Search
Wednesday 1 April 2020
  • :
  • :

Ágatha e Duda iniciam ano olímpico com ouro na etapa de Maceió

Pódio feminino da etapa de Maceió do Circuito Brasileiro (Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

A dupla Ágatha e Duda (PR/SE) conquistou na manhã deste domingo (16.02) a etapa de Maceió (AL) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 2019/2020. A parceria classificada para Tóquio conquistou o ouro ao superar Tainá e Victoria (SE/MS) por 2 sets a 1 (23/21, 21/23, 15/12), em 1h02 de partida na arena montada na Praia da Pajuçara. O bronze ficou com Fernanda Berti/Taiana (RJ/CE), que superou Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE).

A próxima etapa da temporada 2019/2020 acontece em Aracaju (SE), de 4 a 8 de março, na Atalaia. Será a penúltima parada do tour nacional, que termina em Arraial do Cabo (RJ), no início de abril. A competição possui os campeões de cada parada, além de um campeão geral, no somatório de pontos das sete etapas realizadas.

A campanha de Ágatha e Duda no primeiro compromisso oficial da dupla em 2020 contou com seis vitórias em seis jogos e apenas dois sets perdidos. Ágatha comentou o bom preparo físico do time, que contou com uma pré-temporada mais extensa, focando nos Jogos.

“A palavra que define esta partida é superação. Todas as duplas que jogaram hoje fizeram três partidas ontem, mas eu e a Duda estamos com uma preparação mais voltada para o meio do ano. Então, vencer esta primeira etapa que disputamos em 2020 tem um sabor muito especial. É o sabor da paciência, pois o corpo muitas vezes não vai responder o que a mente quer. Estamos muito felizes e agora é voltar para casa e descansar um pouco depois de enfrentar esse calor de Maceió (risos)”, disse a paranaense.

A dupla está distante da briga pelo título geral da temporada por ter jogado apenas duas etapas antes de Maceió. Duda comentou a decisão ‘em família’, já que a mãe Cida Lisboa é treinadora do time Tainá/Victoria.

“A gente sabe que ainda não estamos em nosso melhor no aspecto físico, tático e mental. Mas ganhar esse ouro foi um prêmio pela superação, tivemos paciência, tivemos muita vontade. O time delas também está de parabéns, jogaram muito bem. Sabemos que o caminho é longo, mas vencer essa final em ‘família’ é extremamente motivador”, declarou.

Foi o sétimo título de etapa do Circuito Brasileiro da dupla, formada em janeiro de 2017. Elas somam 400 pontos no ranking geral e recebem um prêmio de R$ 46 mil pelo ouro. Tainá e Victoria seguem na briga pelo título geral com a prata, já que somam 1.240 pontos após a prata – com descarte do pior resultado. Ana Patrícia e Rebecca lideram com 1.440.

Pouco antes do início da grande decisão, o jogo que valia o bronze foi realizado na quadra externa. E quem levou a melhor foi Taiana e Fernanda Berti (CE/RJ). Elas venceram Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) por 2 sets a 1 (16/21, 25/23 e 15/12). Após o duelo, Taiana comentou sobre como o time se comportou para conseguir reverter o placar adverso.

“A gente já sabe que aqui em Maceió o calor é um adversário a mais. Começamos muito mal no primeiro set, depois entramos na engrenagem do jogo, fomos separando as funções em quadra e a tática emocional. Já era esperado um jogo difícil, pois elas formam um time muito forte. E isso valoriza ainda mais a nossa vitória. A Fernanda jogou muito bem, com um ótimo trabalho lá na frente no bloqueio. Foi uma vitória construída ponto a ponto”, disse Taiana.

A abertura da temporada 19/20 aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Em Cuiabá, no mês de outubro, os títulos ficaram com Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Alison/Álvaro Filho (ES/PB).

Ribeirão Preto (SP) sediou a etapa de novembro, com ouro para Talita/Taiana (AL/CE) e Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF). A parada de João Pessoa (PB), em janeiro, contou com títulos para Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e André Stein/George (ES/PB).

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. Cada etapa do Circuito Brasileiro distribui R$ 46 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos mais de R$ 500 mil por etapa.

AÇÕES SOCIAIS

A exemplo do que foi feito na primeira etapa de 2020, em João Pessoa (PB), diversas ações sociais foram realizadas durante o Open de Maceió (AL), que terminou neste domingo. A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), junto com a Federação Alagoana de Voleibol, mobilizou forças para viabilizar atividades em prol da comunidade local.

Durante dois dias do torneio o Hemocentro de Alagoas, Hemoal, montou um posto de cadastro de doadores de medula óssea. O público na arena, e até mesmo quem trabalhou no evento pode se informar e aderir à lista do cadastro nacional de doadores. O procedimento, que inclui o preenchimento de dados pessoais e retirada de uma pequena amostra de sangue, demora menos de cinco minutos e teve grande adesão. A assistente social do Hemoal, Paola Carvalho explicou a importância da atividade.

“Estamos com uma campanha de conscientização e cadastro de doadores voluntários de medula óssea. Nosso objetivo é aumentar o banco de dados nacional de doadores, e mostrar à população a importância deste ato, que salva vidas. No primeiro dia conseguimos 34 cadastros e contamos com a torcida do vôlei de praia para contribuir com esta causa. Quanto mais gente cadastrada, maiores são as chances de encontrarmos doadores compatíveis com que precisa da doação”, comentou Paola.

Na entrada da quadra central ainda foi colocado um ponto de arrecadação de alimentos não perecíveis, que serão entregues para diversas instituições da capital alagoana.

Nas quadras externas, na sexta-feira (14.02), 100 crianças do ensino fundamental da rede municipal de Maceió tiveram a oportunidade de aprender um pouco da modalidade que já trouxe tantas conquistas para o Brasil. Jovens de 7 a 14 anos puderam se divertir e aproveitar a prática esportiva no mesmo ambiente que os grandes craques do vôlei de praia.

Disputa de Ouro
Ágatha/Duda (PR/SE) 2 x 1 Tainá/Victoria (SE/MS) – (23/21, 21/23, 15/12)

Disputa de Bronze
Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) 1 x 2 Fernanda Berti/Taiana (RJ/CE) – (16/21, 25/23 e 15/12)

TOP 3 RANKING GERAL TEMPORADA 19/20:
1° Ana Patrícia/Rebecca – 1.440 pontos
2° Tainá/Victoria – 1.240 pontos
3° Juliana/Josi – 1.000 pontos
* Com descarte do pior resultado




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »