Search
Friday 6 December 2019
  • :
  • :

Superliga Feminina: Bruna Honório e Stefano Lavarini falam sobre a expectativa para a série contra o Osasco

Bruna: “Estamos focadas e prontas para os desafios” (Foto: Ignácio Costa/MTC)

 

O Itambé/Minas está pronto para o primeiro duelo da série melhor de três da semifinal da Superliga Feminina. E a torcida minastenista pode se preparar. Nesta segunda-feira (1º), às 21h30, o torcedor será o sétimo jogador em quadra para o primeiro jogo contra o Osasco/Audax. A partida será na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG). O segundo jogo entre as equipes está marcado para o dia 8/4, às 21h30, em Osasco (SP). Se preciso for, o terceiro e decisivo duelo volta para a capital mineira, já que o Itambé/Minas fez a melhor campanha da primeira fase da Superliga. O jogo de desempate está previsto para o dia 12/4.

 

Os ingressos para o primeiro jogo em Belo Horizonte já estão à venda na internet. Os valores são R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). Os torcedores também podem adquirir os ingressos na bilheteria da Arena MTC, caso tenha disponibilidade. A bilheteria abre às 19h30, e os portões do ginásio da rua Bahia abrem às 20h. Sócios do Minas pagam meia-entrada (R$ 10) e também podem comprar os ingressos nas Centrais de Atendimentos.

 

O time minastenista eliminou, nas quartas de final, o Curitiba Vôlei, em dois jogos, com vitórias no Paraná e em Minas Gerais. Desta forma, a equipe teve a semana inteira para treinar e se preparar para a próxima fase, algo raro desde o início desta temporada. Já o Osasco só conseguiu eliminar o Hinode Barueri na última terça-feira, no terceiro jogo série melhor de três. A outra semifinal é entre Dentil/Praia Clube e Sesi Vôlei Bauru.

 

Itambé/Minas e Osasco/Audax se enfrentarão pela quarta vez nesta temporada. A equipe mineira venceu os três jogos anteriores, sendo dois pela fase de classificação da Superliga e, o último, pela semifinal da Copa Brasil. O retrospecto aponta vantagem para o time minastenista, mas o técnico Stefano Lavarini prefere esquecer os resultados anteriores e destaca que o Osasco é um adversário muito forte. “Ter ganho jogos da Superliga e da Copa Brasil não indica o que vai acontecer daqui para frente. Foram resultados de momentos em que a gente estava melhor. Não gosto de ficar pensando o que foram ou significaram aqueles resultados, agora, é outro momento. O nosso time está bem, mas o Osasco também está muito bom e com ritmo de jogo intenso. Fez grandes batalhas contra o Barueri e, certamente, fará contra nós. Por isso, precisamos focar no nosso time e na condição que estamos agora. O que passou, já era. Ficar pensando naquilo que foi, pode até nos atrapalhar. Isso não significa vantagem nenhuma. Ao longo da temporada, mostramos que somos um time muito competitivo e, assim, seremos novamente. Temos condições de ganhar, mas não será fácil”, comentou o treinador minastenista.

 

A oposto Bruna Honório disse que esta pausa no calendário de jogos foi boa para o time recarregar as forças. “Algo raro de acontecer nesta temporada. Tivemos várias competições e jogos seguidos. Nesta semana, conseguimos parar um pouco e diminuir a intensidade, mas a vontade é a mesma. O Osasco é um adversário muito forte. Todos os nossos jogos contra eles foram pesados e muito bem jogados. Jogamos melhores naquelas oportunidades, mas, agora, é outra história. É outro campeonato e, em semifinal, tudo pode acontecer. Estamos focadas e prontas para os desafios, mas, com certeza, serão jogos intensos”, projetou a camisa 9 do Itambé/Minas.

 

Semifinal

1º/4 – 21h30 – Itambé/Minas x Osasco/Audax – Arena MTC – SPORTV
8/4 – 21h30 – Osasco/Audax x Itambé/Minas – Osasco (SP) – SPORTV
12/4 – 21h30 – Itambé/Minas x Osasco/Audax – Arena MTC (se necessário)




1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Fernando Lopes Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Fernando Lopes
Visitante
Fernando Lopes

Não entendo porque os jogos feminino, são tão tarde.. deixei de ir a todos os jogos do Sesc Rio no Tijuca Tênis Club, por ser as 21:30 e terminarem tarde da noite… via que nem todos os jogos o ginásio estavam lotado…
Torcedores de cidades vizinhas com eu eu Nova Iguaçu, querem jogos mais cedo e nos finais de semana.
Vamos repensar isso CBV

Translate »