Search
Tuesday 23 July 2019
  • :
  • :

Mundial de Clubes: Rexona-Sesc toma susto, mas estreia com vitória e show de bloqueios

Crédito: Divulgação/FIVB

Crédito: Divulgação/FIVB

 

Na manhã desta terça-feira (18/10), o Rexona-Sesc estreou no Mundial de Clubes 2016. Atuando em Manila, nas Filipinas, as comandadas de Bernardinho enfrentaram as anfitriãs do PSL – F2 Logistics Manila e levaram a melhor por 3 sets a 0, com parciais de 25-15, 25-13 e 25-20, em pouco mais de uma hora.

 

A equipe asiática bem que tentou oferecer resistência no decorrer da partida e chegou a abrir boa vantagem no terceiro set, incendiando a fanática torcida local. Porém, com saques e bloqueios agressivos, as representantes do Rio de Janeiro conseguiram reverter a situação adversa e liquidaram o confronto em parciais diretas.

 

Com 13 pontos cada, as maiores pontuadoras foram Anne Buijs (10 em ataques, 1 em bloqueio e 2 em saques) e Carol (3 em ataques e 10 em bloqueios), pelo Rexona, além de Stephanie Niemer (12 em ataques e 1 em bloqueio). Gabi, com 11 pontos (8 em ataques, 2 em bloqueios e 1 em saque), Monique, com 10 (6 em ataques, 1 em bloqueio e 3 em saques) e Juciely, com 6 (5 em ataques e 1 em saque), também se destacaram.

 

Durante o duelo, o técnico Bernardinho também utilizou a levantadora Camila Adão, a central Mayhara (2 pontos) e a oposto Helô (1 ponto).

 

Nesta quarta-feira (19/10), o Rexona-Sesc terá um desafio fundamental contra o italiano Pomi Casalmaggiore, também às 9h30 (horário de Brasília). O último compromisso da primeira fase será na quinta-feira (20/10), às 3h30, contra o Eczacibasi VitrA, da Turquia. As equipes classificadas para a fase final jogarão as semifinais no sábado (22/10) e os vencedores lutarão pelo título no domino (23/10).

 

Daniel Rodrigues




5
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Vicente MaiaFlaviaDiva RegisAmo voleimanu Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
manu
Visitante
manu

juro que não entendo…..a Regiane e capita, e não entrar em nenhum momento no jogo, parece que não gosta de jogar ou so gosta do $$$ sei la muito estranho

Amo volei
Visitante
Amo volei

Também acho muito estranho isso.Desde que me entendo por gente, ela tá no Rio.Não entra nem pra aumentar o bloqueio ou sacar.Parece ser a “garota da água” do Rexona rsrsrsrsrs.Penso que nem voce a respeito de não gostar de jogar.Senão ja teria procurado outro time pra jogar como titular, como fez a Amanda, ou pelo menos teria mais oportunidade de atuar mais.Se ela fosse pra outro clube, iria contribuir demais pois aprendeu muita coisa no Rio.Mas tem arriscar outros clubes para mostrar para o Brasil e para o mundo o seu voleibol.

Diva Regis
Visitante
Diva Regis

Regiane é a diva mor! Tem mais superliga que qualquer outra hahaha. Apesar de que nas últimas temporadas ela vem sempre substituindo alguém ao longo das competições, gostaria de ve-la em outro clube jogando com mais frequência.

Flavia
Visitante
Flavia

Tb acho, uma jogadora daquele porte, merecia ser melhor aproveitada. Mas não, prefere bancar pra Toconique. Isso se chama comodismo e mediocridade.

Vicente Maia
Visitante
Vicente Maia

Régis, 29 anos e jogando no Rio de Janeiro desde 2004, é uma curinga no time do Bernardinho, joga tanto como oposta e ponteira. Ela fez história e marcou seu lugar cativo, mesmo no banco, quando ganhou o título de 2006/2007 fazendo 30 pontos na final. Sim, uma daquelas 11 estrelas conquistadas pelo clube carioca é da Régis. Por isso mesmo, ela poderá ficar lá até se aposentar e nunca será enxotada como foi feito com Adenízia.

Translate »