Search
Sunday 26 January 2020
  • :
  • :

Símbolo da maior competição mundial passa de incentivo ao esporte à desafetos pelo Brasil

A Bicampeã Olímpica, Fabiana Claudino, capitã da Seleção Feminina de Vôlei, foi a primeira a conduzir a tocha que recebeu das mãos da presidente Dilma Rousseff

 

A Tocha Olímpica deveria ser a chama da esperança, da imortalidade e do incentivo ao esporte. É uma tradição desde 1928, quando foi acesa nos Jogos Olímpicos de Verão. Começou a ser conduzida em 1938. Mas como no Brasil quase tudo foge às regras, passou a ser motivo de piada e revolta. Não foi diferente no vôlei.

 

Além de vários tombos de cidadãos comuns que conduziram a Tocha pelas cidades brasileiras, outras polêmicas foram levantadas. Há alguns dias, a mulher do ex-jogador de vôlei Gustavo Endres desabafou via rede social sobre o marido ter que comprar a Tocha para tê-la como recordação. O valor foi exposto por um comprovante fiscal: R$1985,90. O desabafo de Raquel, esposa de Gustavo, repercutiu no Brasil e no mundo do vôlei.

 

O Melhor do Vôlei conversou com alguns atletas e ex-atletas que conduziram a Tocha e conheceu as versões sobre a possibilidade de se levar para casa um exemplar de um dos principais símbolos dos Jogos.

 

Nesta quinta-feira (21/07), a campeã olímpica em Londres, Fernandinha Ferreira, postou um texto em suas redes sociais, demonstrando certo descontentamento ao ser chamada, de última hora, para ser uma das condutoras da Tocha. Confira no texto os motivos citados pela levantadora:

 

“Hoje recebo o inesperado convite para carregar a tocha. A pessoa que me ligou (que não tem nada a ver com a paçoca, está só fazendo seu trabalho) falou: Fernanda, você precisa responder rápido porque é para o dia 24. Pensa a minha cara!!! Hoje é dia 21 e tenho que responder rápido se posso ou não… Claaaaro que não, por mil motivos,mas um deles é que é fato que alguém desistiu de última hora né..um big brother, um artista que super tem a ver com as olimpíadas. Ora Faça-me o favor, estou no Brasil aposentada do vôlei desde de setembro do ano passado e me pergunte se alguém me ligou para me chamar para algo com relação à Olimpíada ou qualquer outra coisa? Clarooo que não!!! E agora quer que eu carregue tocha? Não seria eu se aceitasse e quem me conhece sabe bem disso; nunca fui política e muitas vezes me prejudiquei com isso, não iria ser agora que seria né. Até porque ao contrário de uma galera de peso aí eu não faço a mínima questão de aparecer na mídia pois não sou artista, sou atleta e por isso meu país deveria me valorizar assim como tantos outros que após pararem de jogar são esquecidos e até entram em depressão, pois ninguém abre as portas, ninguém dá um força.
Não me sentiria bem em aceitar esse convite de última hora pra esse revezamento que esqueceu de tantos atletas e priorizou sei lá o que.. Se você não for Giba, Nalbert, Jaqueline e alguns poucos outros boa sorte quando parar de jogar… Talvez se algum artista desistir de última hora eles te chamem pra “carregar a tocha” também. Sem mais… #assimnaorola #tochanao #valorizacao #atletabrasileira #campeaolimpica”

 

Citada na postagem de Fernandinha, a bicampeã olímpica Jaqueline não entendeu o sentido que foi lembrada e respondeu à sua companheira em Londres:

 

“Não entendi esse apoio que vc fala que eu tenho? Trabalhei muito em minha vida e ninguém nunca me ajudou em NADA, eu corri atrás. Acho que antes de vc me citar nesse comentário infeliz vc devia conhecer um pouco de minha vida e ver que nunca tive apoio de ninguém. Se vc está revoltada pq não te chamaram para conduzir a tocha antes ou se vc quer o que tenho hoje, vc tem que trabalhar e ir em busca dos seus objetivos e não ficar citando meu nome em suas revoltas. Não tenho nada a ver com isso! Espero que essa Jaqueline que vc fala não seja eu Pq se for.. Procura saber um pouquinho mais do que eu já sofri para estar onde estou. @fernandinha03”

 

O desfecho da polêmica terminou com a levantadora apagando sua postagem do Instagram.

 

Crédito: WILTON JUNIOR/AGÊNCIA ESTADO

Com diferentes sentimentos, Larissa Gongra, jogadora do Brasilia Vôlei comemorou o que ela descreveu de sentimento único ao conduzir a Tocha. “Sinceramente, foi uma sensação que não tem palavra que defina.  É um misto de sentimentos. Carreguei a tocha acesa por aproximadamente dois curtos minutos, e na hora, tudo que eu pensava era: “eu to carregando o maior símbolo esportivo do mundo”. Foi uma honra! “, disse a central que foi convidada pelo Ministério do Esporte para conduzir a Tocha na sua cidade. O convite veio quatro dias antes.

 

 

 

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Anderson Rodrigues, ex-oposto da Seleção Masculina e técnico de Brasília engrossa o coro de Larissa “A gente precisa que essa Olimpíada deixe esse legado pra gente usufruir. É um grande feito. Mesmo que as pessoas achem que só o Rio estará sendo beneficiado, mas assim foi em todos os lugares (Sidney, Pequim, Londres, etc)”. O auxiliar de Bernardinho na Seleção Masculina também afirmou que, em seu caso, pôde levar a Tocha para casa “Todos que foram convidados pelo COB tem direito à tocha. Eu fiquei com a minha e tenho ela em casa para o resto da vida. Aqueles que foram convidados pelas prefeituras locais ou por alguns patrocinadores alegaram a necessidade de pagar para ficar com a Tocha”, esclareceu.

Vale ressaltar que ao longo da história das Olimpíadas, apenas o último dos condutores da Tocha Olímpica e ascendedor da Pira fosse um atleta ou ex-atleta. O primeiro a ascender a Chama Olímpica na história dos Jogos não foi um atleta, além de outros exemplos de não atletas como no Japão que foi um sobrevivente de Hiroshima, praticante amador de corrida. O mesmo aconteceu em 1976 no Canadá, onde cidadãos de duas comunidades ascenderam e em 1988 na Coréia do Sul. Nos Jogos do Rio 2016, qualquer cidadão poderia se inscrever para carregar a Tocha pelo Brasil, centenas de atletas amadores e profissionais foram convidados por patrocinadores, pelas prefeituras e Ministério do Esporte, além de celebridades locais e empresários incentivadores do esporte. Pelo COB os jogadores que se tornaram embaixadores de cada modalidade também foram lembrados e convidados para conduzir a Tocha.

 

Ainda não foi divulgado quem será o tão esperado último condutor e responsável por ascender a Pira durante a abertura dos Jogos.

 

O Brasil segue precisando de exemplos de incentivadores ao esporte. A Tocha deveria ter sido estudada antes de passar pelas cidades e com o seu devido valor entendido.




16
Deixe um comentário

avatar
12 Comment threads
4 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
PerlonIzquierdoTavinhoMireyaShawn Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Perlon
Visitante
Perlon

Jaqueline, acertadamente você respondeu. Inclusive a retirada da postagem do instagran ocorreu por perceber que fizera besteira ao nomear pessoas.
Cada um tem que resolver seus próprios problemas, bastava que a Fernanda dissesse às pessoas que a convidaram de última hora que não queria, pronto. É preciso se expor e expor outras pessoas. Fala sério

Izquierdo
Visitante
Izquierdo

Jaqueline vc interpretou tudo errado a mensagem da Fernandinha. Que texto leu??

Mireya
Visitante
Mireya

¡Podre Jaquecita!
Es una jugadora excelente, pero analfabeta de padre y de madre.

