Search
Monday 26 October 2020
  • :
  • :

A vez do Infantil Feminino!

 22/11/11 – Depois de a seleção masculina conquistar o título, será a vez de a equipe feminina entrar em quadra para lutar pela medalha de ouro do Campeonato Sul-Americano Infantil. Nesta terça-feira (22.11), no primeiro dia de competição, o time verde e amarelo, comandado por Maurício Thomas, jogará contra a Colômbia e contra a Venezuela. A competição será realizada entre os dias 22 e 26 de novembro, em Montevideo, no Uruguai.


"); // -->

 
No Uruguai desde domingo (20.11), a seleção brasileira realizou dois treinos. “O grupo fez um trabalho muito bom nos dois treinos que realizamos. As meninas estão se esforçando e isso é muito importante. Estão respeitando a competição e sabem que têm que se preparar da melhor maneira”, declarou Maurício.

O duelo contra as colombianas será realizado às 14h (de Brasília), e, contra as venezuelanas, às 18h30 (de Brasília). O treinador brasileiro disse que a equipe está atenta para a partida de estreia. “A Colômbia é um time com características de ataque forte. A seleção é treinada pelo brasileiro Rafael Petri, que, desde o início deste ano, realiza um trabalho com as colombianas na tentativa de evoluir no sistema de jogo e fundamentos. Portanto, precisamos estar atentos ao que vamos encontrar neste confronto”, disse Maurício, que revelou acreditar na sua equipe.

“Estou muito confiante no nosso time. Sabemos que nessa categoria não existe favorito, mas acredito na tradição do voleibol brasileiro no continente”, finalizou o treinador.

O Sul-Americano é dividido em três etapas. Na fase classificatória, todos jogom contra todos. Depois, avançam às semifinais, os quatro melhores times. O primeiro enfrentará o quarto colocado, e o segundo jogará contra o terceiro lugar. Os vencedores destes confrontos decidirão o título. Até a fase semifinal, as partidas serão realizadas em melhor de dois sets. A final acontecerá em disputa de cinco sets.

Além do Brasil, da Colômbia e da Venezuela, estão na disputa pelo lugar mais alto do pódio as seleções do Uruguai, da Argentina, do Peru, do Chile e do Paraguai.

A delegação brasileira está no Uruguai com as atletas Thaís e Drussyla (levantadoras) Giulia, Hellen, Juliana, Karoline, Lorenne e Sabrine (ponteiras), Amanda, Lyara e Marina (centrais), além da líbero Luiza.

Desfalque no time brasileiro

Durante o treino desta segunda-feira (21.11), a central Lyara sofreu uma leve torção no tornozelo esquerdo, após pisar no pé da capitã Karoline, em um bloqueio. A jogadora está imobilizada e a expectativa é de que ela consiga se recuperar a tempo de participar da competição.



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x