Search
Thursday 24 September 2020
  • :
  • :

Adenízia é a melhor bloqueadora do Mundial de Clubes

 14/10/11 – Confirmado com a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Clubes 2011, o Sollys/Nestlé teve um motivo extra para comemorar a participação na competição. Com 17 bloqueios certeiros, a meio-de-rede Adenízia conquistou o prêmio de melhor bloqueadora do torneio. A jogadora somou 39 participações efetivas no fundamento, já que as bolas que não caíram direto foram amortecidas para auxiliar no trabalho da defesa. A camisa 5 do time comandado pelo técnico Luizomar de Moura anotou sete pontos a mais do que Christiane Fuerts. A jogadora alemã e do time turco VakifBank ficou com a segunda colocada.

 
Dispensada a pouco tempo da Seleção, Adenízia começa a dar a volta por cima e está feliz em regressar ao clube. A jogadora demonstrou muita alegria com o prêmio e agradeceu o apoio de suas companheiras e da comissão técnica. “Estou muito feliz. Não existem palavras que possam descrever o tamanho da minha felicidade. Depois que voltei da Seleção encontrei bastante ajuda de todas as meninas e da comissão técnica. Aos poucos eles foram me passando confiança e voltei a ser a jogadora que era antes. Estou mais confiante e com muita vontade de crescer. O objetivo agora é me preparar novamente para voltar bem para a Seleção”, declarou a atleta. 
 
Tanto Adenízia quanto Camila Brait são jogadoras que vinham sendo convocadas com frequência, porém, sempre jogaram muito pouco com a camisa do Brasil. Adenízia acredita que o fato de estar jogando com frequência no Sollys/Nestlé irá ajudar com que retorne em melhores condições para o grupo da Seleção. “Acho que ajuda porque estou adquirindo mais confiança e ritmo de jogo para mostrar ao Zé Roberto que estou voltando e buscando a minha melhor forma. Eu quero muito voltar para a Seleção, estar junto com elas e ajudar o Brasil”, afirmou a meio-de-rede.
 
Além de Adenízia, a Federação Internacional de Voleibol premiou outros fundamentos e a melhor jogadora da competição. A croata Natasa Osmokrovic, do campeão Rabita Baku (Azerbaijão), garantiu os troféus de melhor pontuadora, melhor atacante, melhor recepção e, principalmente, melhor jogadora do Mundial (MVP). Nos fundamentos levantadora, saque e líbero as vencedoras foram, respectivamente, Iryna Zhukova (Rabita Baku), Bahar Toksoy (VakifBank) e Gizem Guresen (VakifBank)
 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x