Search
Monday 16 September 2019
  • :
  • :

Jaque e Zé Roberto analisam primeiro triunfo do Barueri na Superliga

Foto: Gaspar Nóbrega/Hinode/Inovafoto

O Hinode Barueri conquistou sua primeira vitória na Superliga 2017/2018 na noite desta sexta-feira (27), ao superar o Sesi-SP por 3 sets a 1 (20 x 25 / 25 x 10 / 25 x 16 / 25 x 18), de virada, no Ginásio do Sesi, em Santo André (SP). Jaqueline e Saraelen foram as maiores pontuadoras do jogo pela equipe de Barueri, com 14 pontos cada, e Jaque foi eleita a melhor em quadra, conquistando o troféu VivaVôlei.

“Joguei bem, mas tenho muito a melhorar. O grupo me aceitou tão bem, me apoiou e ajudou muito e isso se refletiu hoje em quadra. Tivemos um primeiro set nervoso, mas depois que começamos a colocar em prática o que o Zé pediu, passamos a impor nosso jogo”, afirmou Jaque, após a vitória. “Tivemos um primeiro set muito abaixo, mas depois o time se apresentou bem, principalmente nos saques e bloqueios. Já tínhamos conquistado o primeiro ponto contra o Sesc, no Rio de Janeiro, mas agora levamos nossos primeiros três pontos por uma vitória e espero que seja a primeira de muitas nessa temporada”, complementou Zé Roberto Guimarães.

Os detalhes do jogo

O Hinode entrou em quadra com Erika, Edinara, Ana Cristina, Saraelen, Suelle, Fê Isis e a líbero Natinha, e começou dominando as ações. Em dois ataques de Edinara e uma forte cortada de Fê Isis pelo meio, as meninas de Barueri abriram 3 a 1. O Sesi correu atrás do prejuízo e empatou, mas o Hinode seguiu ditando seu ritmo e abriu 10 a 7 em cortada na rede das donas da casa. Em ace de Fê Isis o time comandado por Zé Roberto conseguiu sua maior diferença de pontos no set, 5, com 14 a 9. O Sesi pediu tempo e iniciou sua reação, empatando o jogo em 17 a 17 e virando na sequência, em rápido contra-ataque. A partir daí o Hinode se desencontrou e as donas da casa passaram a ditar seu ritmo, fechando o primeiro set em 25 a 20.

Jaque entrou no fim do primeiro set na vaga de Suelle e seguiu em quadra. O Sesi até saiu na frente no segundo set, com 2 a 0, mas o Hinode logo virou o placar para 4 a 2 e passou a dominar amplamente o jogo. Encaixando bons saques com Jaqueline, bloqueios e contra-ataques, a equipe de Barueri fez 6 pontos em sequência e abriu 16 a 6. O saque de Barueri seguiu encaixando, quebrando o passe do Sesi, e o Hinode fechou o segundo set em 25 a 10, em bloqueio de Saraelen, empatando o jogo em 1 a 1.

O terceiro set começou como terminou o segundo, com o Hinode forçando o saque e induzindo o Sesi ao erro. As meninas de Barueri abriram 6 a 3 em ataque de Jaque na diagonal, mas viram as donas da casa empatar em 6 a 6. A partir daí Saraelen foi para o saque, encaixou boas bolas, incluindo dois aces, e ajudou o Hinode a fazer 7 pontos em sequência, abrindo 13 a 6. O time de Zé Roberto seguiu forçando o saque, agora com Erika, e nos bloqueios de Jaque e Fê Isis, e contra-ataques certeiros de Jaque abriu ainda mais a vantagem no set, que agora estava em 21 a 9. Fê Isis também foi outra que conseguiu bons saques, quebrando o passe do Sesi, e o Hinode fechou o set em 25 a 16, em cortada de Sara explorando o bloqueio, virando o jogo para 2 a 1.

Já o quarto set foi mais disputado, com o Sesi tentando voltar para o jogo. As equipes foram se alternando na liderança, até que o Hinode abriu 10 a 7, em bola para fora do Sesi. A partida seguiu lá e cá, mas com o Hinode segurando a diferença de pontos a favor. Em cortada de Jaque na diagonal e na sequência com bloqueio duplo de Saraelen e Ana Cristina, as meninas de Barueri abriram 16 a 12. Na reta final do jogo Suelle retornou ao jogo na vaga de Fê Isis e logo fez um ace, colocando 23 a 17 no placar. A ponteira Tainara ainda teve tempo de fazer sua estreia na Superliga e o Hinode fechou o set em 25 a 18 em cortada para fora do Sesi, vencendo assim o jogo por 3 sets a 1, de virada.

O próximo compromisso do Hinode será no dia 2 de novembro, contra o Renata Valinhos, no ginásio José Correa, em Barueri.

 

Superliga Feminina – 3ª rodada

Sesi-SP 1 x 3 Hinode Barueri

20 x 25 / 25 x 10 / 25 x 16 / 25 x 18

Hinode: Erika, Edinara, Ana Cristina, Saraelen, Suelle, Fê Isis e a líbero Natinha

Entraram: Tainara, Jaqueline, Francine e Sara




10
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
krizThe bestcariocasZhuzetatomsena Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Zhu
Visitante
Zhu

Já está em fim de carreira como atacante.

Zhuzeta
Visitante
Zhuzeta

como você não entende de volei nao sabe que Jaque nao tem função de atacante, a função principal dela é fundo de quadra: Jaque so deve atacar na velocidade com bloqueio quebrado.
Fim de carreira está Juciely 40rentinha perneta que vive no hospital do Sesc seu timinho, Aline 7 joinhas manjado srsrsrsr

The best
Visitante
The best

Jucy titular no Mundial do ano que vem. Aceita que dói menos.

kriz
Visitante
kriz

ela vai de muletas ou cadeira de rodas tomar uma vaga de uma central saudável 100% em forma e jovem ?

Markito
Visitante
Markito

Não aguento de ansiedade pra ver a Skowronska jogando !!! E Thaisa também, quando será que ela vai ser apresentada?
Gente o Voloch desceu a lenha na Jaqque, e o povo falando que ele tentou pegar alguma exclusividade com ela, mas Jaquelinda nem tchuns pra ele, ignorou kkkkkkkkkkkkkkk ai o blogueiro ficou p da vida com ela
kkkkkkkkkkkkkkk
Só por essa a Jaque merecia um prêmio

Klauss
Visitante
Klauss

Edinara mostrou que tem passe bom, no Sanca e como oposta passadora, mas ainda não foi integralmente testada.como ponteira passadora.

Existe grande possibilidade da Skowronska ser ponteira e Edinara oposta, mas eu acho que quem vai para a ponta é a brasileira,

Apenas um deja vu (já vi isso antes, altona de oposta)

Klauss
Visitante
Klauss

Sem recepção não sai jogada veloz, jogo fica marcado nas pontas com bola lenta, possivelmente ponto de bloqueio

isso se não for ponto direto com ace.

Não sai jogada com centrais, ou a jogada fica marcada com levantamento ruim pelo bloqueio adversário.

Sem recepção é impossível sair levantamento acelerado para ponteiras e oposta, marca registrada do volei brasileiro,

jogada imitado mundo afora, principalmente pela ITA.

Klauss
Visitante
Klauss

Recepção é a palavra mágica no volei moderno.
Todo time vencedor tem boa recepção:

Sada Cruzeiro com Leal, Filipe e Serginho.

Sesc Rio de Janeiro com Gabizinha, Drussyla, Fabi e Monique (sim, ele é oposta passadora e das boas).

Vakifbank com Sonsirma/Robinson e Orge pegando metade da quadra tirando a Zhu da recepção, ou Sonsirma jogando como oposta.

Lube (Macerata): Juantorena, Jiri Kovar e Marchisio, passe na mão, sempre A ou B.

Hinode é o time com a melhor recepção, com Suelle e Jaque, mas só uma das 2 vai jogar.

tomsena
Visitante
tomsena

Descordo de DRUSSYLA…horrível recepção! Espero que ela evolua nesse fundamento!!!

cariocas
Visitante
cariocas

Dru esta com recepçao boa

Translate »