Search
Tuesday 7 April 2020
  • :
  • :

10 vezes campeã da Superliga, Fabi se emociona e é enfática ao falar sobre seu futuro no vôlei

Crédito: Inovafoto/CBV

 

O 12º título da Superliga do Rexona-Sesc não coroou apenas a juventude. Um dos pilares da equipe, a líbero Fabi tornou-se, ao lado da capitã Regiane, a maior vencedora da história da competição, com 10 ouros. Mas ela prefere enaltecer a história de seu time.

 

“Os números são bacanas, mas o melhor é a emoção que vivemos aqui dentro. Todo mundo que chega, chega com brilho no olho, querendo saber como a gente trabalha, como é o Bernardinho, então todo mundo entra querendo muito. Não tem como não se emocionar. Tenho muito orgulho por fazer parte desse time. Pela forma como jogamos hoje, ver uma Drussyla surgindo. É um trabalho maravilhoso que esse projeto faz, de muita contribuição para o vôlei brasileiro. Quando eu parar de jogar vou lembrar disso tudo com muito carinho”, afirmou Fabi.

 

“Eu não jogo em nenhum outro lugar se não for aqui (no Rio)”

 

Questionada sobre seu futuro na próxima temporada, a bicampeã olímpica foi enfática. “Eu não jogo em nenhum outro lugar se não for aqui (no Rio). Eu já falei que estou próxima de parar e eu vou ficar aqui. Aqui é minha casa, é um time que eu amo e eu tenho uma alegria muito grande de poder defender a cidade que eu tanto amo”.

 

 




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »