Search
Wednesday 18 September 2019
  • :
  • :

Voleisul/Paquetá inicia montagem do time com ponteiro repatriado da Europa

Crédito: Biogas Volley Näfels/Divulgação

Crédito: Biogas Volley Näfels/Divulgação

 

A montagem do novo grupo de jogadores da Voleisul/Paquetá Esportes começa por um nome conhecido da torcida: o ponta Bruno Godoy está de volta à equipe de Novo Hamburgo (RS). Aos 29 anos o atleta de 1,93 metro retorna da Europa para ajudar a equipe na busca pelo título inédito do Campeonato Estadual de Vôlei. Os treinos começam no próximo mês.

 

Bruno é considerado um dos jogadores mais identificados com a torcida de Novo Hamburgo. O atleta foi peça fundamental no primeiro time montado pelo projeto, ainda na temporada de 2013/2014. Naquele ano, o ponta participou da conquista do vice-campeonato da Superliga B, que levou o time à disputa da elite do vôlei nacional.

 

Na temporada seguinte Bruno Godoy esteve no grupo que jogou a Superliga Masculina 2014/2015. Naquela temporada, no entanto, uma lesão no tornozelo direito atrapalhou sua participação no campeonato. O jogador, no entanto, voltou a tempo de contribuir para que a equipe se mantivesse na elite do vôlei brasileiro.

 

Após o bom desempenho em duas temporadas jogando no Rio Grande do Sul, Bruno Godoy foi contratado pelo Biogas Volley Näfels, da Suíça. Logo na estreia, o ponta foi escolhido o melhor jogador da rodada. Durante a temporada na Europa, o jogador brasileiro foi um dos líderes da equipe.

 

Entrevista

 

Como foi a sua volta à Voleisul/Paquetá Esportes?

Bruno: Eu saí querendo voltar. Fiquei muito feliz com a oportunidade de jogar na Suíça, um país onde eu ainda não tinha estado, mas sempre pensei que em algum momento eu voltaria a jogar na Voleisul.

 

O que pesou na sua decisão de disputar o Campeonato Estadual com a Voleisul/Paquetá Esportes?

Bruno: Fui muito bem recebido na cidade, pela torcida, pelas pessoas que dirigem o time. O ambiente de trabalho é muito bom, a estrutura montada é competente. Quando veio a possibilidade de voltar eu não pensei duas vezes.

 

E quais são as tuas expectativas?

Para falar a verdade eu estou ansioso. Quero começar a treinar e estar logo jogando, perto da torcida. Após a disputa do Estadual vamos ver que acontece, mas esse projeto merece um bom resultado.

 

Como foi a experiência na Suíça?

Eu já havia jogado na Europa, mas ainda não tinha estado na Suíça. Foi uma ótima experiência, e fico feliz de ter tido essa oportunidade. Fiquei oito meses lá, o campeonato local e o Europeu são muito organizados.

 

O que projeta em termos de resultado para a Voleisul/Paquetá Esportes?

Sempre sou muito positivo no momento de esperar pelo que vem pela frente. A direção está fazendo boas contratações e manteve o Reinaldo Bacilieri. Venho conversando com o treinador e acredito que estamos montando um time competitivo. Queremos estar na final do campeonato e depois ver o que teremos. Temos que fazer bonito, pelo projeto, pela cidade, pela torcida.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »