Search
Friday 6 December 2019
  • :
  • :

Liga das Nações: Adenízia está confiante para encarar a Holanda

Partida acontece às 08h15, com transmissão do Sportv 3. (Foto: FIVB)

A seleção brasileira feminina de vôlei começará, nesta quinta-feira (28.06), a caminhada na Fase Final da Liga das Nações 2018. O time do treinador José Roberto Guimarães jogará com a Holanda às 8h15 (Horário de Brasília), no Nanjing Olympic Sports Centre, em Nanjing, na China. O SporTV 3 transmitirá ao vivo.

Na Fase Final, as cinco seleções melhores classificadas na etapa classificatória (Estados Unidos, Sérvia, Brasil, Holanda e Turquia) e a China (país sede) foram divididas em dois grupos de três. O grupo A é formado por Brasil, Holanda e China enquanto a chave B tem Estados Unidos, Sérvia e Turquia. As equipes se enfrentarão dentro dos seus grupos e as duas mais bem classificadas avançarão às semifinais.

Na terceira semana da competição, em Apeldoorn, o Brasil levou a melhor sobre as holandesas por 3 sets a 1. O treinador José Roberto Guimarães comentou sobre a expectativa para o duelo contra o time europeu.

“Vamos enfrentar seleções que estão entre as melhores do mundo. A Holanda tem evoluído bastante. O técnico (Jamie Morrison) é americano e joga como os Estados Unidos, imprimindo bastante velocidade nas extremidades e com as jogadoras de meio. Ele tem investido no potencial defensivo do time. Será um grande desafio. Já vencemos a Holanda na fase de classificação, mas está tudo zerado”, disse José Roberto Guimarães, que ainda fez questão de elogiar a equipe brasileira.

“Tenho que parabenizar as jogadoras pela dedicação delas durante essas sete semanas. Tivemos altos e baixos durante a competição, mas aprendemos bastante. Estamos treinando muito bem e sinto o time feliz por termos chegado aqui com a possibilidade de enfrentar as melhores seleções do mundo, mas queremos mais na competição”, completou o treinador do Brasil.

A central Adenízia falou sobre as qualidades da equipe europeia e pediu concentração para o time verde e amarelo.

“A Holanda está jogando um voleibol redondo. As duas levantadoras imprimem bastante velocidade no jogo. Vamos precisar entrar em quadra concentradas e sacar muito bem. Assim, elas terão que jogar com bolas altas e isso vai ajudar nosso bloqueio. Teremos que ter paciência, mas estou confiante em uma boa apresentação nossa”, apostou Adenízia.

Outros jogos

Na rodada de abertura da competição, nesta quarta-feira, os Estados Unidos venceram, de virada, a Turquia por 3 sets a 2 (17/25, 21/25, 25/21, 25/15 e 15/11), pelo grupo B. Já pela chave A, a China levou a melhor sobre a Holanda por 3 sets a 1 (20/25, 25/21, 25/22 e 25/18)

A competição

A Liga das Nações acontece pela primeira vez em 2018, substituindo o Grand Prix, onde o Brasil é o maior vencedor, com 12 títulos, e atual campeão. Agora, com novo nome e formato, a competição tem 16 equipes na disputa pelo título.

A cada semana foram formados quatro grupos com quatro seleções cada, definidos em sorteio. Todos as equipes se enfrentaram antes da fase decisiva. Ao fim da fase classificatória, as cinco equipes mais bem classificadas avançaram à Fase Final, que conta ainda com a China, país sede. A Fase Final acontecerá de 27 de junho a 1º de julho.

LIGA DAS NAÇÕES FEMININA

1ª semana:

Barueri (SP)

15.05 – Brasil 1 x 3 Alemanha (25/15, 22/25, 18/25 e 20/25)

16.05 – Brasil 3 x 1 Japão (22/25, 25/18, 25/23 e 25/11)

17.05 – Brasil 3 x 1 Sérvia (23/25, 25/22, 25/14 e 25/21)

2ª semana:

Ancara (Turquia)

22.05 – Brasil 3 x 1 Turquia (25/17, 25/19, 23/25 e 25/21)

23.05 – Brasil 3 x 0 Argentina (25/9, 25/21 e 25/14)

24.05 – Brasil 3x 0 República Dominicana (25/20, 25/10 e 25/13)

3ª semana:

Apeldoorn (Holanda)

29.05 – Brasil 3 x 1 Coréia do Sul (25/11, 25/14, 31/33 e 25/20)

30.05 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/20, 25/20 e 25/23)

31.05 – Brasil 3 x 1 Holanda (25/23, 26/24, 13/25 e 25/22)

4ª semana:

Jiangmen (China)

05.06 – Brasil 3 x 2 China (19/25, 25/23, 27/25, 10/25 e 16/14)

06.06 – Brasil 1 x 3 Estados Unidos (23/25, 28/26, 21/25 e 18/25)

07.06 – Brasil 3 x 2 Rússia (15/25, 25/21, 25/20, 19/25 e 17/15)

5ª semana:

Eboli (Itália)

12.06 – Brasil 3 x 1 Bélgica (25/15, 25/14, 21/25 e 25/23)

13.06 – Brasil 3 x 1 Tailândia (25/16, 25/22, 18/25 e 25/13)

14.06 – Brasil 2 x 3 Itália (25/22, 20/25, 25/17, 19/25 e 12/15)

FASE FINAL

Nanjing (China)

28.06 – Brasil x Holanda – 8h15 – SporTV 3

29.06 – Brasil x China – 9h30 – SporTV 2




2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
GvoleyVai Brasil Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Vai Brasil
Visitante
Vai Brasil

Vai Brasil!
Com time reserva sem as titular absolutas Dani Lins, Thaisa, Jaque, Natalia, Fe Garay,

apenas com reservas, a seleção brasileira foi pra cima das favoritas ao titulo

e venceu as campeas olimpicas com suas craques Zhu, Yuan, Ding, e demais titulares.

Derrubou as atuais campeãs europeias e vice campeãs olimpicas servias com Boskovic, Mihaijlovic e time titularissimo,

além da Holanda vice campeã europeia com Sloetjes, Buijs, Plak, Grothues, Dijelkma.

Como um time reserva sem nenhuma estrela conseguiu tal proeza?

Porque tem o melhor técnico do mundo, simples assim.
😚😚😚
Simple like That .

Gvoley
Visitante

Não sei em que mundo o Brasil é. time reserva sem nenhuma estrela. Tandara em menos de 1 ano virou uma das grandes estrelas mundiais, cobiçada pelos maiores clubes do mundo e nossas centrais entre as melhores do mundo.

Translate »