Search
Friday 13 December 2019
  • :
  • :

Vôlei Amil cai na estrada e inicia sequência de três jogos fora de casa pelo Paulista

Foto:Felipe Christ/Amil

Após completar a quinta vitória em cinco jogos em casa, o Vôlei Amil vai cair na estrada. A partida deste sábado (22), diante do Pinheiros, às 17h, em São Paulo, é a primeira de uma série de três compromissos que o time do técnico José Roberto Guimarães terá fora de Campinas pelo Campeonato Paulista Feminino. Na sequência, os adversários serão BMG/São Bernardo e Sesi-SP.
 

O objetivo é iniciar a ‘excursão’ com o pé direito e seguir vencendo até o retorno à Arena Amil em partida contra o Sollys/Nestlé que, se tudo sair como o planejado, poderá decidir a liderança da fase de classificação do Estadual. Hoje, o time de Osasco é o primeiro colocado, com a equipe de Campinas em segundo lugar. Mas para chegar ao confronto do dia 6 de outubro em condições de brigar pela ponta da tabela, o Vôlei Amil precisa primeiro passar pelos demais oponentes. 
 

E, como diz o técnico José Roberto Guimarães, é necessário pensar, e evoluir, jogo a jogo. “Temos que continuar crescendo na parte física, na técnica individual e na tática, que é o que a gente está buscando. O jogo contra o Pinheiros vai exigir bastante, porque é um time que tem coisas interessantes, como volume de jogo e bom saque, além de ser bem posicionado no bloqueio e na defesa. Vai ser um ótimo teste para saber até que ponto evoluímos.”
 

A receita do treinador para passar por esse ‘teste’ na capital paulista passa especialmente pela recepção. “Nosso passe precisará ter um trabalho importante de precisão para podermos aproveitar o que a Fernandinha tem de melhor, na verdade o que o nosso time como um todo tem de melhor, que é jogar com velocidade. Mas, para isso dependemos de conseguir passar bem, principalmente porque vamos jogar contra um adversário forte nesse fundamento”, completa o treinador.

Para Fernandinha, será mais uma oportunidade para o Vôlei Amil seguir construindo sua unidade como equipe. “Estamos mais entrosadas, mas ainda estamos engatinhando. Isso significa que temos muito, mas muito mesmo para melhorar e evoluir. Um exemplo é a relação bloqueio e defesa. Jogos como o deste sábado, contra rivais do nível do Pinheiros, servem para exercitarmos nossa sintonia em quadra”, atesta a levantadora.

 

Os treinamentos têm sido puxados na Arena Amil. José Roberto anda ‘tirando o couro’ das atletas, que repetem a exaustão formações táticas, variações nas jogadas de ataque e exercícios de bloqueio, defesa e saque. E pensa que elas reclamam? Pelo contrário! As atividades terminam com o mesmo entusiasmo com que começam e as jogadoras deixam a quadra com um sorriso no rosto. “A gente está treinando bastante, mas nosso trabalho aqui é muito animado e tudo acaba sendo prazeroso, apesar do grande número de repetições. O grupo formado para o time da Amil é muito bom, nos damos bem dentro e fora de quadra. Aqui é o maior alto astral”, garante a meio de rede Andressa.

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »