Search
Wednesday 19 June 2019
  • :
  • :

Superliga Masculina: Lucas Lóh conta com a torcida de um campeão olímpico para o duelo decisivo de sábado

O ponteiro é padrinho de Max, filho do oposto Wallace (Foto: Ana Patrícia e Gaspar Nóbrega/Inovafoto/CBV)

 

Depois de duas finais consecutivas na Superliga Masculina de Vôlei, pelo Brasil Kirin (2015/2016) e Funvic/Taubaté (2016/2017), as estatísticas provam que Lucas Lóh disputa sua melhor temporada. O ponteiro superou a sua maior pontuação, somando até o momento 305 pontos pelo Sesi-SP. Agora, para coroar o trabalho, Lucas Lóh quer o seu segundo título da competição. A decisão da Superliga 2018/2019 entre Sesi-SP e EMS Taubaté Funvic acontecerá neste sábado (11).

 

“Estou em um bom momento e com total confiança no nosso grupo. Foi uma temporada em que foquei bastante na evolução do sistema de ataque e o resultado veio como consequência desse trabalho, aliado ao entrosamento com William”, disse Lucas Lóh. Pelo Funvic/Taubaté, o ponteiro marcou 289 pontos que, até então, era sua melhor pontuação na Superliga.

 

Com a série empatada em duas vitórias para cada equipe, o ponteiro do Sesi-SP aponta a partida mais importante nesta fase. “Todos os jogos têm a mesma importância, porém o quarto teve um peso maior por termos tido que lidar com a pressão de ter que ganhar para sobreviver na busca do título”.

 

Lucas Lóh acredita que, apesar de os dois times já se conhecerem muito bem, ainda há coisas para serem melhoradas. Mas, segundo o ponteiro, um aspecto pode ser mais determinante. “Uma série longa como essa acaba sendo mentalmente desgastante. É muito importante ter a mente forte para enfrentar os momentos ruins que possam acontecer, e pé no chão nas vitórias para não cair em armadilhas”.

 

Após o término das semifinais, o oposto Wallace, do Sesc RJ, declarou sua torcida para o Sesi-SP e para o padrinho de seu filho Max. “Ele não me passou nada estratégico. É mais o incentivo e apoio nas horas difíceis, o que, para mim, é o mais importante e fico muito feliz de poder contar com isso. Até porque ele tem amigos em Taubaté também”, afirmou Lucas Lóh, que aparece no último “Time dos Sonhos” da Confederação Brasileira de Voleibol como o terceiro melhor atacante, atrás de Lucarelli, do EMS Taubaté Funvic, e do norte-americano Taylor Sander, que atuou pelo Sada Cruzeiro nesta temporada.

 

O Sesi-SP, que foi campeão da Superliga 2010/2011, venceu a primeira partida dessa série melhor de cinco por 3 sets a 0. Depois foi a vez de o EMS Taubaté Funvic ganhar os dois jogos seguintes, respectivamente, por 3 a 0 e 3 a 2. No quarto confronto, o time comandado pelo técnico Rubinho impediu a conquista do título do adversário ao ganhar por 3 sets a 1.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »