Search
Friday 24 May 2019
  • :
  • :

Liga das Nações: Quem vai ser a oposto titular na estreia do Brasil?

Paula Borgo disputa vaga com Lorenne. (Foto: FIVB)

Na próxima semana, Brasília-DF sediará os primeiros três jogos da seleção feminina na Liga das Nações. Os adversários serão China, República Dominicana e Rússia. Nas quatro semanas seguintes, o Brasil viaja para encarar novos adversários e com muitas novidades no time principal. Após aposentadorias e uma sequência de pedidos de dispensa, inevitavelmente a responsabilidade irá novos nomes que despontaram nas categorias de base, principalmente na função de oposto.

Foto: FIVB

Na primeira fase, o técnico José Roberto Guimarães não contará com Tandara Caixeta, incontestável titular. A jogadora sofreu uma lesão na liga chinesa e ainda está em fase de recuperação. A expectativa da comissão técnica é que a atacante esteja apta a jogar apenas na fase final, em caso de classificação. Bruna Honório, que naturalmente herdaria a vaga, foi dispensada após diagnóstico de um tumor no coração e, no momento, se recupera da cirurgia realizada ontem (15).

Assim, Paula Borgo e Lorenne são as duas jogadoras que atuam na posição que devem disputar a preferência do treinador. Elas já defenderam o Brasil em competições infanto e juvenis, mas esta será a primeira que jogarão de forma efetiva nos torneios principais.

Na primeira Liga das Nações, o Brasil vacilou e ficou de fora do pódio, perdendo a disputa do terceiro lugar para  a China. Na decisão, os Estados Unidos levaram a melhor sobre a Turquia.




4
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
HallanHenriqueDaniloLuiz Rodrigues Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Hallan
Visitante
Hallan

Basta deslocar uma das ponteiras para a função de oposto. A Rosa Maria, por exemplo é ponteira passadora e já jogou de oposta na seleção. A Fernanda Garay ou a Natália também se dariam bem.

Henrique
Visitante
Henrique

As duas na minha opinião erraram em optar pela reserva de grandes equipes, pois só jogam na inversão do 5 x 1, sendo que ambas tem potencial, achei a Lorenne muito lenta nessa temporada e saltando pouquíssimo, a sensação era de que estava pesada, ela tem 1,87, deveria ter um alcance bem maior. Paula para mim é igual a Rosamaria, não sabe dosar muito bem a agressividade, nem sempre a pancada resolve e toma muito toco por não observar o bloqueio adv. Devemos dar um desconto para as duas, em caso de não irem tão bem, afinal estão substituindo Tandara… Ler mais »

Luiz Rodrigues
Visitante
Luiz Rodrigues

Acho que teremos problemas neste Torneio pois a Paula Borgo não fez uma boa Superliga, muito inconstante, não transmite confiança à equipe e a Lorrene precisa de experiência internacional.

Danilo
Visitante
Danilo

Tbm acho.

Translate »