Shawn
Visitante
Shawn

Jaqueline sempre pronta para um drama, né? Nem gosta de se vitimizar. Fernandinha não está errada em nada do que falou. Sua infelicidade foi “dar nome aos bois”. A moça apenas quis dizer que se o atleta não for estrela, ele cai no esquecimento após a aposentadoria. Lugar de desabafo para mim ainda continua sendo um ombro amigo e o velho e bom diário. Não entendo essa fissura em se expor nas redes sociais. Mas Jaqueline distorceu tudo o que foi dito e viu, mais uma vez, uma oportunidade para falar de sua vida sofrida, de sua luta para chegar… Ler mais »

Glaucia
Visitante
Glaucia

Jaque devia estar treinando e ralando a pomba pra melhorar e trazer o tri. Que ficar nas redes sociais de mi-mi-mi

e a Fernandinha …ai nem sei onde ela devia estar …. aceito indicações para mandá-la ir rsrs

Glaucia
Visitante
Glaucia

PREGUIÇA DE AMBAS!!

MTA PREGUIÇA!!

Junior
Visitante
Junior

Quem é Fernandinha? Isso não é um desabafo, é uma prova de inveja por outras atletas serem queridas e estar sempre na mídia… Se ela não é lembrada como jogadora, foi pq não fez por onde. Só acho q ela perdeu uma oportunidade de novamente aparecer na mídia. Depois não reclama que é esquecida. Já com relação à Jaque, acho que esse comentário dela teve uma pitada de inveja por que Jaque é estrela, ótima jogadora, bonita, e bi campeã olímpica.

Leticia
Visitante

e de quem ela teve apoio??? Não foi ela que foi para uma olimpíada por aquilo que é conhecido bem no mundo do volei como: #ImunidadeAmil Jaqueline esta na seleção por méritos e isso é visível, é só olhar para a carreira dela e ver o papel fundamental que tem na seleção…..o resto é inveja do povo!

Adriana Nascimento
Visitante

Já que não tem jeito, o dinheiro já foi gasto, que venham as Olimpíadas e que tudo corra em paz.

Kosheleva Maravilhosa
Visitante
Kosheleva Maravilhosa

Verdade Adriana e pra melhorar mais o volei da Rússia tem que participar

Natalhaeva Volochovos Ivnaova
Visitante
Natalhaeva Volochovos Ivnaova

Gente a Jaqueline não precisava ser tão estúpida assim, a Fernandinha foi infeliz sim, provavelmente ela quis dizer que a Jaqueline é famosa e está sempre na mídia, por isso é umas das primeiras a ser lembrada em eventos esportivos.

D.C.JONES
Visitante
D.C.JONES

Concordo plenamente, muita estupidez por parte da Jaqueline e outra… a Jaqueline mais famosa é a do Vôlei de Praia e essa sim foi guerreira e enfrentou vários perrengues para Jogar profissionalmente. Jaqueline poderia ter ficado calada e ser superior pois a bronca da Fernandinha é com a organização do evento, onde uma BBB carrega a tocha e vários atletas olímpicos (independente se ganharam medalha ou não) foram deixados de lado. Fernandinha agiu certo ao se negar carregar vide Meligeni.É muita hipocrisia que até combina com o tamanho do país e do rombo que esse evento vai deixar nos cofres… Ler mais »

Tavinho
Visitante
Tavinho

Muito bem lembrado, D. C. Jones. É muito provável que a Fernandinha estivesse se referindo à Jackie Silva, a única das duas que já está aposentada. Ou seja, Janequeline enfiou o pé na “jaque”.

Junny César
Visitante

Nunca fui fã do jogo da Fernandinha… achei inclusive uma “puta” injustiça ela ter ido à Londres, na vaga q deveria ser de Fabíola… mas no comentário em questão, quem VACILOU demais foi a Jaqueline, RidÍCUla… no mínimo!!! Tadinha, acho q a Jaqueline tem um bom fundo de quadra, é uma atacante razoável, é sim uma de nossas melhores ponteiras, etc… etc… mas gosta demais de mídia, de atenção – os pedidos públicos de emprego, q o digam… mas, boa na interpretação de texto, isso ela não é… DEPLORÁVEL Jaqueline…

nana
Visitante

JAQUE NUNCA TEVE APOIO DE NINGUÉM ????????????????????? HAHAHAHAHA

Felipe
Visitante
Felipe

Jaqueline otariane

Translate »