Search
Monday 14 October 2019
  • :
  • :

Rússia perde para França e vai para o tudo ou nada contra a Bulgária

Crédito: Divulgação/CEV

Crédito: Divulgação/CEV

 

A derrota por 3 sets a 1 para a França, nesta quarta-feira, no Pré-olímpico de Berlim, com parciais de 25-15, 20-25, 25-17, 25-19, somada ao 3 a 1 aplicado pela Bulgária contra a Finlândia (29-27, 25-15, 23-25, 25-22), deixou a Rússia numa situação que, se não chega a ser complicada, é delicada: se perderem para os búlgaros na rodada de amanhã, os campeões de Londres não defenderão sua medalha de ouro no Rio de Janeiro. Outra possibilidade que pode complicar a vida (e a vinda) dos russos é uma vitória por 3 a 2: se a França conseguir três pontos contra a Finlândia, uma vitória búlgara sobre os bléus, na sexta-feira, por qualquer placar, tira os russos definitivamente pela corrida do ouro. Por outro lado, uma vitória da Rússia por 3 a 0 ou 3 a 1 classifica o time antecipadamente às semifinais.

 

O ponteiro francês Earvin Ngapeth, de acordo com as estatísticas da Confederação Europeia de Vôlei (CEV). foi o jogador mais visado pelo saque russo, o que não impediu o jogador do DHL Modena de se destacar no ataque. Ele foi o maior pontuador na estreia da França, com 26 anotações, sendo 22 no ataque, duas no bloqueio e duas no saque. Rouzier, com 19 pontos, foi o segundo anotador do time. Do lado russo, o ponta Kliuka assinalou 14 pontos e Maxim Mikhaylov, 19. Apesar da boa pontuação, o oposto russo teve atuação fraca no ataque: se assinalou 14 pontos no fundamento, teve eficiência de 38% e ainda foi parado oito vezes pelo bloqueio azul – por outro lado, com quatro pontos de bloqueio, ele foi o melhor russo nesse quesito.

 

Mesmo forçando o saque, chamou a atenção o baixo número de erros da França no fundamento: se o time obteve cinco aces na partida, cometeu apenas oito erros no serviço em todo o jogo – no total, os franceses concederam 14 pontos em erros aos adversários e receberam 23 em troca.

 

 

As seleções do grupo B voltam à quadra na quinta-feira: às 15h, a Rússia enfrenta a Bulgária, numa partida que pode classificar antecipadamente os búlgaros, e, às 17h30, também pelo horário de Brasília, a França encara a virtualmente eliminada Finlândia.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »