Search
Tuesday 11 December 2018
  • :
  • :

Sul-Americano Sub-20: Brasil leva o título após revanche contra a Argentina

Jheovana foi eleita a melhor oposta. (Foto: Javier Doloriert)

O Brasil manteve a hegemonia na América do Sul na categoria sub-20 feminino de voleibol. A seleção brasileira venceu a decisão do campeonato Sul-Americano contra as argentinas por 3 sets a 2 (25/23, 25/21, 25/27, 19/25 e 15/12), no coliseu Manuel Bonilla, em Lima (PER), na noite deste domingo (21.10). O país se isolou ainda mais na quantidade de conquistas continentais e soma agora vinte títulos. Além do topo do pódio a equipe verde e amarela, bem como as vice-campeãs, garantiram vaga no Mundial sub-20 em 2019, que acontece no México.

Após o ponto final a celebração das meninas do Brasil foi efusiva. A ponteira Julia Bergamann desabafou, soltando o grito de campeã e lembrando o trajeto preparatório que levou o time ao título.

“Foram três meses de treino duro, e tudo valeu a pena. Agora vamos comemorar muito, pois fizemos por merecer. A Argentina tem um bom time, elas erram bem pouco, o que dificulta nosso jogo. Depois de perdermos para elas na fase de classificação sabíamos que hoje era dia de ir para cima com tudo, e conseguimos”, disse Julia.

O treinador do time brasileiro, Wagner Copini, o Wagão, também destacou o período de preparação da equipe e elogiou o desempenho do bloqueio do Brasil na partida final. Segundo o técnico, este fundamento é um dos pontos fortes das meninas, mas ainda estava devendo na competição.

“O jogo de hoje foi ainda mais difícil e equilibrado do que prevíamos, mas superamos tudo isso. A Argentina é um time muito forte. Hoje o nosso bloqueio funcionou e foi fundamental para a nossa vitória. As argentinas têm muito volume de jogo, e isso dificultou nossas ações. A ansiedade também foi uma adversária a mais na partida e fez com que o confronto se alongasse. Trabalhamos três meses, sendo dois deles com esse grupo que veio para a competição. Elas trabalharam muito e foram merecedoras desta conquista, conseguiram se superar tanto no âmbito técnico, como no psicológico”, analisou Wagão.

Na disputa pelo terceiro lugar o Peru, time anfitrião, superou o Chile por 3×0. A seleção do campeonato contou com a oposta Jheovana (BRA), a levantadora Maria Mayer (ARG), as ponteiras Tainara (BRA) e Angelis Ligorria (ARG), as centrais Bianca Farriol (ARG) e Flávia Montes (PER) e a líbero Keyla (BRA). A levantadora argentina Maria Mayer também foi eleita a atleta mais valiosa.

A delegação brasileira no Sul-Americano em Lima é composta pelas levantadoras Rose Nogueira (1,73m) e Nicole Drewick (1,82m); as opostas Jheovana Sebastião (1,88m), Kisy Nascimento (1,87m) e Daniela Cecheto (1,83m); as ponteiras Beatriz Santana (1,79m), Tainara Santos (1,86m) e Julia Bergmann (1,91m); as centrais Laura Kudiess (1,72m), Daniela Seibt (1,88m) e Larissa Besen (1,88m); e a líbero Keyla Ramalho (1,63m).

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º Brasil

2º Argentina

 Peru

 Chile

5º Colômbia

6º Bolívia

7º Uruguai

8º Equador

TABELA

QUARTA-FEIRA (17.10) Brasil 3×0 Bolívia (25/13, 25/16 e 25/12)

QUINTA-FEIRA (18.10) Brasil 3×0 Colômbia (25/16, 25/23 e 27/25)

SEXTA-FEIRA (19.10) Brasil 1×3 Argentina (25/20, 26/28, 20/25 e 11/25)

SÁBADO (20.10) Brasil 3×1 Peru (25/22, 23/25, 25/23 e 25/14)

DOMINGO (21.10) Brasil 3×2 Argentina (25/23, 25/21, 25/27, 19/25 e 15/12)




18
Deixe um comentário

avatar
15 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
AdilsonParis HanoverAntonio AlcântaraFernandoBILL RAIO Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Adilson
Visitante
Adilson

Deve haver algum engano na altura da central brasileira Laura Kudiess. Em todas os sites consta 1,72m, mas ela é visivelmente muita maior que a levantadora brasileira Rose, que tem 1.73m. Ela parece ter a mesma altura da Tainara (1.86m) ou Daniela (1.88m).
Gostaria que investigassem isso…

Antonio Alcântara
Visitante
Antonio Alcântara

Terminando meus comentários, a levantadora é muito fraca. Foi o ponto negativo dessa sub 20.Passe na mão e não tem bola de 1°tempo nem china só entrada, saída e as vezes fundo e o técnico pedia assim. Decepcionante vê isso de um técnico experiente. Dias melhores virão espero. Mesmo assim parabéns Brasil.

Fernando
Visitante
Fernando

É verdade que a Julia Bergman está indo para os Estados Unidos?

Fernando
Visitante
Fernando

Concordo. Essa libero é fraca, ainda foi eleita a melhor líbero. E a Júlia ficou fora da seleção. Injustiça. Pela final, poderia até ser a atleta mais valiosa.

BILL RAIO
Visitante
BILL RAIO

Cadê os meus comentários?

BILL RAIO
Visitante
BILL RAIO

Como pode uma central de 1,72 cm?

Paris Hanover
Visitante
Paris Hanover

A CSV errou. Ela tem 1,87 m se não me engano.

BILL RAIO
Visitante
BILL RAIO

Caso a Argentina tivesse ganho o título não seria injustiça.

BILL RAIO
Visitante
BILL RAIO

Equipe muito fraca, tecnicamente e emocionalmente. Se perdia facilmente durante a partida. A líbero não existe, se não entrasse em quadra ninguém perceberia. A levantadora muito fraca também. Se essa é a renovação estamos ferrados.

Fernando
Visitante
Fernando

A Laura Kudiess tem mais de 1,80 m, nas fotos é quase da altura da jheovana e da tainara.

Paris Hanover
Visitante
Paris Hanover

Tem razão. Foi erro da Confederação.

Gustavo Marcussi
Visitante
Gustavo Marcussi

O Brasil foi campeão mas o cenário é péssimo. Perdeu da Argentina de 3×1 na fase de classificação e ontem foi no sufoco. Vamos lembrar que a Argentina não é “ninguém na fila da pão”. Muito preocupante este resultado.

Carlos Maia
Visitante
Carlos Maia

Só consegui ver a decisão. Pelo mostrado, teremos que fazer um trabalho duro na base, caso contrário o futuro do voleibo feminino será tenebroso.

Fernando
Visitante
Fernando

Assisti apenas a final. Essa Julia Bergman joga muito. E dizem que falta material humano na base. A Jeovana também, deve faltar é quem as trabalhe. No quarto set, tivemos que aturar a Beatriz levando toco atrás de toco e a Julia no Banco. O Vagão havia queimado a Juilia ao substitui-la pela Tainara.

Marquito
Visitante
Marquito

Ufa! Um Titulo p/o Volei Brasileiro! “PARABENS” Meninas!!!

Fernando
Visitante
Fernando

O Brasil tem ataque forte pelas extremidades principalmente com a Julia e a Jeovana, também o bloqueio é bom, tanto as meios quanto as ponteiras e oposta. O ataque das meios é fraco. Pelo que parece o material humano na base não é fraco. O Trabalho com a base é que deve estar aquém. Não entendi levar três ponteiras e ter que ficar o quarto set quase todo com a Julia no Banco e a Beatriz tomando toco em quadra. O Vagão havia no início do set queimado na substituição da Julia pela Tainara. E ainda dizia para as meninas… Ler mais »

Fernando
Visitante
Fernando

Assisti apenas a final, neste jogo, em minha opinião, a Julia Bergman foi excelente, juntamente com a Jeovana, decisiva e muito forte no ataque. Mereceria estar na seleção do campeonato. Melhor que a Tamara, mesmo gostando da Tainara também. Muito boa essa levantadora Argentina, juntamente com a ponteira número 7 e a meio, a número 11. O Brasil saca bem e as meios são fortes no bloqueio e fracas no ataque. O Brasil tem jogadoras boas na base sim, falta é quem as trabalhe bem. O Vagão levar apenas três ponteiras e deixar a Julia o 4o set inteiro na… Ler mais »

Antonio Alcântara
Visitante
Antonio Alcântara

A central Laura deve ter lá seu 1,92m e não 1,72m é a CBV que é incopetente mesmo quando passa a ficha técnica das jogadoras. Olha a Fernanda Tomé que tem 1,94m e lá tá 1,85m. Essa seleção é boa de ser treinada pra substituí a que está ai é alta e tem potencial. Tem que ser treinada e ainda tem outras jogadoras mais altas que não foram para o sul-americano. Parece que nossos técnicos não gostam de altura. Porque será eu pergunto?

Translate »