Search
Wednesday 18 September 2019
  • :
  • :

Superliga Feminina: Carol Gattaz e Macris avaliam o desempenho do Minas nas quartas e já projetam a semifinal

Gattaz: “Precisamos ter atenção redobrada, não temos preferência de adversário” (Foto: Orlando Bento/MTC)

 

Líder isolado da fase de classificação, o Itambé/Minas precisou de apenas dois jogos da série melhor de três para eliminar o Curitiba Vôlei, nas quartas de final da Superliga Feminina. Depois de vencer no Paraná, por 3 sets a 0 (25/18, 32/30 e 25/19), as minastenistas superaram a equipe curitibana na última quinta-feira (21), por 3 sets a 1(25/14, 25/20, 20/25 e 25/11), na Arena Minas Tênis Clube, e estão na semifinal da competição. Passados os jogos difíceis contra a equipe do Sul do Brasil, a central Carol Gattaz e a levantadora Macris avaliam a classificação e acreditam que a equipe está mais forte para brigar por mais um título na temporada.

 

O adversário do Itambé/Minas na próxima fase será definido nesta terça-feira (26), a partir das 19h, com transmissão do Sportv2. Hinode Barueri e Osasco Audax estão na briga pela vaga na semifinal.

 

Uma coisa já é certa. Por ter feito a melhor campanha na fase de classificação, o Itambé/Minas fará o primeiro e o terceiro jogo, se necessário, na capital mineira. Independentemente do adversário, a primeira disputa está marcada para o dia 1º de abril, às 21h30, na Arena Minas Tênis Clube. O segundo encontro entre mineiras e paulistas está previsto para o dia 8/4, no mesmo horário, no estado de São Paulo. E, se necessário, o terceiro jogo será no dia 12/4, em BH.

 

Para a capitã Carol Gattaz, atacante mais eficiente da Superliga, com 61% de aproveitamento, os jogos contra o Curitiba Vôlei foram duros, mas, as dificuldades apresentadas pelo adversário, servem de alerta para a equipe minastenista. “As dificuldades que enfrentamos servem de alerta e mostram que nós não podemos baixar a nossa guarda em nenhum momento. Precisamos jogar o máximo, contra qualquer adversário, o tempo todo. Agora, principalmente, semifinal zera tudo, e os quatro melhores estão na briga. Sabemos que, tanto Barueri quanto Osasco, estão evoluindo a cada jogo e, com certeza, vão querer ir à final. Precisamos ter atenção redobrada, não temos preferência de adversário, qualquer um será muito difícil. Vamos aproveitar esses dias para treinar e nos preparar ao máximo para enfrentar quem quer que seja. Tenho certeza que estamos todas muito focadas e vamos em busca da classificação”, comentou a central minastenista.

 

A levantadora Macrís destaca pontos positivos nos duelos contra o Curitiba e, assim como Carol Gattaz, a jogadora acredita que o time chega mais forte para a semifinal. “Vejo que foram jogo importantes para nos mostrar que essa nova fase da Superliga não se pode cometer erros. Essa fase foi muito positiva para que a gente pudesse voltar a encarar os jogos como decisão. Foi bom porque conseguimos sair de situações difíceis e soubemos controlar a partida e a ansiedade. Vamos encontrar isso também na próxima fase. Neste momento, não tem que escolher um ou outro adversário, não tem um que seja melhor ou pior que o outro. Não tem como escolher e, com certeza, jogaremos contra uma equipe forte e que também vai em busca da vitória. Vai vencer quem tiver maior concentração, maior lucidez e foco. Vamos fazer o nosso jogo e, independentemente de quem for, vamos colocar em quadra toda a nossa força para chegar à final. Acredito que estamos mais fortes e preparadas para este momento decisivo”, destacou a levantadora minastenista.

 

Semifinal

1º/4 – 21h30 – Itambé/Minas x Hinode Barueri ou Osasco/Audax – Arena MTC
8/4 – 21h30 – Hinode Barueri ou Osasco/Audax x Itambé/Minas – Barueri ou Osasco
12/4 – 21h30 – Itambé/Minas x Hinode Barueri ou Osasco/Audax – Arena MTC (se necessário)




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »