Search
Saturday 5 December 2020
  • :
  • :

ACDB/Rio Claro conquista o título Liga Nacional Masculina

Foto: Alexandre Arruda/CBV

O grande campeão da Liga Nacional Masculina 2013 é o ACDB/Rio Claro (SP). Em uma partida bastante equilibrada, apesar do placar, o time paulista venceu o Vitória/FSBA (BA) por 3 sets a 0 (27-25, 25-23 e 25-15), na final realizada nesta sexta-feira (30/08), no ginásio FAV-V2, em Maceió (AL).

Em um jogo decidido no detalhe, o ACDB/Rio Claro foi mais eficiente no ataque e beneficiado pelo excesso de erros do time baiano. Com os ataques do ponteiro Evinho, os paulistas souberam aproveitar melhor as oportunidades. Aliás, o atleta conquistou o título da Liga Nacional pela segunda vez consecutiva.

“Esse ano, por ser Sub23, foi muito mais difícil, o nível foi mais equilibrado. O meu desempenho tem a ver com o do time todo. Treinamos muito forte com o foco na Liga Nacional”, contou o ponteiro, que, no ano passado, defendeu o Escola do Corpo, de São José dos Campos, e também foi campeão.

O técnico de Rio Claro, Márcio Duarte afirmou que o placar de 3 sets a 0 não mostrou a realidade da partida, que, na opinião do treinador foi bastante difícil.

“O nosso passe não encaixou muito bem no primeiro set. E a equipe do Vitória tem talentos individuais muito bons, que são difíceis de marcar. A partir do momento que o nosso passe funcionou, assumimos o controle da partida e conquistamos nosso objetivo”, conclui Márcio.

Pelo lado do Vitória/FSBA, a boa atuação do ponteiro Alan não foi suficiente. Rodrigo Cerqueira, treinador do clube baiano acredita que a equipe ainda pode ir mais longe. E que faltou concentração.

“O time de Rio Claro é muito forte, tem um nível excelente. Nós conseguimos iniciar muito bem, mas, ao fim do primeiro set, deixamos a desejar e eles viraram o jogo. A prata será bem recebida também. Vamos seguir adiante”, disse Rodrigo.

Na disputa pelo terceiro lugar, o FME/Içara Esucri (SC) derrotou, de virada, o Manaus/Nilton Lins (AM), por 3 sets a 0 (22-25, 24-26, 25-17, 25-16 e 15-13) e levou o bronze. Os manauaras iniciaram melhor, mas o bloqueio do time de Santa Catarina teve grande importância na reação a partir do terceiro set. Este foi o primeiro ano da equipe catarinense, e o técnico Luciano Carvalho valorizou a conquista.

“Nosso psicológico ainda estava abalado pela derrota de ontem, na semifinal. No início deste jogo isso nos atrapalhou um pouco, mas conseguimos este bronze que é muito importante para o nosso projeto que está apenas começando”, contou Luciano.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x