o que mais preocupa, visto que, ao receber o primeiro atendimento médico, Fabi estava chorando muito à beira da quadra. De acordo com reportagem do “SporTV”, neste momento Bernardinho falava frases do tipo “Eu falei para não ir, mas ela é teimosa”, dando a impressão que a jogadora já se queixava de dores antes.

Tal persistência, aliás, ficou evidente quando, assim que se recuperou um pouco, Fabi passou a pedir para voltar a jogar. Obviamente não foi atendida. Ao término do jogo, ela precisou ser carregada até os vestiários por Bernardinho e pelo fisioterapeuta Guilherme Tenius, o Fiapo.

Falando novamente do jogo, o Rexona apostou em Bruna como oposta titular e teve sucesso. Com um passe ruim e baixo aproveitamento no ataque, apenas no terceiro set Brasília conseguiu equilibrar um pouco as ações, mas não foi o suficiente para evitar o 3 a 0. Com 14 pontos, Gabi foi a maior pontuadora, mas a levantadora Fofão acabou eleita a melhor em quadra.

O resultado faz com que o Rexona mantenha a terceira colocação da Superliga feminina, agora com 20 pontos, um a menos que o Sesi. A liderança, com 23, é do Molico Osasco, que esta noite perdeu seu primeiro ponto da atual edição ao só vencer o Pinheiros no tie-break. As três equipes ainda estão invictas, mas Osasco possui um jogo a mais que os rivais. Já Brasília é o nono colocado, com cinco pontos.

Minas

Em recuperação depois de um início muito ruim na Superliga, o Camponesa/Minas chegou à terceira vitória seguida ao bater o Rio do Sul/Equibrasil por 3 sets a 0, parciais de 25-21, 32-30 e 25-17, em Santa Catarina. A experiente central Carol Gattaz teve desempenho de destaque e foi premiada com o Troféu VivaVôlei. A ponteira Carla também colaborou bem com a vitória e foi a maior pontuadora, com 12 acertos.

Jaqueline, mais uma vez, iniciou a partida entre as reservas. O técnico Marco Antônio Queiroga tem colocado a jogadora aos poucos, sem se precipitar, já que Jaque estava há muito tempo sem atuar. Nesta sexta-feira, entrou ainda no primeiro set e contribuiu para a vitória com cinco pontos marcados, sendo quatro de ataque e um de bloqueio.

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »