Search
Monday 16 September 2019
  • :
  • :

Ponteiros fazem a diferença na vitória dos EUA sobre a Argentina

Crédito: Divulgação/FIVB

Crédito: Divulgação/FIVB

 

Os EUA estrearam na Liga Mundial, nesta quinta-feira, no Rio, o com vitória por 3 sets a 1 sobre a Argentina (26-24, 25-23, 22-25, 25-22). Numa jornada em que Matt Anderson teve aproveitamento inferior a 25% no ataque, os norte-americanos se viraram com os atacantes da entrada de rede – Taylor Sander e o experiente William Priddy.

 

Anderson teve atuação abaixo da crítica e ainda foi vítima de uma vídeo mal revisado: no segundo set point argentino no terceiro set, ele contra-atacou uma bola no corredor que a arbitragem e o sistema de vídeo assinalaram fora. Contudo, pelo replay da transmissão, ficou claro que a bola acertou a linha. Ele terminou a partida com nove pontos, sendo apenas cinco no ataque – efetuou 21 tentativas – e foi deu lugar a Murphy Troy no quarto set. Troy, por sua vez, só fez um ponto em nove ataques. Sorte dos EUA que os ponteiros estavam num bom dia.

 

Sander foi o principal pontuador do jogo, com 23 acertos, seguido do oposto argentino Bruno Lima, com 19. Priddy, de 38 anos, que intenta disputar, no Rio, sua quarta olimpíada, marcou 16 pontos e pontuou em metade das bolas que atacou. Além disso, ele deu sustentação ao fundo de quadra norte-americano, tanto na defesa quanto no passe.

 

Na sexta, os EUA encaram o Irã, às 17h15. Antes, a Argentina disputa o clássico com o Brasil, a partir das 14h10.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »