Search
Monday 21 October 2019
  • :
  • :

Centrais se destacam e Fluminense vence São Caetano

Central Lara foi a melhor da partida. (Foto: Divulgação/Fluminense)

Por Júnior Barbosa

No Ginásio da Hebraia, o Fluminense recebeu o São Cristóvão Saúde/São Caetano 25/21, 25/18, 22/25 e 25/22). A partida, válida pela nona rodada da Superliga Feminina 2017/2018, teve como melhor jogadora a central Lara, eleita pelo público para receber o troféu Viva Vôlei. O tricolor chegou aos 14 pontos e se manteve na sexta colocação. Já o Sanca estacionou nos 9 pontos, em oitavo lugar.

O próximo compromisso do Fluminense será no dia 30, em São Paulo, contra o Pinheiros. O São Caetano também joga fora de casa, contra o BRB/Brasília Vôlei, no dia 2 de dezembro.

O jogo

No primeiro set, as duas equipes alternaram bons momentos, mas o Sanca conseguiu uma pequena vantagem até a segunda parte da parcial, mas o Tricolor foi corrigindo os erros e equilibrou (18 a 19). Com um ataque para fora de Sabrina, a partida empatou em 19 a 19, mas Fernanda Tomé colocou novamente as visitantes em vantagem. Com a central Letícia Hage, sobre Tomé, o placar passou a ser favorável para as anfitriãs. O set point chegou com bloqueios de Renatinha e Hage. A central, também foi uma das jogadoras mais eficientes do jogo.

A segunda parcial começou de forma parecida. O Sanca abria vantagem, mas o Fluminense empatava. Com uma jogada rápida, Lara colocou as cariocas na frente (17 a 16), obrigando o técnico Hairton Cabral a pedir tempo técnico. Com um ponto de ace de Michelle, a vantagem aumentou para 3 pontos (19 a 16) e, novamente, outro pedido de tempo. A partir daí, o domínio foi do Fluminense e, com uma bela sequência de saques de Lara, veio o set point (24 a 17). Com Thaisinha, veio o 25 a 18 (2 a 0).

Na terceira parcial, o São Caetano voltou disposto a buscar a parcial e abriu 0 a 3. Com um bloqueio de Sonaly em Renatinha, a vantagem seguiu (4 a 6). A central Gabi Pena, que veio do banco, marcou dois pontos de bloqueio seguidos (4 a 8) e, desta vez, foi o técnico do Fluminense, Hylmer Dias, quem pediu tempo. Thalia, que também entrou no decorrer da partida, emendou saques seguidos (4 a 10). Outra parada do Flu aconteceu para tentar conter o crescimento das paulistas (5 a 13). Com erros do Sanca, o placar foi para 8 a 14 e veio a primeira parada do time no set. E a diferença caiu ainda mais (13 a 16). O Flu vacilou e Fernanda Tomé devolveu a vantagem (15 a 20). Pelas mãos de Thaisinha, novo equilíbrio (21 a 23). Com Mimi Sosa, a vantagem diminuiu (22 a 25) para 2 sets a 1.

O quarto set começou com um susto. Em um lance mais do que inusitado, Mimi Sosa e Fernanda Tomé subiram para bloquear. Em uma tentativa de recuperar a bola, a argentina usou um dos pés para levantar a bola, que bateu no rosto de Fernanda Tomé e voltou para a quadra do Fluminense. A ponteira do Sanca sentiu e o jogo parou por alguns instantes para que ela pudesse ser atendida. Com Mimi, no ataque e com um ace, o placar foi para 1 a 4, com paralisação pelo Flu. O Sanca parou novamente o jogo quando Hage parou Sosa (11 a 11). Novamente, o Sanca abriu e o Flu apostou na inversão 5 a 1 e foi com a oposto reserva Pamela que o Flu virou (15 a 14), por um bloqueio e, logo depois, 17 a 14. Com duas pancadas de Tomé, novo equilíbrio (19 a 18), mas a levantadora Ana Flávia, que também entrou no decorrer do jogo, errou o saque (21 a 18). Tomé, com fortes ataques, levou o placar para 22 a 21. Depois de uma parada pelo Flu, Thaisinha passou pelo bloqueio triplo, mas Sonaly também marcou (23 a 22), e Hage definiu o match point. A bola do jogo veio com um bloqueio de Lara (25 a 22) e 3 a 1.

 

Quer aproveitar a Black Friday antecipada da Futfanatics? Corre lá que os preços estão incríveis!




9
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
TITANIC 100 ANOSMarca FreitajãoPauloMario Teodoro Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
TITANIC 100 ANOS
Visitante
TITANIC 100 ANOS

É muito triste ver a Fernanda Tomé ser uma jogadora limitada. Triste mesmo. Mesmo que ela seja a melhor jogadora do São Caetano ela peca por não ter muita impulsão e potência. Já pensou se ela tive a impulsão, velocidade e potencia de ataque da Thaysinha? e também se ela aprimorasse mais a recepção seria uma das melhores ponteiras do mundo

Paulo
Visitante
Paulo

Acho que ela evoluiu muito no passe, mas realmente não tem explosão muscular e falta coordenação motora. É uma pena mesmo.

Marca Freita
Visitante

só não conseguem ganhar do Rio. Se tremem toda e pane geral!

Paulo
Visitante
Paulo

Nem o Fluminense nem ninguém aliás. Ou estou enganado? Quem é o multicampeão da Superliga?

jão
Visitante

Vixi Maria! Cheio de fãs das irmãs anãs! Bora! Convoquem as duas para a seleção!

Mario Teodoro
Visitante
Mario Teodoro

Se volleyball fosse apenas pontuar, nao existiria atualmente a importantissima posicao de libero. Sim, concordo que era ideal que ela pontuasse mais, mas vc viu a qualidade dos passes? da defesa? do saque?. Isto eh necessario considerar, e se mencionar alem de criticar.
Achei interessante as caracteristicas da levantadora titular do sao caetano, se bem treinada da a impressao que podera evoluir muito.

Paulo
Visitante
Paulo

É verdade, Mario! E, além disso, ela pontua pouco no ataque porque é pouco acionada. No jogo de ontem, não me lembro de ter errado nenhum ataque. Fez uma largada na pequena diagonal linda, tipo de volei de praia.

manu volei
Visitante
manu volei

caraca a micheli não pontua mesmo, o jogo fica por conta da thaisinha e das centrais….

TITANIC 100 ANOS
Visitante
TITANIC 100 ANOS

Verdade manu, THaysinha menor e melhor do que ela resolve no ataque.

Translate »