Search
Wednesday 13 November 2019
  • :
  • :

Mundial: canhota sérvia de 17 anos preocupa Seleção Brasileira

FIVB/divulgação

Tijiana Boskovic é a maior pontuadora da Sérvia no campeonato

Passada a dramática vitória em cinco sets contra a Turquia, o time do Brasil já pensa nos próximos compromissos. “Agora, é bola pra frente, faltam dez jogos e vai ficar mais difícil”, prevê a oposta Tandara, iniciando, provavelmente, uma contagem regressiva para o título do Brasil.

A partida deste domingo, contra a Sérvia, é aguardada com expectativa pelas brasileiras, especialmente pela presença de uma oposta novata, que assumiu a titularidade do time neste mundial, Tijana Boskovic.

“Amanhã, é jogo muito difícil e tem essa oposto novinha (Boskovic), que a gente não conhece bem. Acho que vai ser um jogo tão difícil quanto foi o de hoje” acredita a oposta Sheilla, autora de 16 pontos contra a Turquia.

Embora a alta estatura da Sérvia pudesse levar a crer num jogo similar ao da Turquia, o técnico José Roberto Guimarães analisa as adversárias do domingo com diferenças fundamentais em relação do voleibol praticado pelas rivais deste sábado.

“Com a Sérvia, é um jogo diferente. Tem Boskovic muito bem, assim como Mihajlovic, Rasic. E tem também uma levantadora (Ognjenovic) que dá ritmo ao time. As sérvias têm um jogo mais acelerado que as turcas”, alertou o treinador, que se mostrou empolgado com a qualidade da jovem oposta sérvia.

“Boskovic tem muitas possibilidades, não tem medo de encarar bloqueio, me lembra muito Marcelo Negrão com essa idade (17). É uma jogadora que a gente tem que parar”, disse José Roberto Guimarães.

Tijana Boskovic é a maior pontuadora da Sérvia no campeonato, com 63 pontos, mesmo sem ter jogado contra Camarões. Na partida deste sábado, contra o Canadá, ela começou no banco de reservas, só foi titular no quarto set e, mesmo assim, foi a segunda pontuadora do time, com 15 anotações.

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »