Search
Saturday 14 December 2019
  • :
  • :

Finalista!!! Brasil se impõe contra Bulgária e vai em busca do Deca na Liga

Foto: FIVB

Estamos na final. É com essa frase que o Brasil fecha a sua melhor partida na fase final da Liga Mundial de Vôlei, neste sábado (20/07), em Mar del Plata, na Argentina.

Pela semifinal, diante da Bulgária, o Brasil apresentou a regularidade e a consistência de jogo que não apareceu nos outros jogos e com uma vitória por 3 a 1, parciais de 25-12, 25-17, 23-25 e 25-16, garantiu a participação em mais uma final  da Liga Mundial.

Apesar dos problemas pré e durante o jogo (a ausência de Leandro Vissotto, ainda sem condições devido a um estiramento no joelho, Éder, que sentiu um problema antes da partida, e de Dante, que tomou uma pancada de Lucarelli no joelho após um choque em um lance), o Brasil soube mostrar que tem um conjunto melhor e fez por merecer, chegando a tornar em certos momentos fácil, a vitória.

Com 24 pontos, Wallace foi o destaque do time brasileiro e recebeu o prêmio de melhor jogador da partida. Lucarelli marcou 15 pontos e Lucão 10. Pela Bulgária, o temido Sokolov teve atuação apagada e marcou apenas 6 pontos, longe dos 16 marcados por seu companheiro Aleksiev.

Após o jogo, Bernardinho elogiou muito a atuação da sua equipe e falou dos problemas com os jogadores. “Fizemos um bom trabalho. Jogamos bem no ataque, o time cresceu no jogo. Tivemos uma lacuna no terceiro set por falta de continuidade. Jogamos com muita inteligência, botamos muita pressão do lado de lá. Quanto aos problemas, não dá para controlar, então não me chateia isso e pensamos nas soluções. O bacana é que aos poucos, a garotada vem entrando e jogando bem. É bom pensando lá na frente, em termos de crescimento dentro do ciclo”, disse Bernardinho.

Sobre os ausentes, Bernardinho disse que vai aguardar o parecer do médico para definir o time da final. “Condição eles tem de jogo (Vissotto e Éder), mas hoje não quis arriscar de ficar só com três opções no banco. Sobre o Dante não tenho um parecer e vamos aguardar. Temos outras opções e durante a noite vamos pensar nelas”.

Mário Júnior, destaque na defesa e procurando se firmar cada vez mais como o novo líbero titular do time, enalteceu a equipe. “O Brasil hoje fez os dois primeiros sets bons e deixamos a desejar no terceiro. Voltamos no quarto set e vencemos. Acho que o intervalo maior do segundo para o terceiro set prejudicou um pouco e voltamos mornos para o terceiro set. Mas no fim deu tudo certo”.

Sobre o duelo contra a Rússia, o líbero afirmou que o time está preparado para o duelo. “O Brasil vai preparado. É um grupo novo e mostrou que pode manter o mesmo ritmo na partida inteira mesmo com trocas. Vamos estudar bem eles hoje a noite e espero que consigamos a vitória amanhã”.

Wallace também falou ao final do jogo e disse que contra a Rússia, a equipe precisa manter o bom saque apresentado hoje. “Hoje sabíamos que eles tinham dificuldades na recepção e como não entrava nosso saque viagem, mudamos para o flutuado e deu certo. Contra a Rússia será a mesma coisa. Eles não tem nenhum exímio passador e se não entrar o viagem vamos entrar com o flutuado também”.

Brasil e Rússia fazem a final da Liga Mundial neste domingo, às 20 horas.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »