Search
Monday 16 September 2019
  • :
  • :

Trentino leva a melhor sobre Zaksa novamente em duelo pela Champions League

Foto: Divulgação.

A equipe polonesa, do francês Antonin Rouzier, não conseguiu tirar proveito do fator casa para triunfar sobre os tetracampeões do mundo.

Na noite da última quarta-feira, o Trentino foi até Kedzierzyn-Kozle, no interior da Polônia, para cumprir seu antepenúltimo compromisso na fase de grupos da Champions League 2012/2013. A formação italiana, comandada pelo levantador Rapha Vieira e que está praticamente garantida na próxima fase, venceu o novamente o Zaksa, de Felipe Chupita, só que desta vez por 3 sets a 1, parciais de 24-25, 15-25, 25-16 e 23-25. Na semana passada, em jogo também válido pela fase de grupos da Champions, o time italiano levou a melhor diante de seus torcedores com um triplo 25 a 22.

Segundo maior pontuador do Zaksa na primeira partida, Lipe ficou de fora deste confronto. O jogador reclamou de dores na panturrilha e foi poupado pelo técnico Daniel Castellani, atuando apenas em alguns momentos do jogo. Pelo time anfitrião, os maiores pontuadores foram os dois opostos. O reserva Dominik Witckaz entrou a partir do segundo set e anotou 14 pontos, sendo 11 em ataques (com 52% de eficiência) e três em aces. O francês Antonin Rouzier contribuiu com 12, todos em ações ofensivas, com 46% de aproveitamento. Chupita anotou uma vez.

Pelo Trentino, Jan Stokr foi quem mais marcou, 19 pontos, sendo 17 em ataques (57%) e dois em bloqueios. O cubano Osmany Juantorena veio na sequência com 18 – 16 em ataques (67%) e dois aces. O levantador Rapha marcou três – dois em bloqueios. “Acredito que o sucesso na Polônia, em um ginásio com a torcida quente como é a do Zaksa, foi mais uma prova da maturidade que este grupo deu”, elogiou Rapha.

Reta final da fase de grupos

Até meados de dezembro, a Champions League Masculina conhecerá os classificados para o Playoff 12 que será disputado a partir do dia 14 de janeiro de 2013. Divididos em sete grupos com quatro equipes cada, a fórmula este ano mudou um pouco e vai classificar para a próxima fase os primeiros de cada chave e os cinco melhores segundos. Dentre esses 12, a Confederação Europeia de Vôlei (CEV) vai escolher qual equipe será a sede do Final Four.

Na última quinta-feira (22/11), encerrou-se a antepenúltima rodada da fase de grupos: faltam apenas dois jogos para cada time definir seu futuro na competição. No grupo A, o Zenit Kazan, de Mikhailov, Vermiglio e companhia está a um passo de confirmar a liderança da chave pois venceu todas suas partidas até o momento por 3 sets a 0, obtendo 12 pontos. O belga Knack Roeselare (7 pontos) e o alemão VfB Friedrichshafen (4 pontos) vão tentar se firmar na segunda colocação. O finlandês Hypo Tirol Innsbruck (1 pontos) está praticamente eliminado.

No grupo B, o também russo Lokomotiv Novosibirsk, que assim como no Campeonato Russo faz uma bela temporada na Champions League, lidera com 12 pontos e também está invicto até o momento. O alemão Berlin Recycling Volleys (8) e o tcheco Jihostroj Ceske Budejovice (3) vêm na sequência lutando pela segunda colocação. Já na chave C o domínio é do italiano Trentino com 12 pontos, seguido por Zaksa (6) e Tours (6), que prometem lutar pela vice-liderança. O grupo D também tem hegemonia italiana, só que do Macerata, também com pontuação máxima (12). Os eslovenos do ACH Volley Ljubljana (7) e os alemãos do Generali Unterhaching (5) vão jogar as últimas duas rodadas pela segunda posição.

Grupo da morte

Foto: Divulgação/FIVB.

Foto: Divulgação/FIVB.


Sérvio Atanasijevic, que apareceu para o mundo em Londres 2012, vem se destacando pelo PGE Belchatow.

PGE Belchatow, Dínamo Moscou e Fenerbahce, grandes equipes do vôlei mundial, deram o azar de cair no mesmo grupo nesta Champions League, ao lado dos romenos do Tomis Constanta. E até o momento o predomínio é da formação polonesa: o Belchatow lidera o grupo invicto com 12 pontos, inclusive vencendo o Dínamo na última quinta-feira (22/11) fora de casa por 3 sets a 1. O grande nome do time polaco é a jovem estrela sérvia que brilhou nas Olimpíadas de Londres e vem fazendo estrago pelo Belchatow: o oposto Aleksandar Atanasijevic. Por outro lado, os turcos do Fenerbahce, liderados pelo também sérvio Ivan Miljkovic e pelo cubano Leonell Marshall, são a decepção até o momento da competição com apenas dois pontos somados. Na última rodada, em casa, perdeu para o Constanta por 3 sets a 0 e amarga a lanterna do grupo. O Dínamo tem seis pontos, e o Constanta quatro.

Já o grupo F é tido como o mais fraco do torneio. A liderança é dos belgas do Noliko Maaseik com 11 pontos, seguidos pelo turco Arkas Izmir (6), do brasileiro João Paulo Bravo, que só começou a treinar na última semana e ainda se recupera de cirurgia realizada na coluna. Por fim, temos o grupo G, liderado pelos italianos do Cuneo com 12 pontos. Os poloneses do Asseco Resovia Rzeszow vêm na sequência com seis, o francês Arago de Sete tem cinco e os romenos do Remat Zalau, de Bob e Piá, tem um ponto.

Os próximos jogos do torneio acontecerão a partir do próximo dia 4 de dezembro.

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »