Search
Monday 14 October 2019
  • :
  • :

Irreconhecível, Brasil perde para a Rússia e fica com vice da Liga Mundial

Foto: FIVB

Não foi desta vez que saiu o deca campeonato do Brasil na Liga Mundial. Em Mar del Plata, neste domingo (21/07), a Rússia foi implacável com a má atuação do time brasileiro e venceu por 3 a 0, parciais de 25-23, 25-19 e 25-19.

O Brasil começou o jogo sem Vissotto e Éder, que ainda sem estarem 100%, ficaram no banco. Com Wallace e Isac em quadra, o Brasil começou o jogo bem e abriu 5 a 0, mas com 4 dos pontos vindo de erros da Rússia. Tão logo o tempo foi solicitado, a Rússia se recuperou e logo igualou o placar. A partir daí, os russos mandaram no jogo.

Com atuação inspirada de Pavlov, com 21 pontos, e Sivozhelez, com 14, a equipe europeia funcionou de forma perfeita no saque, em que fez 5-2 nos pontos, no bloqueio, com 7-2 e no ataque, com 44-30. O Brasil, só ficou com um número maior que a Rússia nos pontos recebidos de erros do adversário: 26-17. Mesmo lançando em quadra Vissotto e William, Bernardinho não conseguiu acertar o time em quadra, acabando derrotado. 

“Ninguém esperava esse placar. Alguns jogadores estiveram um pouco a baixo, foi a primeira final de alguns, mas o fato foi que eles jogaram muito bem. Peço tranquilidade as pessoas, são jogadores de potencial, mas peço calma com as comparações. Chegamos a final com méritos, mas hoje fomos dominados e com o tempo vamos trabalhar para saber enfrentar esse momento. A atuação do nosso time foi aceitável”, disse Bernardinho após o jogo sobre o resultado.

“Temos que reconhecer que eles foram superiores. Quando você deixa eles abrirem uma grande vantagem, eles crescem no jogo. Temos que ter paciência. Estamos buscando um novo grupo e temos que aprender com a derrota. Estamos de cabeça erguida por ter chegado a final, mas claro que estamos tristes pois poderíamos fazer mais”, afirmou Bruno sobre a sensação do resultado.

Apesar de ter errado menos, para Lucarelli, que foi o melhor brasileiro com oito pontos, os erros do Brasil foram mais fatais que os dos russos. “Nossos erros foram mais cruciais. Erramos bolas que não deveríamos errar. Espero que sirva de lição e os erros de hoje não se repitam no futuro.”

Este foi o terceiro título da Rússia na Liga Mundial. O anterior havia sido em 2011 na Polônia. Com a derrota, o Brasil, maior campeão, acumula três anos já sem vencer a Liga.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »