Search
Sunday 8 December 2019
  • :
  • :

Thompson brilha e Rexona vence o São Caetano com tranquilidade

Crédito: Fernando Maia/MPIX

Crédito: Fernando Maia/MPIX

 

Na noite desta sexta-feira (27/11), o Rexona-AdeS fez valer a tradição do atual e maior vencedor da Superliga, e venceu o São Caetano por 3 sets a 0 (25/20, 25/16 e 25/16). Jogando sempre a frente do placar, as comandadas do técnico Bernardinho mantiveram o controle da partida e não deram chances ao São Caetano. A central Carol foi a maior pontuadora do confronto, com 15 pontos, seguida das ponteiras Natalia e Thaisinha, com 14.

 

Com a terceira vitória seguida, o Rexona-AdeS está crescendo na competição, mas ciente de que precisa melhorar para alçar voos mais altos. “Com consistência e continuidade, a equipe vai crescer naturalmente. Ainda tem equipes na nossa frente neste momento, mas estamos no caminho certo de crescimento, o que é o mais importante”, disse Bernardinho.

 

A levantadora norte-americana Courtney Thompson foi eleita a melhor em quadra e, apesar do pouco tempo de entrosamento com o time, o técnico Bernardinho já enxerga uma grande evolução da levantadora. “Ela vem crescendo a cada dia. É uma jogadora incrível do ponto de vista de colaboração e entrega. Isso facilita muito o trabalho. Ela está melhorando a comunicação também, o que nos ajuda muito e hoje fez uma ótima partida”, analisou o treinador.

 

Apesar do prêmio e da boa atuação contra São Caetano, Courtney ressalta que os objetivos do Rexona-AdeS são ainda maiores. “Acho que conseguimos jogar bem hoje, mas temos um caminho longo pela frente ainda. Os objetivos deste time são grandes, então temos que pensar em sermos melhores a cada jogo”, finalizou a levantadora.

 

O jogo

O Rexona-AdeS iniciou a partida ditando o ritmo e não teve dificuldades para abrir 13/7, obrigando o técnico Hairton Cabral a pedir tempo. E a parada surtiu efeito, o São Caetano melhorou na parcial e encostou com 15/13. Após a parada técnica (16/13), o Rexona-AdeS voltou mais concentrado e fechou em 25/20.

 

O segundo set começou mais equilibrado, com as duas equipes dando pontos em erros para o adversário. A partir da parada técnica (8/6), o Rexona-AdeS encaixou seu bloqueio e voltou a abrir vantagem (16/10), fechando em 25/16.

 

No terceiro set as equipes mantiveram o mesmo ritmo, e o Rexona-AdeS não teve dificuldade para fechar o set em 25/16 e a partida em 3 sets a 0.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »