Search
Sunday 17 November 2019
  • :
  • :

Maior pontuador dos Jogos Olímpicos, Wallace afirma: “Nessa altura do campeonato, não tem favoritismo”

Crédito: Divulgação/FIVB

Crédito: Divulgação/FIVB

 

Classificada para a semifinal dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a seleção brasileira masculina de vôlei terá a Rússia como adversário na busca por uma vaga na grande decisão. O encontro será a reedição da final olímpica de quatro anos atrás, quando os russos viraram o jogo e venceram os brasileiros por 3 sets a 2. Desta vez, ainda pela semi, o confronto será nesta sexta-feira (19/08), às 22h15, no ginásio do Maracanãzinho, onde acontece a disputa do vôlei nesta edição da Olimpíada.

 

O Brasil chega para a semifinal com três vitórias e dois resultados negativos na fase classificatória, pelo Grupo A, e depois de bater a Argentina na fade de quartas de final. A Rússia teve quatro resultados positivos e perdeu um jogo na primeira fase e, na rodada passada, levou a melhor sobre o Canadá. A outra semifinal será entre Estados Unidos e Itália, que se enfrentarão também na sexta-feira, às 13h.

 

A seleção da casa chega para esta semifinal com o maior pontuador do torneio masculino de vôlei dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O oposto Wallace aparece em primeiro nesta lista, com 109 pontos marcados em seis jogos. Foram 101 de ataque, três de bloqueio e cinco de saque. Os números, segundo Wallace, não são o primordial.

 

“Só se ganha um jogo e, principalmente uma Olimpíada, com o grupo todo. Nós estamos provando que temos os 12 jogadores preparados para quando for preciso e foi assim que conseguimos chegar nessa semifinal. É assim que vamos continuar, com todo o grupo unido e se ajudando sempre. Nessa altura do campeonato, não tem favoritismo, nem camisa. Qualquer um pode ganhar”, afirmou o oposto da seleção brasileira.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »