Search
Tuesday 21 January 2020
  • :
  • :

Ivna desabafa sobre críticas recebidas e foca em respondê-las dentro de quadra

Crédito: Alexandre Arruda/CBV

Crédito: Alexandre Arruda/CBV

 

Aos 25 anos, Ivna está de bem com a vida. Convocada para a seleção brasileira a oposto confirmou sua permanência na equipe do Vôlei Nestlé para a próxima temporada. Apesar das propostas recebidas, a jogadora optou pela equipe de Osasco. “Quis cumprir com a minha palavra, concluir o meu contrato, jogar ao lado de jogadoras que gosto, continuar no meu país, na minha casa e, principalmente, continuar vestindo a camisa do Vôlei Nestlé e com a qual tenho gana de vencer “.

 

Na temporada passada Ivna foi a maior pontuadora do time na conquista do título dos Jogos Abertos do Interior, com 102 pontos em cinco jogos, e do bicampeonato do TopVolley, na Suíça. Também foi destaque no tricampeonato paulista e uma das principais responsáveis por levar a equipe à final da Superliga 15/16. Além disso, fez parte da seleção da competição em sete oportunidades: nas duas rodadas das semifinais, três vezes no turno e duas no returno.

 

“Quando optei em voltar ao projeto, no ano passado, assinei um contrato de duas temporadas entendendo que é o melhor no momento para a minha carreira e a Nestlé entendendo que é o melhor para a equipe. Na primeira temporada o objetivo era voltar à final da Superliga e colocar o time novamente no quadro de campeã internacional. Conseguimos mais do que isso. Fomos finalistas em todas as competições que disputamos. O projeto agora para a segunda temporada é chegar à decisão de tudo o que disputarmos para termos a chance de conquistar o maior número de títulos possíveis. A Nestlé, que tanto acredita no nosso trabalho, merece isso”, afirmou a oposto da seleção brasileira.

 

Na final da Superliga 15/16, contra o Rexona/Ades, Ivna era a única jogadora do Molico/Nestlé disputando a quarta decisão consecutiva. Na temporada passada, ela também ultrapassou a barreira dos 1.000 pontos de ataque e dos 150 bloqueios na competição. Apesar de tudo isso, Ivna foi alvo de muitas críticas.

 

“Estou em uma das principais equipes de vôlei do mundo como titular aos 25 anos e cheguei à seleção nacional do meu país, que é respeitado e é referência em todo o mundo. É óbvio que serei alvo de críticas pela evidência que isso me traz. Sei distinguir quando alguém me critica com respeito, educação e de forma honesta. Assimilo tentando aprender e evoluir, não só no vôlei, mas como ser humano. Porém, às vezes, é alguém maldoso e mal educado ou querendo aparecer. O que posso fazer por essas pessoas é orar e pedir a Deus que abençoe o coração delas com amor”.

 

Religiosa, Ivna afirma que não guarda rancor. “Acordo todos os dias para trabalhar honestamente e respeitando todos. A verdadeira família Nestlé sempre me apoiou do começo ao fim e é por ela que jogo. Sempre trataram não só a mim, mas todo o grupo, com respeito e educação, nos empurrando nos momentos mais difíceis. Na seleção brasileira estou convivendo com o mais alto nível do vôlei mundial, com profissionais que já realizaram o meu sonho de vencer uma Olimpíada mais de uma vez. O meu dia, como o de qualquer pessoa, tem 24 horas. Prefiro usar esse meu tempo ouvindo o Zé Roberto e observando a Jaqueline, ao invés de ficar ouvindo ou lendo comentários. Não tenho raiva de ninguém. Dou moral para quem gosta de mim de verdade. Isso me faz bem. Fora isso, é oração”, concluiu Ivna.




3
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Rebbeca MelolucasJoão Pedro Rodrigues Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
lucas
Visitante
lucas

pipoqueira

Rebbeca Melo
Visitante
Rebbeca Melo

hauhauahuahua

João Pedro Rodrigues
Visitante
João Pedro Rodrigues

Ivna, amiga! É isso aí, esteja sempre focada no seu objetivo e sendo dócil para fazer o que Deus tem para você. Você é o nosso orgulho! Deus te abençoe. Amo a sua vida! 🙂

Translate »