Search
Monday 14 October 2019
  • :
  • :

Superliga: Vôlei Nestlé faz seu primeiro jogo neste sábado, contra rival tradicional

Crédito: João Pires/Fotojump

Crédito: João Pires/Fotojump

O Vôlei Nestlé estreia na Superliga 2016/17 neste sábado (29/10), às 17h, no ginásio José Liberatti diante do São Cristóvão Saúde/São Caetano. O adversário da primeira rodada é bem conhecido pela equipe de Osasco, já que farão o quinto confronto em três meses. O clube do ABC foi o rival do time comandado pelo técnico Luizomar na abertura da temporada, no dia 29 de julho, na semifinal da Copa São Paulo. Daí em diante foram mais três duelos pelo Paulista, com 100% de aproveitamento para Tandara, Camila Brait e companhia.

 

Camila Brait analisa o encontro diante do habitual concorrente. “Tivemos uma semana intensa de treinos e com foco total nesta estreia. São Caetano é um adversário bastante difícil e apresenta um tipo de jogo que está fresco em nossa memória, pois enfrentamos elas há pouco tempo na semifinal do Paulista. Estamos estudando bem para tentar neutralizar as virtudes do time delas. É um rival que defende muito e não podemos perder a tranquilidade”, comenta a defensora.

 

A transição do Paulista para a Superliga marca também a mudança da marca da bola. “Eu, particularmente, gosto mais da Mikasa e a maioria das passadoras também. Mas quem ataca e saca prefere a Pênalti. São duas bolas totalmente diferentes e demora uns três ou quatro dias para se acostumar com a troca. Tivemos uma semana completa de treinos e foi um período ideal para a readaptação com a bola Mikasa que jogaremos a Superliga”, completa a líbero.

 

Para Tandara, o Vôlei Nestlé tem de manter o respeito por todos os adversários e, ao mesmo tempo, buscar impor seu jogo. “Foco total em São Caetano que é nosso primeiro adversário. É uma equipe que defende bastante, com atletas jovens e que jogam sem nada a perder. Sabemos que elas virão para cima e aprendemos no Paulista que precisamos entrar com respeito diante de todos os rivais e buscando nos impor. O comportamento na Superliga tem que ser o mesmo em relação ao estadual”, afirma a ponteira.

 

O técnico Luizomar espera dificuldades e quer o Vôlei Nestlé mantendo o crescimento na temporada. “São Caetano é um adversário que conhecemos bem. Estreia é sempre um jogo que precisamos tomar todas as precauções. As duas equipes estão acostumadas a se enfrentar e sempre são partidas bem disputadas e complicadas. Esperamos estrear com pé direito jogando em casa, com apoio da torcida e que possamos seguir evoluindo”, analisa o treinador.

 

De 2012 para cá os clubes se enfrentaram em 20 ocasiões e o Vôlei Nestlé está invicto. Neste período foram três encontros em fases decisivas do Paulista. O time de Osasco derrotou o oponente nas semifinais de 2015 e 2016 e na final de 2014. Luizomar e suas comandadas disputaram 12 partidas na temporada 2016/17 e ganharam 10.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »