Search
Wednesday 18 September 2019
  • :
  • :

Osasco anuncia o Audax como seu novo patrocinador

Nova equipe está em fase final de estruturação e o técnico Luizomar de Moura já confirma as renovações de Camila Brait, Mari Paraíba a Carol Albuquerque. (Foto: Adauto Araújo)

Com apoio do Audax, a equipe do Osasco Voleibol Clube para a temporada 2018/19 está confirmada e em fase final de formação. O novo projeto foi apresentado na manhã desta terça-feira (29), no Centro de Treinamento da Vila Yolanda, onde o time que passará a ser chamado de Osasco-Audax recebeu mais de 40 jornalistas.

Os primeiros nomes confirmados são a ponteira Mari Paraíba, a líbero Camila Brait e a levantadora Carol Albuquerque. O trio defendeu a equipe de Osasco na temporada passada e tem grande identificação com a fanática torcida local. “Trabalhamos muito nesse período para, primeiro, manter o projeto e, na sequência, formar nosso grupo de atletas. Estamos em fase final de renovações e novas contratações. Em breve teremos muitas e boas novidades e vamos trabalhar para lutar pelo heptacampeonato paulista consecutivo, para estar entre os quatro finalistas da Superliga e, a partir daí, lutar pelo título”, garantiu o técnico Luizomar de Moura.

Para superar as dificuldades geradas pela crise econômica pela qual o passa o país, o Osasco Voleibol Clube conta com apoio da Prefeitura. O prefeito Rogério Lins (Podemos) assumiu o compromisso de manter o projeto e amealhou apoio do empresariado local. “O vôlei feminino é um verdadeiro patrimônio da cidade de Osasco e jamais permitiríamos que um projeto de tamanha importância e tradição chegasse ao final. Nossos munícipes e todos os amantes do esporte pelo Brasil podem ficar tranquilos, pois o ginásio José Liberatti continuará sendo palco de grandes espetáculos esportivos. Agora é mais Osasco do que nunca”, afirmou o prefeito.

“Nós, do Audax, somos apaixonados por esporte. Até hoje, investimos no futebol, mas quando surgiu a oportunidade de firmar essa parceria e aliar o nosso clube a um projeto vencedor como o do vôlei feminino de Osasco, fizemos todos os esforços para colaborar. O Resultado é essa parceria que, tenho certeza, continuará a render conquistas para a cidade que é considerada a capital do vôlei”, afirma o empresário Gustavo Teixeira, diretor executivo do Audax, agremiação com equipes masculina e feminina na disputa do Campeonato Paulista de futebol.

Com o apoio do poder público municipal, empresas locais e Audax, o Osasco Voleibol Clube está em fase final de estruturação da nova equipe. Entre os primeiros nomes confirmados, Camila Brait comemora a continuidade do projeto. “Nós temos uma equipe de tradição, que sempre briga para estar no pódio em todos os campeonatos que disputa. Tenho plena confiança que o novo grupo manterá essa pegada e o alto nível dignos da história de Osasco. Não vejo a hora de iniciar os treinos para a nova temporada em Osasco, que é a minha casa, onde cheguei aos 18 anos e construí minha carreira e família”, atestou a jogadora, que já conquistou vários títulos defendendo a cidade, como o Mundial de Clubes 2012, duas Superligas, oito Paulistas, além do tricampeonato da Copa Brasil.

Em parceria com a Prefeitura de Osasco e o Audax, o técnico Luizomar de Moura e a diretoria do clube foram a campo em busca de apoio para manter o projeto em pé. Agora, prestes a anunciar a nova equipe, o treinador é enfático ao ressaltar a importância da união de forças para o sucesso. “Entendemos que a delicada situação pela qual passa o Brasil é um fator de dificuldade. Mas a tradição do nosso clube, tudo que já fez pela cidade e pelo Brasil, tem um peso enorme. E esse peso se reflete no esforço feito pela prefeitura, membros do clube, e empresários para seguirmos em frente. Estou muito feliz por esse novo momento e só posso agradecer toda a ajuda que recebemos”, disse o treinador.

Mari Paraíba também fez questão de falar sobre o bom momento do time, agora Osasco Audax. “Também me sinto em casa em Osasco, onde cheguei aos 14 anos. Naquela época, a cidade já contava com uma estrutura diferenciada para o esporte e é uma felicidade, depois de ter retornado na temporada passada, continuar na equipe. Acredito que, com as atletas que estão renovando, mais as jogadores que chegarão, faremos novamente um grande trabalho e vamos em busca de vitórias dentro e quadra”, completou a ponteira.

O técnico Luizomar de Moura tem uma carreira vitoriosa na modalidade, com um título mundial, três conquistas de Superliga, sendo duas pelo time de Osasco (2009/10 e 2011/12) e uma pelo Flamengo (2000/01), em seu primeiro ano como técnico. Ele também é tricampeão da Copa Brasil (2008, 2012 e 2018), tetracampeão Sul-Americano de Clubes (2009, 2010, 2011 e 2012), octacampeão Paulista (2006, 2007, 2008, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016), todos comandado o time osasquense. Além da conquista do mundial de clubes na temporada 2012/13, chegou a mais duas finais, em 2010/11 e 2014/15.

Luizomar comandou as seleções de base do Brasil de 2003 a 2016. Nesse período conquistou um recorde e até hoje é o único treinador campeão mundial em todas as categorias. Ele tem em seu currículo um tetracampeonato mundial, sendo três pela seleção e um pelo clube de Osasco. Também ganhou os títulos do Mundial Infanto Juvenil, de 2005, na China, do Mundial Juvenil, de 2007, na Tailândia, do Mundial Infanto Juvenil, em 2009, também na Tailândia, e o do Mundial de Clubes, em 2012, no Qatar, além do hexacampeonato sul-americano pelas seleções de base (2004, 2006, 2008, 2010, 2012, 2014).

A ponteira – Mariana Andrade Costa desembarcou em Osasco aos 14 anos para se tornar uma jogadora de vôlei. Começou na categoria infantil e, ainda juvenil, defendeu o time adulto em duas campanhas que resultaram na medalha de prata da Superliga nas temporadas 2005/06 e 2006/07. Dez anos depois, agora conhecida nacional e internacionalmente como Mari Paraíba, a ponteira voltou à cidade onde tudo começou. Na temporada 2017/18, conquistou o hexacampeonato paulista e o tricampeonato da Copa Brasil. Mari continua defendendo a equipe de Osasco para acrescentar variação no ataque e qualidade no passe.

FICHA TÉCNICA
Mari Paraíba
Mariana Andrade Costa
Nascimento: 30/07/1986
Campina Grande, PB
Altura: 1,80m
Posição: Ponta

A líbero – Camila Brait chegou a Osasco na temporada 2008/09, quando tinha apenas 19 anos, trazida por Luizomar. Desde então, sempre atuou pelo clube da cidade, conquistando diversos títulos. Foi campeã da Superliga 2009/10 e 2011/12, do Paulista nas edições de 2007, 2008, 2012, 2013, 2014 e 2015, 2016 e 2017, do Sul-Americano em 2009, 2010, 2011 e 2012, da Copa Brasil 2014 e 2018, do Top Volley 2014, e do Mundial de Clubes 2012.

FICHA TÉCNICA
Camila Brait
Camila de Paula Brait
Nascimento: 28/10/1988
Frutal-MG
Altura: 167m
Posição: Líbero

A levantadora – Campeã olímpica em Pequim 2008, Carol Albuquerque continua no vôlei de Osasco para a temporada 2018/19. A experiente levantadora traz muita bagagem e qualidade técnica para o time que está sendo formado para lutar entre as forças da modalidade. Na temporada passada, Carol foi fundamental nas conquistas do hexacampeonato Paulista e do tri da Copa Brasil. “Como jogadora mais experiente do time, procuro ajudar as atletas mais novas de alguma forma, seja nos treinos, nos jogos ou nas concentrações. Na verdade, é uma troca entre experiência e juventude e isso sempre é muito bom, pois também estou em busca da minha evolução em prol da equipe”, afirma a atleta de 40 anos, natural de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

FICHA TÉCNICA
Carol Albuquerque
Carolina Demartini Albuquerque
Nascimento: 25/07/1977
Porto Alegre-RS
Altura: 1,82m
Posição: Levantador




17
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
10 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
sander van doornMarc ToddyPedro 2Pedrinha no sapatoBixa Destruidora Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Bixa Destruidora
Visitante
Bixa Destruidora

Hooker postou no Instagram que vai jogar em Osasco. Será?

fabiano
Visitante
fabiano

informação: bauru corre atrás pra contratar a gigante italiana valentina diouf; o problema é que ela é oposta, mesma posição de tiffany; estranho essa contratação caso seja confirmada

Danilo
Visitante
Danilo

Tbm vi isso aqui.

Pedrinha no sapato
Visitante
Pedrinha no sapato

Não é nada estranho. Tiffany não é uma jogadora muito estável. Ele pode fazer jogos excelentes, mas as vezes ela parece que nem esta em quadra.

Marc Toddy
Visitante
Marc Toddy

Tiffany vai entrar para a carreira política, uma pena, pois acho que todos gostariam de vê-la jogando ao menos um jogo pela seleção.

sander van doorn
Visitante
sander van doorn

é mentira! Ela falou no instagram que continua no Bauru

Pedro 2
Visitante
Pedro 2

De certo a FIVB vai voltar a separar XY de XX, reparando a aberração que cometeram

Hermes Correia
Visitante
Hermes Correia

O projeto não pode nem deve ser descontinuado, principalmente pelo nº de torcedores que o Osasco Vôlei tem. Parabéns aos envolvidos na manutenção do projeto. Agora, patrocinador novo, vida nova!! Novos conceitos, nova atitude e mais eficácia!! Tempo de mudança no Vôlei Osasco Audax!!! Parabéns também às meninas que permaneceram e acreditaram!! Nos vemos na quadra!!

Parabéns incansável LUIZOMAR!!!
Visitante
Parabéns incansável LUIZOMAR!!!

Parabéns LUIZOMAR!!! Se o vôlei de Osasco permanece firme e forte grande parte da responsabilidade do incansável LUIZOMAR para manter a equipe na elite do vôlei nacional!!!

muciolo
Visitante
muciolo

Falem o que quiser do Luizomar de Moura. Podem até dizer que ele é um técnico pre3visível. Mas uma coisa é certa: o cara é um guerreiro. Se não fosse por ele que corre atrás de patrocínio o time do Osasco já tinha acabado há muito tempo. Bravo pernambucano arretado de Caruaru.

Jaqueline Picoli
Visitante
Jaqueline Picoli

Pois é eu admito que nao curto o Luizomar como comissario técnico… mas que ele arregaça as mangas e corre atras, ele corre… melhor… ganha o volei… 🙂

Visitante
Visitante
Visitante

Não gosto do Luis Omar como técnico….mas uma coisa tem que ser reconhecida: o cara luta com unhas e dentes pelo projeto do vôlei, nesse quesito ele é nota 10.
Parabéns Osasco, pois o espetáculo contínua….superliga sem osasco e sem os demais times não teria a mesma graça.
Osasco mais que nunca…
Ganha Osasco e ganha o torcedor amante desse maravilhoso esporte.

Jaqueline Picoli
Visitante
Jaqueline Picoli

Penso o mesmo!!

Alysson
Visitante
Alysson

Por isso ele deveria ser dirigente, não técnico.

Enfim…

Fico feliz pela continuidade do projeto. Eu dou aquela zoada no time, mas não quero nunca ver nenhum
acabando.

E é mais pra tirar algumas pessoas mal educadas e baixas do sério.

Torço pra uma liga com doze times fortes e igualmente competitivos.

Ainda bem que tudo deu certo.

Jaqueline Picoli
Visitante
Jaqueline Picoli

Acho muito digno. O time de Osasco não poderia ficar sem um patrocinador legal. Ganha o nosso volei, o espetáculo e, sobretudo, a tranquilidade das atletas. Seria muito injusto. Espetáculo garantido na próxima Superliga. Torcedores dão um show!!!!

Adore Diore Fierce
Visitante
Adore Diore Fierce

Só as belissimas
Mari diva maravilhosa e Brait lindissima
A Avon , O Boticario, Natura ou Elseve Paris Fructis deviam patrocinar esse time, nem precisariam de modelos magrelas, teriam essa divas dando closes
só no carão
Amo

Sulamita Guadalupe Mendonza Cucaraccia
Visitante
Sulamita Guadalupe Mendonza Cucaraccia

Aiiinnn que lindas
Adorooo
Amo nossas divas
💓💚💕💛😍

Translate »