Search
Thursday 23 January 2020
  • :
  • :

Érika sofre contusão e faz tratamento com médico da Inter de Milão na Itália

 10/01/12 – Fim do recesso também no voleibol do Azerbaijão e, a jogadora Érika Coimbra, que passou o natal com a família no Brasil, sofreu uma contusão no treino da sua equipe Igtisadchi na manhã do último domingo. A atleta conta que aguardava o saque quando a brasileira Verônica foi em sua direção quando houve o choque. "Por má sorte, ela deu uma joelhada bem forte na minha tíbia e o sangue coagulou", disse a atleta.


Érika treinava para a partida desta quarta-feira, dia 11, na Itália, contra o Yamamay Busto Arsízio, pelo campeonato europeu. A jogadora conta que embora o Azerbaijão esteja avançando forte em diversos aspectos, o país ainda sofre com a precariedade da medicina, o que prejudicou na hora do diagnóstico no clube que ainda forçou sua viagem para a Itália com a delegação do Igtisadchi normalmente, pois os médicos da equipe não acreditavam ser algo grave.

"Tenho um grande amigo na Inter de Milão que joga futebol por lá. Pedi a esse meu amigo para ver um médico e ele esta me ajudando em tudo aqui", comentou a brasileira que iniciou um tratamento com o Dr. Franco Combi, chefe do departamento médico da equipe italiana, que vem auxiliando na recuperação enquanto Érika está no país com o grupo.

Assim que chegou a Itália, ela disse que Combi ficou muito preocupado em sua primeira impressão, vendo que sua canela estava toda muito inchada, mas que fazendo uma melhor análise, foi possível detectar que a pancada não alcançou o osso.

"O problema é que uma veia está entupida e o sangue não circula, estou tomando umas injeções para tentar ajudar na circulação. Hoje (terça-feira) vou fazer uma intervenção de drenagem para tentar tirar o sangue e, caso não dê certo, vou ter que fazer uma mini cirurgia para colocar o sangue morto pra fora", enfatizou a camisa 1 do time de Baku.

De acordo com o médico, o retorno da atleta está previsto para daqui a três semanas, mas ela está confiante em retornar aos treinos no máximo em sete dias.

"Tenho fé de que tudo vai se resolver. Pena que amanhã não poderei entrar em quadra para ajudar meu time em um jogo tão importante. Agora vamos trabalhar para tentar voltar no próximo jogo de volta, em Baku", finalizou.
 
Foto: MVP/Divulgação



Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »