Search
Wednesday 21 November 2018
  • :
  • :

Mundial: Estados Unidos vai em busca do bicampeonato

Ao todo, 22 atletas treinam para a principal competição do ano. (Foto: USAV/Matt Brown)

Depois de conquistas os títulos da Liga das Nações e da Copa Pan-Americana, os Estados Unidos seguirão em busca do lugar mais alto do pódio no Campeonato Mundial, que começa no dia 29 deste mês, no Japão. As comandadas do técnico Karch Kiraly embarcarão com o objetivo de defender o título de 2014.

As norte-americanas entram em quadra logo no primeiro dia de jogo, contra o Azerbaijão. No dia 30, o adversário será Trinidade & Tobago. Na sequência da fase classificatória, disputaram contra a Coreia do Sul (2/10), Tailândia (3/10) e Rússia (4/10).

A lista preliminar de inscritas para o Mundial conta com 22 nomes. Após os cortes, 14 atletas viajarão, cumprindo o regulamento. “Foi bom ganhar a última edição, mas é algo que já ficou para a história. Agora, estamos em uma nova etapa de renovação ao lado lado de outros times que estão com grandes expectativas”, disse o treinador.

onfira as convocadas:

Levantadoras: Lauren Carlini, Micha Hancock e Carli Lloyd

Opostos: Annie Drews, Karsta Lowe e Kelly Murphy

Centrais: Rachael Adams, Foluke Akinradewo, Tori Dixon, Lauren Gibbemeyer, Chiaka Ogbobu, Hannah Tapp e Haleigh Washington

Ponteiras: Michelle Barstch-Hackley, Kimberly Hill, Madi Kingdon Rishel, Jordan Larson, Simone Lee e Sarah Wilhite Parsons

Líberos: Amanda Benson, Megan Courtney e Kelsey Robinson




5
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Sérgio Castro Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Sérgio Castro
Visitante
Sérgio Castro

Esse mundial de 2018 é moleza para os Estados Unidos. Só perderá para a China, se facilitar. É só marcar a Zen. Os Estados Unidos têm um plantel da maior qualidade, tem muita renovação, tem dinheiro, tem dirigentes leais e competentes. No futuro próximo só vai dar USA e a China em segundo. Ou os dois se revezando…

Sérgio Castro
Visitante
Sérgio Castro

Antigamente as outras seleções tinam que jogar muito em quadra para perder de pouco do Brasil. Hoje, até mesmo uma modesta seleção como a da Polônia, vence o Brasil… É uma lástima!!. A que ponto chegamos ao não conseguirmos renovar a nossa seleção adulta…

Sérgio Castro
Visitante
Sérgio Castro

Infelizmente, olhando o futuro até 2020, não vemos nas categorias de base, nenhuma brasileira que possa estar acima da média para disputar títulos internacionais.. Normalmente são atletas aplicadas, com vontade de vencer, dão o sangue, mas com estatura baixa para os padrões do voleibol feminino atual e formação deficiente nos fundamentos básicos do voleibol. É uma pena!!! Ficamos mal acostumados com a seleção dos ciclos 2008 e 2012 que ganhavam tudo que disputavam…

Sérgio Castro
Visitante
Sérgio Castro

O Mundial que se aproxima e as demais competições do próximo ano serão conquistados pelos Estados Unidos ou China. Em terceiro corre a Turquia e a Itália. Em quinto poderá ficar o Brasil/Holanda…

Sérgio Castro
Visitante
Sérgio Castro

A única seleção que poderá vencer os Estados Unidos é a chinesa. O Brasil disputa o 5º/6º lugar com as atuais jogadoras.

Translate »