Search
Thursday 20 February 2020
  • :
  • :

A caminho das Filipinas, Anne Bujis analisa adversários do Rexona-Sesc no mundial

Crédito: Célio Messias/Inovafoto/CBV

Crédito: Célio Messias/Inovafoto/CBV

 

Com a experiência de quem atuou no voleibol turco (mais especificamente no VakifBank), a ponta Anne Bujis analisa os três adversários do Rexona-Sesc na primeira fase do Mundial feminino de Clubes das Filipinas, que vai ser disputado na próxima semana. A equipe carioca embarcou para o torneio na madrugada desta quarta-feira e está no grupo A, ao lado do Eczacibasi VitrA, da Turquia, do Pomì Casalmaggiore, da Itália, e do PSL Manila, o time das estrelas da liga filipina.

 

“O Eczacibasi agora com a Thaisa e com a Kolesheva, que são jogadoras muito ofensivas, além da Larson, que proporciona um ótimo volume de jogo e contribui muito no ataque. É um time de jogadoras espetaculares e será muito difícil enfrentá-las. Já o Pomi Casalmaggiore é um time mais baixo, que joga com mais técnica. É um tipo de jogo que se assemelha mais com o estilo brasileiro. Precisaremos estar muito concentradas e forçar bastante o saque para vencê-las”, alertou a atacante holandesa. “O time de Manila eu não conheço, mas jogar contra o time da casa é sempre perigoso. Então, precisamos estar focadas no esquema tático que o Bernardo traçar”, completou.

 

O Rexona-Sesc estreia no Mundial de Clubes no dia 18, próxima terça-feira, às 9h30 da manhã, pelo horário de Brasília, contra o PSL Manila.




5
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
#prontofaleiVicente MaiaWillian Lopes GarciaPaula B. Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Paula B.
Visitante
Paula B.

Não vai passar da fase de grupos, infelizmente! A única equipe brasileira atualmente que tem condições de ser campeã mundial é o Sada Cruzeiro.

Willian Lopes Garcia
Visitante
Willian Lopes Garcia

Concordo, vai dar vexame novamente. Ano passado já foi a pior campanha de um brasileiro na história. Acho que vai para semi mas ficará em 4º novamente. Neste ponto a Nestlé pode bater no peito e ser a única ser bicampeã mundial (anos 90 e 2012)

Paula B.
Visitante
Paula B.

Verdade. Mas o Volei Nestlé se importava em montar time para o Campeonato Mundial, ao contrário do Rexona que se preocupa somente em ganhar de times inferiores.

Vicente Maia
Visitante
Vicente Maia

Paula, nenhum time brasileiro de vôlei feminino faz investimento pensando em campeonato mundial e, acredito, não faria mesmo que pudesse. No masculino os times são mais parelhos e o Sada conseguiu se destacar por um período, mas está sendo desmontado pelo regulamento. Até mesmo o maior investidor do feminino, o Osasco, não ousaria sonhar com isso hoje. Os motivos? São vários, dentre eles: 1) Dinheiro. Os principais times turcos têm cada um, provavelmente, um investimento que deve beirar o de todos os times da Superliga somados. 2) Regulamento. O regulamento impede mais de duas jogadores estrangeiras e duas de nível… Ler mais »

#prontofalei
Visitante
#prontofalei

É verdade, o Rexona se importa em ganhar de times inferiores, tipo o Osasco ?

Translate »